• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2007.tde-05102007-124202
Documento
Autor
Nome completo
Andreia Arantes Batista Guedes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Pinto, Ione Carvalho (Presidente)
Laprega, Milton Roberto
Palha, Pedro Fredemir
Título em português
A informação na atenção primária em saúde como ferramenta para o trabalho do enfermeiro
Palavras-chave em português
Atenção Primária à Saúde
Enfermeiros
Sistemas de informações
Resumo em português
Esta pesquisa teve como objetivos analisar as características e finalidades dos sistemas de informações disponibilizados na Atenção Primária à Saúde e as fontes de informações utilizadas pelo enfermeiro da Estratégia Saúde da Família para a organização do trabalho, assim como identificar as formas oficiais e não oficiais de registro de dados que têm colaborado com a organização do trabalho do enfermeiro. É um estudo descritivo e exploratório, com abordagem qualitativa, fundamentada em MINAYO (1998). Como instrumento de coleta de dados, realizamos o levantamento documental e o trabalho de campo com entrevistas semi-estruturadas, gravadas, com as enfermeiras que trabalham na estratégia Saúde da Família no município de Ribeirão Preto, totalizando 10 enfermeiras. Para a análise dos dados, utilizamos a análise do discurso, modalidade temática fundamentada no referencial de BARDIN (1995). As entrevistas foram norteadas por meio de questões relativas ao uso de dados para a organização da unidade de saúde, finalidade do uso, fontes de informações utilizadas, formas de registro de dados coletados, dificuldades e potencialidades dos SIS e sugestões. Os dados obtidos foram agrupados por temas: Tema 1: A informação e o sistema de informação como instrumento na organização das ações de enfermagem na Estratégia Saúde da Família; Tema 2: Fontes de informações: a busca dos enfermeiros; Tema 3: Registro de dados oficiais e alimentação dos SIS: o enfermeiro nesta empreitada; Tema 4: O livro em branco da informação escrito pela equipe de saúde da família: o enfermeiro colaborando com a obra; Tema 5: As debilidades dos Sistemas de Informações na Atenção Primária à Saúde na ótica dos enfermeiros; Tema 6: A potência dos Sistemas de Informações na Atenção Primária à Saúde na ótica dos enfermeiros; Tema 7: As sugestões dos enfermeiros para potencializar as informações em saúde. Diante dos resultados obtidos, consideramos que as enfermeiras que trabalham na APS no município de Ribeirão Preto, utilizam os Sistemas de Informações em Saúde como ferramenta de apoio em diversas atividades: administrativas/ gerenciais ou assistenciais. Os sistemas de informações mais utilizados pelos enfermeiros do PSF são SIAB, HYGIA, SISPRENATAL E HIPERDIA, e a freqüência e a finalidade do uso de cada um desses sistemas varia de acordo com o modelo assistencial existente na unidade: ESF ou ESF + UBS; desta maneira alguns sistemas de informações são utilizados por algumas enfermeiras somente para enviar os dados para o nível central e para outras enfermeiras para diagnóstico local, planejamento de atividades com a comunidade, avaliação da assistência oferecida pela equipe da saúde da família, organização da unidade no que diz respeito à previsão de materiais e organização de agendas. Diversas fontes de informações são utilizadas pelas enfermeiras que trabalham na ESF, dentre elas os sistemas de informações existentes na APS, os usuários dos serviços de saúde, líderes comunitários, prontuários, livros, cartões de vacinas, a própria equipe de saúde da família e as outras equipes, quando a unidade possui mais de uma equipe de saúde da família. Em relação ao registro dos dados, identificamos que o registro das informações pode ser feito em prontuários, sistemas nacionais de informações ou em instrumentos não oficiais criados pelas equipes para registro de dados. Em relação aos prontuários, no município de Ribeirão Preto identificamos que existem três tipos: prontuário individual, prontuário familiar e prontuário misto. Os prontuários individuais são arquivados segundo a numeração do sistema HYGIA e os prontuários familiares são arquivados segundo a numeração da microárea e da família. Ainda em relação a esse aspectos estudado, quando o registro de dados se dá no prontuário, observamos diferenças em relação às unidades de ESF e ESF + UBS, pois a maioria das unidades de ESF fazem uso do prontuário de família para registro de dados, enquanto as unidades de ESF + UBS, utilizam o prontuário individual e na maioria dos casos não trabalham com prontuários de família. Durante este estudo identificamos que as equipes criam outras formas de registro de dados para preencher as lacunas deixadas pelos sistemas formais de informações, de forma a permitir que a assistência oferecida seja melhor planejada e adequada as reais necessidades da área adscrita. Os instrumentos criados pelas equipes para registro desses dados são: lousas, cadernos, planilhas e fichas. Isto porque nem sempre os dados disponíveis nos sistemas de informações existentes são suficientes para caracterizar um problema e fazer um diagnóstico local fidedigno e completo. As dificuldades identificadas em relação aos sistemas de informações podem ser classificadas em: dificuldades relacionadas à alimentação dos sistemas, à análise dos dados consolidados, aos treinamentos e capacitações/ atualizações das equipes, ao feedback dos dados, a existência de modelos assistenciais diferentes na mesma unidade de saúde e dificuldades referentes ao próprio sistema, neste caso, ao SIAB e ao HYGIA, sistemas de informações mais citados pelas enfermeiras. As sugestões feitas pelas enfermeiras demonstraram suas reais necessidades em relação aos SIS, para que estes possam verdadeiramente auxiliar as equipes no processo de trabalho em saúde da família, atendendo suas necessidades de vigilância à saúde da população adscrita, vigilância epidemiológica e monitoramento e avaliação de ações e serviços implementados.
Título em inglês
The information in the primary attention in health as tool for the work of the nurse
Palavras-chave em inglês
Information Systems
Nurses
Primary health care
Resumo em inglês
This research had as objective to analyze the characteristics and purposes of the systems of information available in the Primary Attention to the Health and the sources of information used for the nurse of the Strategy Health of the Family for the organization of the work, as well as identifying to the official forms and not registers of data that have collaborated with the organization of the work of the nurse. It is a descriptive and explorated study, with qualitative boarding, based on MINAYO (1998). As instrument of collection of data, we carry through the documentary survey and the work of field with half-structuralized, recorded interviews, with the nurses who work in the strategy Health of the Family in the city of Ribeirão Preto, totalizing 10 nurses. For the analysis of the data, we use the thematic analysis based on the referencial of BARDIN (1995). The interviews had been guided by means of relative questions to the use of data for the organization of the unit of health, purpose of the use, sources of used information, forms of register of collected data, difficulties and potentialities of the SIS and suggestions. The gotten data had been grouped in seven aspects of analysis: Subject 1: The information and the system of information as instrument in the organization of the actions of nursing in the Strategy Health of the family; Subject 2: Sources of information: the search of the nurses; Subject 3: Register of official data and feeding of the SIS: the nurse in this taken over on a contract basis; Subject 4: The blank book of the information written for the team of health of the family: the nurse collaborating with the workmanship; Subject 5: The debilidades of the Systems of Information in the Primary Attention in Health in the optics of the nurses; Subject 6: The power of the Systems of Information in the Primary Attention in Health in the optics of the nurses; Subject 7: The suggestions of the nurses to potencializar the information in health. Ahead of the gotten results, we consider that the nurses who work in the APS in the city of Ribeirão Preto, use the Systems of Information in Health as tool of support in diverse activities: administrative managemental or health care. The systems of information more used by the nurses of the PSF are SIAB, HYGIA, SISPRENATAL and HIPERDIA, and that the frequency and the purpose of the use of each one of these systems in accordance with vary the existing health care model in the unit: PSF or PSF + UBS; in this way some systems of information are used by some nurses to only send the data for the central level and other nurses for local diagnosis, planning of activities with the community, evaluation of the assistance offered for the team of the health of the family, organization of the unit in what it says respect to the forecast of materials and diaries organization. Diverse sources of information are used by the nurses who work in the SHF, amongst them the systems of existing information in the APS, the communitarian users of the health services, leaders, handbooks, books, cards of vaccines, the proper team of health of the family and the other teams, when the unit possess more than a team of health of the family. In relation to the register of the data, we identify that the register of the information can be made in handbooks, national systems of information or in not official instruments created by the teams for register of data. In relation to handbooks, in the city of Ribeirão Preto we identify that three types exist: individual handbook, familiar handbook and mixing handbook. These individual handbooks are filed according to numeration of the Hygia system and the familiar handbooks are filed according to numeration of the microarea and the family. Still in relation to these aspects studied, when the register of data if gives in the handbook, we observe differences in relation to the units of SHF and SHF + UBS, therefore the majority of the units of SHF makes use of the handbook of family for register of data, while the units of SHF + UBS, uses the individual handbook and in the majority of the cases they do not work with family handbooks. During this study we identify that the teams create other forms of register of data to fill the gaps left for the formal systems of information, of form to allow that the offered assistance better is planned and adjusted the real necessities of the adscrita area. The instruments created by the teams for register of these data are: blackboards, notebooks, spread sheets and form. This because nor always the available data in the systems of existing information are enough to characterize a problem and to make a trustworth and complete local diagnosis. The difficulties identified in relation to the systems of information can be classified in: difficulties related to the feeding of the systems, the analysis of the consolidated data, to the training and qualifications updates of the teams, to feedback of the it dates, existence of different assistence models in the same unit of health and referring difficulties to the proper system, in this in case that, to the SIAB and the HYGIA, systems of information more cited by the nurses. The suggestions made for the nurses had demonstrated its real necessities in relation to the SIS, so that these can truily assist the teams in the process of work in health of the family, taking care of its necessities of monitoring to the health of the adscrita population, monitoring epidemiologist and monitoramento and implemented evaluation of action and services.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.