• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2005.tde-08052007-165955
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Moraes Leite
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Scochi, Carmen Gracinda Silvan (Presidente)
Barbosa, Vera Lucia
Gaiva, Maria Aparecida Munhoz
Linhares, Maria Beatriz Martins
Silva, Isilia Aparecida
Título em português
Efeitos da amamentação no alívio da dor em recém-nascidos a termo durante a coleta do teste do pezinho
Palavras-chave em português
Aleitamento materno
Calcâneo
Dor
Enfermagem neonatal
Punção
Recém-nascido
Resumo em português
O objetivo geral do estudo foi avaliar o efeito da amamentação materna no alívio à dor dos recém-nascidos (RNs) a termo, durante todo o procedimento de coleta de sangue para a triagem neonatal ? (Teste do Pezinho), em comparação aos não amamentados. Trata-se de estudo analítico de caráter experimental, do tipo ensaio clínico randomizado, realizado no ambulatório de um hospital universitário de Ribeirão Preto - SP. A amostra constituiu-se de 60 RNs a termo submetidos 0 coleta de sangue para o teste do pezinho, distribuídos aleatoriamente em dois grupos: experimental, com 31 RNs mantidos no colo da mãe e amamentados desde 5 minutos antes do procedimento, até o final da recuperação, e grupo controle com 29 RNs não amamentados e mantidos no colo materno durante o procedimento. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição, e o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido foi firmado com os pais dos RNs, antes da coleta dos dados. As manifestações comportamentais como estado de consciência, mímica facial (NFCS adaptada - fronte saliente, olhos apertados, sulco naso-labial aprofundado), comportamento de auto-regulação dos RNs, comportamento materno e sucção, foram filmadas por meio de duas câmeras. As freqüências cardíacas foram obtidas com um monitor cardíaco, sendo registradas a cada minuto desde o período basal até o final da recuperação. Os resultados referentes aos parâmetros comportamentais dos grupos experimental e controle foram comparados nos períodos de antissepsia/punção/ordenha, compressão da lesão e na recuperação (5 minutos após). Os resultados referentes às freqüências cardíacas foram comparados desde o período basal até a recuperação. A Normalidade foi testada por meio do teste não paramétrico de Kolmogorov-Sirnov. Quando Normalmente distribuídos, para as variáveis quantitativas utilizou-se ANOVA com medidas repetidas, seguida do Teste post hoc de Bonferroni, possibilitando comparação inter e intra grupos. Quando a Normalidade não foi satisfeita, para a comparação entre os dois grupos, utilizou-se o teste não paramétrico para duas amostras independentes, denominado Mann-Whitney e, para a comparação no mesmo grupo (evolução no tempo), utilizou-se o teste não paramétrico para K?2 amostras dependentes, Friedman, seguido de comparações múltiplas. Para as variáveis qualitativas (ou categóricas) utilizou-se o teste Qui-quadrado e teste exato de Fisher. O Teste Mann Whitney mostrou diferença entre os grupos e o percentual de manifestações da mímica facial, ocorrendo em proporção significativamente maior no grupo controle quando comparado ao experimental, em todos os períodos analisados. Com relação às variações dos escores medianos relativizados da escala NFCS adaptada entre os períodos de antissepia/punção/ordenha, punção/ordenha, compressão e recuperação no mesmo grupo, houve diferença significativa em ambos os grupos (teste Friedman), com p<0,05 em todos os períodos. No grupo controle, o choro foi o estado de sono e vigília predominante desde o início da coleta até o final da recuperação, enquanto que no grupo experimental predominaram os estados de sono, exceto durante a punção do calcâneo. Houve maior número de manifestações de auto-regulação nos RNs do grupo controle, assim como mais manifestações maternas com intenção de confortar o bebê. No grupo experimental houve um decréscimo gradual da freqüência de sucções ao longo do procedimento. A ANOVA mostrou que tanto para as médias das freqüências cardíacas médias, como para as mínimas e máximas, a interação foi significativa, sendo os valores de p = 0,00 para as médias das freqüências cardíacas mínimas e máximas e 0,009 para as médias das freqüências cardíacas médias. Constatou-se que os grupos se comportaram de forma diferente ao longo do procedimento. Quanto às comparações referentes aos valores médios das freqüências cardíacas médias nos diferentes períodos no mesmo grupo, para o grupo experimental a ANOVA mostrou diferença significativa entre os valores do período basal e dos períodos de antissepsia/punção/ordenha e de compressão com p=0,021 e 0,032 respectivamente, entre os períodos de compressão e recuperação (p=0,05), e entre os períodos de antissepsia/punção/ordenha e recuperação (p=0,05); não houve diferença significativa entre os valores dos períodos basal e de recuperação e entre os períodos de antissepsia/punção/ordenha e de compressão (p=1). Concluiu-se que a amamentação materna foi eficaz na redução das respostas relacionadas à dor decorrente da coleta de sangue para o teste do pezinho, pois os resultados mostraram uma diminuição significativa das manifestações fisiológicas e comportamentais dos RNs do grupo experimental, em todas as fases do procedimento, quando comparadas àquelas do grupo controle.
Título em inglês
Effects of breastfeeding on pain relief on full-term newborns during blood collection for the hell prick test
Palavras-chave em inglês
Breastfeeding
Heel
Neonatal Nursing
Newborn
Pain
Puncture
Resumo em inglês
The study had the goal to evaluate the effect of breastfeeding on full-term newborns? (NBs) pain relief during blood collection for neonatal screening ? (PKU Test), in comparison with NBs who were not breastfed. It is an analytical and experimental randomized clinical trial that was carried out at the Outpatient Clinic of a University Hospital in Ribeirão Preto ? São Paulo. The sample consisted of 60 full-term NBs who were submitted to blood collection for the PKU test, and were randomly divided in two groups: an experimental group, with 31 NBs, who were placed on the mother?s lap and breastfed since 5 minutes before and during the entire procedure, and a control group with NBs who were not breastfed and were placed on the mother?s lap during the procedure. The project was approved by the Research Ethics Committee of the Institution and the newborns? parents signed the Free and Informed Consent Term before data collection started. The behavioral signs: states of consciousness, facial mimics (adapted NFCS ? brow bulge, eye squeeze, nasolabial furrow), NBs? emotion regulation behavior, mother?s behavior, and suction were filmed by two cameras. Heart frequencies were obtained by means of a heart monitor and registered every minute from the basal period until recovery was completed. The results regarding the behavioral parameters from both groups were compared in the periods of antisepsis/puncture/squeezing, wound compression, and recovery (after 5 minutes). The heart frequency results were compared from the basal period until recovery. Normality was tested by means of the Kolmogorov-Smirnov non-parametric test. In cases of Normal distribution, ANOVA with repeated measures was used for quantitative variables, followed by Bonferroni?s post-hoc test, to allow for inter and intragroup comparison. When Normality was not satisfied, Mann-Whitney?s non-parametric test for two independent samples was used to compare both groups, while Friedman?s non-parametric test for K>2 dependent samples was used for comparison within the same group (evolution over time), followed by multiple comparisons. Chi-square and Fisher?s exact test were used for qualitative (or categorical) variables.The Mann Whitney test showed a difference between the groups and that the percentage of facial mimics sings was significantly greater for the control group in comparison to the experimental group, in all analyzed periods. As to the variation of mean scores from the adapted NFCS Scale between the periods of antisepsis/puncture/squeezing, puncture/squeezing, compression, and recovery in the same group, there was a statistically significant difference in both groups (Friedman test) with p<0.05 in all periods. In the control group, cry was the prevailing sleep-wake state from blood collection to complete recovery, whereas in the experimental group the prevailing state was sleep, except during heel puncture. Newborns from the control group showed more signs of emotion regulation, as well as more mothers showed expressions with the intention of comforting the baby. In the experimental group, there was a gradual decrease in suction frequency throughout the procedure. ANOVA showed that interaction was significant for the means of average, minimum, and maximum heart frequencies, with p = 0.00 for the means of minimum and maximum heart frequencies, and 0.009 for the means of average heart frequencies. It was observed that the groups behaved differently throughout the procedure. ANOVA revealed the following results for the comparisons of the mean values of average heart frequencies during the different periods for the same group: a significant difference was found between the values of the basal period and periods of antisepsis/puncture/squeezing and compression with p=0.021 and 0.032 respectively, between the periods of compression and recovery (p=0.05), and between the periods of antisepsis/puncture/squeezing and recovery (p=0.05); there was no significant difference between the values of the basal period and recovery, and between the periods of antisepsis/puncture/squeezing and compression (p=1). It was concluded that breastfeeding was efficient in reducing pain-related stress responses due to blood collection for the PKU Test, since the results showed a significant decrease in physiological and behavioral signs of the NBs? from the experimental group, across all phases of the procedure, in comparison to the control group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AdrianaMoraesLeite.pdf (830.29 Kbytes)
Data de Publicação
2007-05-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.