• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2014.tde-08012015-135535
Documento
Autor
Nome completo
Flávia Azevedo de Mattos Moura Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Santos, Claudia Benedita dos (Presidente)
Costa Junior, Moacyr Lobo da
Moreau, Mauricio Santana
Penteado, Maridalva de Souza
Takayanagui, Angela Maria Magosso
Título em português
Padrões espaciais dos homicídios associados ao Indicador Adaptado de Condições de Vida no município de Itabuna - Bahia
Palavras-chave em português
Análise espacial
Coeficiente de mortalidade
Condições sociais
Distribuição espacial da população
Homicídio
Resumo em português
Considerada um flagelo social, a violência, em especial o homicídio, é problema de saúde pública de grande magnitude e transcendência, que provoca forte impacto na morbimortalidade da população, sendo fundamental compreender sua ocorrência no contexto das condições de vida da população e do espaço que a envolve. Este estudo, com delineamento híbrido, ecológico e de tendência temporal, teve como objetivo obter o padrão espacial dos homicídios, segundo local de residência de suas vítimas, no município de Itabuna-BA, no período de 2006 a 2012, relacionando- o ao Indicador Adaptado de Condição de Vida no ano de 2010. A população constituiu-se de todos os homicídios de residentes no município ocorridos no período estudado. Os dados de mortalidade foram obtidos do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde e as informações que compuseram o Indicador Adaptado de Condição de Vida coletadas do Censo Demográfico de 2010, sendo a unidade de análise o setor censitário. Indicadores epidemiológicos, Anos Potenciais de Vida Perdidos, mapas temáticos e estimador de densidade Kernel foram obtidos. Para a elaboração do Indicador Adaptado de Condição de Vida foi utilizada a Análise Fatorial com os estratos de condição de vida definidos por meio da técnica de agrupamento (hierarchical cluster analysis). Os testes Qui-quadrado e Razão de Chances bruto foram calculados segundo nível socioeconômico para verificação de associação entre os casos de homicídios e a baixa condição de vida. Os softwares ArcGIS 10 e SPSS 18 foram utilizados. O aumento dos homicídios observado ao longo dos anos analisados foi de 214%, sendo que 94% deles incidiram na população masculina. Entre estes, o crescimento se deu principalmente para os mais jovens, de 15 a 29 anos. A arma de fogo foi o instrumento responsável pelos homicídios em 83% das mortes. Quanto às variáveis que compuseram o Indicador Adaptado as com maiores cargas fatoriais foram população alfabetizada acima de 10 anos de idade (0,920); proporção de crianças até 5 anos de idade (0,801) e população alfabetizada com idade entre 10 a 14 anos (0,720). O município foi classificado em quatro clusters: alta, média, baixa e muito baixa condição de vida. A comparação dos mapas de condição de vida e residência das vítimas de homicídios evidenciou relação entre o fenômeno e as áreas mais carentes da zona urbana. A Razão de Chances bruto quando comparados os clusters alta e baixa condição de vida foi igual a 12,62 (RC=12,62; IC 95%:[4,78 ; 33,32]) e igual a 6,93 para os clusters de média e baixa condição de vida (RC= 6,93; IC 95%:[2,76 ; 17,4]). A mortalidade por homicídios em Itabuna atinge índices observados nas grandes metrópoles do país na década 1980, evidenciando que o fenômeno da criminalidade violenta, antes predominante apenas nos grandes centros urbanos, avança para o interior provocando mudanças no mapa da violência homicida do país. A estratificação do município segundo condições de vida e distribuição espacial das residências das vítimas de homicídios permitiu a identificação de áreas onde a população está mais vulnerável, fornecendo subsídios para ações de vigilância à questão da violência
Título em inglês
Spatial standards of the homicides associated with the Adapted Indicator of Living Condition in the municipality of Itabuna - Bahia
Palavras-chave em inglês
Homicide
Mortality rate
Residence characteristics
Social conditions
Spatial analysis
Resumo em inglês
Violence, particularly homicide, is considered to be a social plague and is also a public health problem of great magnitude and transcendence that causes a great impact on the morbimortality of the population. Thus, it is essential to understand its occurrence in the context of the life of the population and the space that evolves it as well. This study displays a hybrid and ecological design and a temporal tendency and aimed to obtain the special standard of the murdering according to the place of residence of the victims in the municipality of Itabuna-BA, from the year of 2006 to the year of 2012, and it's related to the Adapted Indicator of Living Condition in 2010. The population consisted of all the homicides cases of residents of the municipality that occurred during the study period. Mortality data was obtained from the Mortality Information System of the Ministry of Health and the information that composed the Indicator of Living Condition collected from the Demographic Census conducted in 2010, so that the unit of analysis is the census tract itself. Epidemiological indicators, Years of Potential Life Lost, thematic maps and the Kernel density estimator were obtained. In order to elaborate the Adapted Indicator of Living Conditions, the factor analysis was used in the strata of living conditions defined by the clustering technique (hierarchical cluster analysis). The Chi-square test and the odds ratio were calculated according to the socioeconomic level to verify the association between the homicides and the low living conditions. The ArcGIS 10 and SPSS 18 software were used. The increasing homicide rates observed over the analyzed years were 214%, and 94% of the homicide cases affected the male population. Among the male population, the growth affected mainly the younger men, aged 15-29 years old. The firearm was the responsible instrument for the homicides in 83% of the deaths. Regarding the variables that composed the Adapted Indicator, the highest loadings were the literate population over 10 years old (0,920); proportion of children under 5 years old (0,801) and literate population aged 10-14 years old (0,720). The municipality was classified into four clusters: high, medium, low and very low living conditions. The comparison between the maps of living condition and residence of the victims of homicide showed the relationship established between the phenomenon and the neediest urban areas. When the clusters were compared, the crude Odd Ratio was equal to 12,62 (RC=12,62; IC 95%:[4,78; 33,32]) and equals 6,93 to the clusters of medium and low living conditions (RC=7,93; IC 95%:[2,76; 17,4]). The homicide mortality rates observed in Itabuna reaches the same rates observed in the big cities of the country in the 1980s, which shows that the violent criminality phenomenon, once predominant only in the big urban centers, advances towards the countryside, causing changes in the map of homicidal violence in Brazil. The stratification of the municipality according to living conditions and special distribution of the residences of the victims of homicide allowed the identification of areas in which the population is more vulnerable, thus, supporting surveillance activities to monitor the violence issue
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.