• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2005.tde-10052007-142135
Documento
Autor
Nome completo
Lorena Pohl Fornazari
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Maria das Gracas Bomfim de (Presidente)
Santos, Claudia Benedita dos
Ubeda, Elza Maria Lourenço
Título em português
Prevalência de postura escoliótica em escolares do ensino fundamental de duas escolas do município de Guarapuava-PR,2005
Palavras-chave em português
coluna vertebral
escolares
postura escoliótica
Resumo em português
As alterações posturais da coluna vertebral, em especial a escoliose por ser um problema ortopédico funcional ou estrutural encontrado na infância e na adolescência, trazem riscos de evolução e devem ser diagnosticados e tratados o mais precocemente possível. Nosso objetivo foi avaliar a prevalência de postura escoliótica em escolares de uma escola pública e uma privada do ensino fundamental do município de Guarapuava-PR, bem como identificar a altura e o lado da convexidade das curvaturas escolióticas e a presença de gibosidade em relação à faixa etária e ao sexo dos sujeitos envolvidos. Esta pesquisa é de cunho quantitativo e trata-se de um estudo transversal não experimental. A coleta de dados foi realizada em duas escolas do município de Guarapuava, sendo uma privada e outra pública, em agosto de 2005. Envolveu 964 escolares de ambos os sexos, respeitando-se os princípios éticos estabelecidos na Resolução nº196 do CNS/MS, sendo previamente aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto-USP. A avaliação postural utilizada no presente trabalho foi elaborada considerando-se o alinhamento vertebral descrito Loudon, Bell Johnston (1999) e a partir de observações clínicas propostas por Santos (2001) e também a pesquisa de gibosidade, preconizada por Cailliet (1977). Quando foi detectada uma alteração postural, os pais ou responsáveis do escolar avaliado receberam uma carta de comunicação, na qual sugerimos a investigação diagnóstica através de exames complementares em consulta a um especialista de sua preferência. Os dados coletados foram descritos através da utilização do Software Statistical Package for Social Siences (SPSS, 1999). Entre os 655 escolares avaliados, detectamos, em ambos os sexos, 26% de posturas escolióticas, sendo 53% de curvaturas torácicas à esquerda e 20% à direita, 13% de toracolombares à esquerda e 6% à direita e 2% de lombares à esquerda. Não detectamos curvaturas lombares à direita como curvas únicas, somente em associações de duplas curvas, que correspondem a 6%. Nossos resultados foram semelhantes aos de outras pesquisas sobre posturas escolióticas e discutidos em relação à literatura referente sobre prevalência de escoliose estruturada ou não. Com base nestes resultados reforçamos a necessidade de programas preventivos como o rastreamento de posturas escolióticas durante a fase escolar, considerando-se que as alterações de postura podem ser uma das causas de agravamento de distúrbios da coluna vertebral na fase adulta, os quais apresentam, no Brasil, um alto índice de afastamento ao trabalho ou aposentadoria por invalidez. Faz-se necessário o estabelecimento de parcerias com outros profissionais da área da saúde para a implantação de ações preventivas e de diretrizes que promovam a saúde do escolar, principalmente sistematizando pesquisas periódicas para detecção de distúrbios vertebrais.
Título em inglês
Prevalence of scoliosis posture in primary/junior high school pupils from two different schools in Guarapuava- PR, 2005
Palavras-chave em inglês
pupils
scoliosis posture
vertebral column
Resumo em inglês
The posture alterations in the vertebral column, especially when there is scoliosis, which may be a functional or structural orthopedic problem found in childhood or adolescence, need to be diagnosed and treated as soon as possible, since there is a chance for scoliosis to develop and get worse. Our aim with the present work was to study the prevalence of scoliosis posture in pupils from a public and a private primary/junior high school in Guarapuava-PR, as well as identify the size of the scoliosis curvatures, the side of their convexity, and if there was gibbosity concerning the participants age and gender. The present research has a quantitative purpose, and it is a transversal and not experimental study. The data were collected in two different schools in Guarapuava-PR (one school is private and the other is public) in August 2005. We studied 964 male/female pupils, respecting the ethical principles of the CNS/MS 196 Resolution, and all the search procedures had the approval of the Ethic Committee of the Nursing School of Ribeirão Preto-USP. The postural evaluation we used in the present work was elaborated from the vertebral alignment described by Loudon and Bell Johnston (1999), from clinical observations suggested by Santos (2001), and from the gibbosity research recommended by Cailliet (1977). If we found a postural alteration in the participant pupil, we sent their parents or the relative in charge of them a letter, advising them to seek a professional of their preference in order to diagnose the problem with complementary examinations. The collected data were described with the help of the Software Statistical Package for Social Sciences (SPSS, 1999). From the 655 female/male participant pupils, we found that 26% of them had scoliosis postures: 53% with thoracic curvatures on the left and 20% on the right, 13% with thoracolumbar on the left and 6% on the right, and 2% with lumber on the left. We didn t find any lumbar curvatures on the right as single curves, but only in association with double curves, which correspond to 6% of the participant female/male pupils having posture problems. Our results were similar to those of other pieces of work related to scoliosis posture, and their discussion was based on the literature about the prevalence of structured or not structured scoliosis. From the results of the present study, we reinforce the necessity of prevention programs such as the diagnosis of scoliosis posture during the primary/junior high school period. We need to consider that the posture alterations may be one of the causes that lead to vertebral column disorders in adulthood. In Brazil, there is a high level of people who stop working or retire due to their disability caused by column disorders. It is necessary to establish partnerships with other health professionals in other to consolidate prevention programs and plans which improve the pupils health, especially by carrying out frequent research that seeks to find vertebral disorders in them.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-05-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.