• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2014.tde-07012015-150408
Documento
Autor
Nome completo
Christianne Alves Pereira Calheiros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Clapis, Maria Jose (Presidente)
Corrêa, Adriana Katia
Leite, Eliana Peres Rocha Carvalho
Santos, Neuci Cunha dos
Souza, Maria Conceição Bernardo de Mello e
Título em português
A construção dos saberes da docência no ensino de enfermagem obstétrica
Palavras-chave em português
Docentes de enfermagem
Educação em enfermagem
Enfermagem obstétrica
Ensino superior
Resumo em português
A construção dos saberes da docência no ensino de graduação na área de Enfermagem Obstétrica é a temática central deste estudo. O saber profissional dos professores é um amálgama de diferentes saberes, provenientes de fontes diversas, que são construídos, relacionados e mobilizados pelos professores de acordo com as exigências de sua atividade profissional. O estudo objetivou evidenciar a construção dos saberes da docência, a partir da trajetória de professores no ensino de enfermagem obstétrica, dos cursos de enfermagem da Macrorregião Sul do Estado de Minas Gerais. Realizou-se uma pesquisa qualitativa, descritiva, exploratória. Os sujeitos foram 17 professores da área de enfermagem obstétrica de 14 cursos de Enfermagem da Macrorregião Sul do Estado de Minas Gerais. A coleta de dados foi realizada através de entrevista semi-estruturada. A análise de dados baseou-se na técnica de análise de conteúdo e no referencial teórico dos saberes da docência. Os dados indicaram que os saberes dos professores são provenientes de fontes distintas: pessoais, da formação escolar anterior, da formação profissional para o magistério, dos programas e livros didáticos usados no trabalho e ainda, dos saberes provenientes de sua própria experiência na profissão, na sala de aula e na escola. Vários foram os determinantes de caráter plural, identificados nesta construção, uma vez que cada professor recorre a determinadas fontes conforme suas próprias necessidades e peculiaridades, dentre eles: os saberes construídos no estágio curricular, em projetos de iniciação científica, reuniões do núcleo docente estruturante, na pós-graduação latu e stricto sensu, na prática hospitalar (maternidade e centro obstétrico), na saúde coletiva (PSF e Unidades de Saúde), e na sala de aula. A docência vem sendo considerada pelo professor uma segunda opção de trabalho; as instituições, em sua maioria privadas, tem admitido professores recém-formados, com mais de um vínculo empregatício, com ausência de experiência docente e na área de atuação profissional. Os professores dão maior importância aos saberes específicos, porém citam a ausência de conhecimentos mais complexos da pedagogia para o exercício da docência universitária, o que gera insegurança. Existe uma motivação pessoal e institucional tímida para a participação em movimentos que objetivam a educação continuada e permanente. Os cursos técnicos têm se apresentado como a porta de entrada para a formação dos saberes experienciais da docência. Por fim, os professores relataram considerar a experiência da prática, importante e essencial para o exercício da docência, porém se sentem insatisfeitos e pouco reconhecidos pela instituição de ensino onde trabalham. Diante dos achados, foi possível identificar várias necessidades para constituição destes saberes, que após análise, propiciaram apontar caminhos para melhorar o contexto de construção de saberes disciplinares, pedagógicos e experienciais para uma prática docente transformadora, que vá além da dimensão técnica, valorizando o inter-relacionamento entre professor, aluno e instituição
Título em inglês
The teaching knowledge construction about obstetric teaching
Palavras-chave em inglês
Higher education
Nursing education
Nursing professors
Obstetrical nursing
Resumo em inglês
The construction of teaching knowledge in the undergraduate teaching, in the area of Obstetric Nursing, is the central topic of this study. The professors' professional information is an amalgam of different data and diverse sources, which are constructed, related and mobilized by the professors according to the demands of their professional activity. The research aimed to demonstrate the teaching knowledge construction, from the trajectory of teachers related to the obstetric nursing courses teaching, in the southern macro-region of the state of Minas Gerais. It was possible to perform a qualitative, descriptive and exploratory research. The subjects were 17 teachers from the obstetric nursing area of 14 nursing courses of the southern macro-region of the state of Minas Gerais. Data collection was conducted through a semi-structured interview. Data analysis was based on the content analysis technique and the theoretical framework of teaching experience. The data indicated that the professors' information come from different sources: personal, previous training school, vocational training for teaching, programs and textbooks used at work, and also, knowledge from their own experience, at the classroom and school. Many of them were the determinants of a plural character, which are identified in this construction since each teacher uses certain sources according to their needs and peculiarities. Among them, it is possible to mention the knowledge constructed in the curricular traineeship, in projects of scientific initiation, meetings of the structuring teaching nucleus, in graduate school latu and stricto sensu, at the hospital practice (maternity and obstetric center), in public health (PSF and Health Units), and in the classroom. Teaching has been considered, by the professor, as a second job option. The institutions, mostly private, have admitted recently graduated teachers with more than one job, with no teaching experience at the professional area. The teachers give greater importance to the special knowledge; nevertheless, they mention the absence of more complex knowledge on pedagogy for the university teaching practice, which generates insecurity. There is a shy institutional and personal motivation for movements' participation with the objective of a permanent and continuous education. The technical courses were presented as a gateway to the formation of teaching experience knowledge. Finally, the professors reported considering the practical experience as important and essential for the teaching performance. However, they felt dissatisfied and poorly recognized by the educational institution where they work. Therefore, it was possible to identify several requirements for knowledge constitution that provided, after the analysis, pointing out ways to improve the environment for the construction of disciplinary, pedagogical and experiential knowledge to a transformative teaching practice that goes beyond the technical dimension. Also, they value the interrelationship among professor, student and institution
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.