• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2007.tde-17102007-161022
Documento
Autor
Nome completo
Marcia Cristina Guerreiro dos Reis
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Nakano, Ana Marcia Spano (Presidente)
Pereira, Maria José Bistafa
Silva, Isilia Aparecida
Título em português
Prevalência de anemia em crianças de 3 a 12 meses de vida em relação ao aleitamento materno, num serviço de saúde de Ribeirão Preto-SP
Palavras-chave em português
aleitamento
anemia
prevalência
Resumo em português
O presente estudo teve como objetivo verificar a prevalência de anemia em crianças de 3 a 12 meses de idade, associada às variáveis maternas, neonatais e de aleitamento materno, atendidas num serviço de saúde de Ribeirão Preto, SP. Neste estudo, que foi um recorte de um projeto multicêntrico, utilizou-se parte dos dados coletados na UBDS Vila Virginia, em Ribeirão Preto-SP, a fim de se atingirem os objetivos propostos. Estudo transversal, observacional, descritivo e quantitativo, do qual participaram 121 mães e seus respectivos filhos, de 3 a 12 meses de idade, atendidos no serviço de puericultura da UBDS Vila Virgínia, turno da tarde, no período de 01 de setembro/2005 a 31 de julho/2006. No seu desenvolvimento, realizaram-se entrevistas com as mães, para preenchimento do formulário, e também colheu-se amostra de sangue da região do calcâneo da criança, para dosagem da hemoglobina (Hb). Adotaram-se três critérios internacionais, como parâmetros de anemia, usando-se para as crianças de 3 a 5 meses de idade completos dois critérios, de Hb < 10,0 g/dL segundo padrão Brault-Dubuc e Hb< 10,3 g/dL, padrão Saarinen; para as crianças e 6 a 12 meses de idade incompletos, critério de Hb < 11,0 g/dL, adotado pela OMS. Na análise dos dados, utilizaram-se distribuição de freqüências, médias, desvios padrões e medianas, teste de associação e regressão logística. Do total de 69 crianças de 3 a 5 meses de idade completos, a prevalência de anemia foi de 17,4 e 20,2%, segundo padrões Brault-Dubuc e Saarinen, respectivamente. Nas crianças de 6 a 12 meses de idade incompletos, a prevalência de anemia foi de 48,0%, segundo critério da OMS. No total de 121 crianças de 3 a 12 meses de idade, a prevalência de anemia foi de 30,6 e 32,2%, respectivamente, segundo combinação dos três critérios. Não encontrou-se associação entre anemia e variáveis maternas e formas de morar e viver das famílias; porém, com relação às variáveis infantis, encontrou-se forte associação entre anemia e idade da criança; não se identificou associação entre anemia e sexo, peso ao nascer, idade gestacional e consumo de ferro medicamentoso. Quanto à anemia e aleitamento não se encontrou associação estatisticamente significativa entre os diferentes tipos e duração do aleitamento materno. O consumo de água e chá aumentou 1,8 vez o risco de adquirir anemia mas, o resultado não foi estatisticamente significativo. O uso de leite de vaca fluido apresentou-se associado à anemia, aumentando em 1,7 vez o risco de adquiri-la.
Título em inglês
Anemia in children 3 to 12 months old in a health service in Ribeirão Preto, SP, Brazil in relation to the breastfeeding
Palavras-chave em inglês
anemia
breast feeding
prevalence
Resumo em inglês
This study aimed to verify the prevalence of anemia in children 3 to 12 months old associated to maternal, neonatal and breastfeed variables, assisted in a health service in Ribeirão Preto, SP. Part of the data collected for a multicenter project in the UBDS (Basic and District Health Unit) Vila Virginia was used. This is a cross-sectional, observational, descriptive and quantitative study. A total of 121 mothers and their respective children, 3 to 12 moths old, assisted in the child care service of the UBDS Vila Virginia in the afternoon shift in the period between September 1st, 2005 to July 31st, 2006 participated in the study. Mothers were interviewed in order to fill in the form and blood samples were collected from the children's calcaneus region to determine the hemoglobin (Hb) dosage. Three international criteria were adopted as parameters of anemia. For children 3 to 5 months old, two criteria were used, the standard Brault-Dubuc, Hb<10.0 g/dl and the standard Saarinen, Hb<10.3 g/dl and for children 6 to under 12 months old, the criterion adopted by WHO, Hb < 11,0 g/dl, was used. In the data analysis, frequency distribution, mean, standard deviation and median, association test and logistic regression were used. From the 69 children, 3 to 5 months old, the prevalence of anemia was 17.4 and 20.2%, according to Brault-Dubuc and Saarinen standards, respectively. For children 6 to under 12 months old, the prevalence of anemia was 48.0% according to the WHO criterion. In the total, for 121 children 3 to 12 months old, the prevalence of anemia was 30.6 and 32.2% respectively, according to the three combined standards. There was no association between anemia and maternal variables and families' living conditions. However, there was strong association between anemia and children's age; no association between anemia and gender, weight at birth, gestational age and consumption of medicamentous iron were found. There was also no statistically significant association between anemia and breastfeeding in terms of types and duration of breastfeeding. The consumption of water and tea increased 1.8 times the risk of acquiring anemia though the results was not statistically significant. The consumption of liquid cow milk was associated to anemia and increased 1.7 times the risk of acquiring it.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.