• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2010.tde-16112010-104805
Documento
Autor
Nome completo
Maria Marcia Leite Nogueira Domingos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Mishima, Silvana Martins (Presidente)
Bava, Maria do Carmo Gullaci Guimarães Caccia
Pereira, Maria José Bistafa
Título em português
Avaliação para melhoria da qualidade (AMQ): monitorando as ações na Saúde da Família e criando possibilidades no cotidiano
Palavras-chave em português
Atenção primária à saúde
Avaliação em saúde
Enfermagem em saúde pública
Garantia de qualidade dos cuidados de saúde
Programa saúde da família
Serviços de saúde
Resumo em português
A mola propulsora desta investigação foi a baixa cobertura da Saúde da Família no município de Ribeirão Preto, assim como no estado de São Paulo, aliada à escassa produção sobre a análise do impacto da Estratégia em municípios de grande porte. A avaliação de serviços de saúde, e em específico, a auto-avaliação de uma equipe de Saúde da Família sobre o trabalho que realizam, oferecendo subsídios para incrementar a qualidade da assistência prestada à população adscrita, se constituem no foco desta investigação. Na busca de instrumentos para essa proposta de avaliação, conhecemos a Avaliação para a Melhoria da Qualidade (AMQ), proposta do Ministério da Saúde, de autoavaliação em diferentes níveis decisórios da Saúde da Família (gestores, coordenadores e equipes), com instrumentos de fácil compreensão e de respostas positivas ou negativas que levam ao processo de reflexão e auto-avaliação. A AMQ foi criada por experts em atenção primária e em avaliação de qualidade de serviços de saúde e validada posteriormente. Assim, o objetivo desta pesquisa foi analisar o processo de auto-avaliação desencadeado por uma equipe de Saúde da Família vinculada à Universidade de São Paulo, em Ribeirão Preto - SP, mediante a utilização da metodologia da AMQ. Tomando como opção a abordagem qualitativa para a realização da investigação pela natureza do objeto, foi selecionada uma das equipes de Saúde da Família dos Núcleos de Saúde da Família ligados à Universidade de São Paulo, tendo por critérios de inclusão: a anuência da equipe, sua disponibilidade de participação, a equipe encontrar-se completa e atendesse ao critério de antiguidade. A coleta de dados foi realizada de dezembro de 2009 a março de 2010, por meio de grupo focal, tendo como eixo temático a utilização da AMQ. Por meio da análise temática foram identificados os temas: construção e fortalecimento da Atenção Básica; a equipe na Saúde da Família - construção de possibilidades?; reflexões sobre o trabalho na unidade de Saúde da Família e a AMQ - possibilidades e críticas ao instrumento. A reflexão trouxe à tona os princípios da Atenção Básica possibilitando que a equipe repensasse as atividades que não são realizadas e aquelas que são, e que podem ser implementadas e qualificadas. Portanto, os princípios da Atenção Básica presentes no dia-a-dia do trabalho foram sendo identificados, apontados, compreendidos e valorizados pelos próprios trabalhadores permitindo repensar uma melhoria das condições de trabalho e conseqüentemente a qualificação do atendimento à população sob responsabilidade desta equipe. A análise também apontou as dificuldades e potencialidades que a equipe tem de ver a necessidade de articulação dos diversos fazeres e saberes e da troca de conhecimentos, proporcionando a oportunidade de olhar para o próprio trabalho e empreender um movimento de análise das atividades realizadas e como elas são realizadas, trazendo à tona vários aspectos do cotidiano do trabalho que, muitas vezes, não tinham sequer sido notados pela equipe. Olhar para o trabalho, para a rotina diária, para as divergências e convergências em relação ao trabalho desenvolvido, para os problemas enfrentados, para os sucessos alcançados, para o resgate do que deu certo em determinado momento do passado, para as intervenções propostas pela equipe, enfim, esta teve a possibilidade de retomar estes movimentos, e de alguma forma indicar elementos para o planejamento do trabalho na unidade visando à qualificação da atenção que prestam.
Título em inglês
Evaluation for Quality Improvement (AMQ): monitoring actions in the Family Health Strategy and creating possibilities in daily care
Palavras-chave em inglês
Family Health Program
Guarantee of Health Care Quality
Health Services
Health Evaluation
Primary Health Care
Public Health Nursing
Resumo em inglês
What motivated this study was the low coverage of the Family Health Strategy (FHS) in the city of Ribeirão Preto and in the state of São Paulo, Brazil coupled with the scarcity of studies addressing the impact of the FHS in large cities. This study evaluates health care services. Specifically it proposes a self-evaluation of a FHS team concerning their work, aiming to support improvements in the quality of care delivered to the ascribed population. Searching for instruments to be used in this evaluation, we found the Evaluation for Quality Improvement (AMQ) proposed by the Ministry of Health, a self-evaluating instrument for different levels of decision-making in the FHS (managers, coordinators and teams), easy to understand with positive or negative answers that lead to a process of reflection and selfevaluation. The AMQ was developed by experts in primary health care and in evaluating quality of health services and was later validated. Thus this study analyzes a self-evaluation process triggered by the FHS team linked to the University of São Paulo at Ribeirão Preto, SP through the AMQ methodology. Given the nature of the object of study, a qualitative approach was chosen. One of the FHS teams linked to the University of São Paulo was selected according to the following inclusion criteria: team's consent, its availability to participate, team was complete and met the seniority criterion. Data collection was carried out from December 2009 to March 2010 through focus group, whose thematic axis was the use of AMQ. The following themes were identified in the thematic analysis: constructing and strengthening Primary Care; the Family Health team - construction of possibilities?; reflections concerning the work in the FHS unit and the AMQ - possibilities and critiques to the instrument. The reflection revealed principles of Primary Care, which enabled the team to rethink activities that are not performed and those that are performed and which can be implemented and qualified. Hence, the Primary Care principles, present in daily practice, were identified, listed, understood, and valued by the workers themselves, which enable them to rethink the possibility of improving working conditions and consequently qualifying care delivered to the population under the responsibility of this team. The analysis also revealed difficulties and strengths and that the team needs to articulate several tasks and different types of knowledge and also exchange knowledge, enabling an opportunity to look at their own work and promote a movement to analyze activities performed and how they are performed, revealing several aspects of the work routine, which oftentimes are not even noticed by the team. Looking at the work, the daily routine, to divergences and convergences in relation to the work performed, to problems faced, achieved successes, to recover what have worked in a given point in the past, to interventions proposed by the team, and finally, it enabled the possibility to review these movements and somehow indicate elements for planning the work in the unit with a view to qualify care delivery.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-11-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.