• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2008.tde-06082008-143542
Documento
Autor
Nome completo
Larissa Gerin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Ana Maria de (Presidente)
Bruns, Maria Alves de Toledo
Nakano, Ana Marcia Spano
Título em português
A ocorrência de dispareunia entre mulheres: como fica a saúde sexual?
Palavras-chave em português
Dispareunia
Dor
Sexualidade
Resumo em português
A dor é uma experiência desagradável associada a uma lesão tecidual, mas que se diferencia para cada indivíduo, pois sofre diversas influências. Dentre estas queixas relacionadas ao ato sexual, a dispareunia e o sofrimento decorrente dela me chamaram a atenção, fato que aliado a uma lacuna acerca de intervenções para resolver ou minimizar este problema motivou a realização deste estudo. Frente a essas considerações o objetivo deste estudo foi compreender, entre mulheres usuárias do serviço de Saúde da Mulher do Centro de Saúde II de Cardoso, município do estado de São Paulo, a concepção que elas têm sobre a dispareunia e as conseqüências dessa ocorrência na sua saúde sexual. Além disso, objetivou-se identificar como a mulher descreve a dor relacionada ao ato sexual; verificar, entre as mulheres, a presença de eventos psicológicos que podem desencadear a dispareunia; compreender como a dispareunia interfere na sua prática sexual; e verificar se a presença da dor interferiu no relacionamento com o parceiro e na satisfação sexual. Para o alcance dos objetivos foi utilizado a metodologia qualitativa, com a análise de conteúdo das entrevistas de dezesseis mulheres pesquisadas, que por meio da técnica de análise temática emergiram as seguintes categorias: dispareunia - um problema para a mulher; a dispareunia e o desenvolvimento da sexualidade; a dispareunia e a sexualidade: compreendendo os fatores psico-sócio-culturais e busca por ajuda, que foram descritas em subcategorias. Observou-se que muitas ainda se submetem à prática sexual sem vontade, na presença da dor, para satisfazer o parceiro e cumprir o seu dever de esposa. As mulheres demonstraram desconhecer a etiologia da dor, algumas buscavam relacioná-la com algum problema físico que apresentavam no momento, e ao descrever a dor o fizeram de forma amena, como uma dorzinha fraca que incomoda. Ao responder ao Questionário de Dor McGill os termos escolhidos apontaram para uma dor de grande intensidade geradora de sofrimento intenso, o que reforça a possibilidade de desqualificação da dor, como se sua presença fosse normal e esperado à mulher. Os discursos também demonstraram que os fatores não orgânicos, como a educação recebida e o relacionamento com o parceiro, apresentaram uma forte influência no desenvolvimento e manutenção da dispareunia. Apesar de conviverem com a dispareunia por muitos anos, as mulheres entrevistadas não encontraram formas de resolver o problema, pois quando conseguiram exteriorizá-lo à profissionais de saúde receberam orientações desconexas e não foram encaminhadas à profissionais habilitados à temática da sexualidade, o que demonstra o despreparo dos profissionais de saúde e dos serviços para receber e auxiliar esta clientela.
Título em inglês
The occurrence of dyspareunia among women: what happens with the sexual health?
Palavras-chave em inglês
Dyspareunia
Pain
Sexuality
Resumo em inglês
Pain is an unpleasant experience associated to tecidual lesion, particular to each individual because it is affected by several factors. Among the complains related to the sexual intercourse, dyspareunia and the suffering it causes, caught my attention because of the lack of interventions to solve or alleviate the problem, which motivated me to accomplish this study. In view of these considerations, this study aimed to understand conceptions held by women, users of the Women Service of the Health Center II in Cardoso, SP, Brazil, regarding dyspareunia and its consequences for sexual health. It also aimed to identify how they describe the pain related to the sexual intercourse; verify, among them, the presence of psychological events that can potentially trigger dyspareunia; understand how it interferes in their sexual practice; and verify whether the presence of pain interfered in the relationship with the partner and sexual pleasure. For achieving such objectives, qualitative methodology was used, with content analysis of interviews carried out with 16 women. From the thematic content technique, the following categories emerged: dyspareunia - a problem for the woman, dyspareunia and the development of sexuality; dyspareunia and sexuality: understanding psycho-socio-cultural factors and search for help, which were described in subcategories. It was observed that many of them submit to the sexual practice without desire and with pain, to satisfy the partner and to comply with their obligations as wives. Women showed lack of knowledge on pain etiology and some sought to relate it to some physical problem they were presenting at the moment. When they described the pain, they reported it mildly, as a bothering weak pain. When answering the McGill Pain Questionnaire, the terms chosen appointed to a pain of great intensity that generates intense suffering, which reinforces the possibility of disqualification of pain, as if its presence was normal and expected. The reports also demonstrated that non-organic factors, such as the education received and relationship with the partner, exerted strong influence in the development and maintenance of dyspareunia. Despite the experience of many years with dispaurenia, the women interviewed did not find ways of solving the problem, because when they managed to talk about with health professionals, they received misleading guidance and were not refereed to professionals specialized in the sexual thematic, which shows the lack of preparedness of health professionals and services to receive and assist this clientele.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LarissaGerin.pdf (1.02 Mbytes)
Data de Publicação
2008-08-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.