• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2005.tde-08082005-090806
Documento
Autor
Nome completo
Camilla Soccio Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Maria das Gracas Bomfim de (Presidente)
Nakano, Ana Marcia Spano
Vendruscolo, Telma Sanchez
Título em português
"A compreensão de família sob a ótica de pais e filhos envolvidos na violência doméstica contra crianças e adolescentes"
Palavras-chave em português
adolescente
criança
família
violência doméstica
Resumo em português
Atualmente um amplo processo de mobilização social contra a violência, nas famílias, tornou-se urgente. O serviço de saúde é um espaço privilegiado para se atuar sobre o campo da violência doméstica e são encontradas inúmeras dificuldades em lidar com o fenômeno por parte dos profissionais da área. Nesse sentido, acreditamos que a falta de uma compreensão mais ampla sobre o contexto familiar é uma das dificuldades que está relacionada à falta de conhecimento sobre o assunto. A investigação, aqui apresentada, buscou conhecer e analisar a compreensão de família para pais e filhos envolvidos no episódio da Violência Doméstica contra crianças e adolescentes institucionalizados no Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente Vitimizado (CACAV). A metodologia adotada é de abordagem qualitativa e utilizamos como instrumento de coleta de dados a entrevista semi-estruturada aplicada aos pais e às crianças que foram vitimizadas, totalizando seis famílias. Quanto à análise desses dados, escolhemos a análise de conteúdo, modalidade temática, proposta por Bardin (1979). O referencial teórico que subsidiou nossa análise de dados foi o modelo centrado na visão do contexto ecológico do desenvolvimento humano proposto por Urie Bronfenbrenner. Identificamos, a partir das falas dos entrevistados, duas temáticas: “contexto familiar” e “violência”. Em relação à primeira temática, apreendeu-se que a visão dos pais sobre família é diferente da visão das crianças e adolescentes vitimizados, uma vez que a ótica dos pais favorece a compreensão da família como nuclear dentro de uma perspectiva que ainda permanece cultural e socialmente estabelecida pela sociedade. Já as crianças apontam que o vínculo de amor e afeição são mais significativos que laços consangüíneos, tal fato pode estar relacionado à vitimização, considerando que a violência doméstica contribui para o enfraquecimento do sentimento de família. Em relação à segunda temática, evidenciamos que o fato da criança e do adolescente testemunharem ou vivenciarem a violência doméstica tenderá a reproduzir, por sua vez, relacionamentos violentos em seu cotidiano, fazendo com que seja perpetuada a cadeia desse tipo de violência. Acreditamos que tais perspectivas apresentadas neste estudo, dentro de um contexto de significados, refletem a realidade pela qual passa a família, facilitando, assim, a prevenção desses eventos. Dessa forma, é importante considerar que a partir do conhecimento da dinâmica familiar e da forma como a violência é experienciada pelas suas vítimas e agressores é que podemos pensar em uma estratégia de intervenção capaz de romper o ciclo perverso das relações familiares violentas.
Título em inglês
Understanding the family from the perspective of parents and children involved in domestic violence against children and adolescents.
Palavras-chave em inglês
child and adolescent
domestic violence
family
Resumo em inglês
Nowadays, there is an urgent need for a broad social mobilization process against family violence. The health service is a privileged space to act in the field of domestic violence. Health professionals face countless difficulties to deal with this phenomenon. In this sense, we believe that one of these difficulties refers to the lack of a fuller understanding about the family approach, which is related to a lack of knowledge about the subject. This research aimed to get to know and analyze how parents and children involved in episodes of domestic violence against children and adolescents, institutionalized at the Care Center for Child and Adolescent Victims (CACAV). A qualitative methodology was adopted and data were collected by means of semi-structured interviews with parents and child victims, totaling 6 families. Content analysis was chosen to analyze these data, using the thematic mode proposed by Bardin (1979). The theoretical reference framework that guided our data analysis was the model centered on Urie Bronfenbrenner’s view of the ecological context of human development. Based on the interviewees’ discourse, we identified two themes: “family context” and “violence”. With respect to the first theme, we observed that the parents’ view on family differs from that of the child and adolescent victims, since the parents’ point of view favors an understanding of family as the core, within a perspective that is still culturally and socially established by society. Children, on the other hand, indicate that bonds of love and affection are more important than blood relations. This fact may be related to victimization, since domestic violence contributes to the weakening of family feelings. What the second theme is concerned, we demonstrate that, due to the fact that children and adolescents witness or experience domestic violence, they will tend to reproduce violent relations, thus perpetuating the transmission chain of this kind of violence. We believe that, within a context of meanings, the perspectives presented in this study reflect the reality the family goes through, thus making it easier to prevent these events. Hence, it should be taken into account that it is on the basis of knowledge about the family dynamics and how violence is experienced by its victims and aggressors that we can think of an intervention strategy that is capable of breaking the perverse cycle of violent family relations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MARTINS_CS.pdf (832.02 Kbytes)
Data de Publicação
2005-08-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.