• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2018.tde-03072018-162225
Documento
Autor
Nome completo
Lucieny Almohalha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Pfeifer, Luzia Iara (Presidente)
Nascimento, Lucila Castanheira
Sant'anna, Maria Madalena Moraes
Santos, Jair Licio Ferreira
Título em português
Tradução, adaptação cultural e validação do Infant Sensory Profile 2 e do Toddler Sensory Profile 2 para crianças brasileiras de 0 a 35 meses
Palavras-chave em português
Bebê
Criança
Limiares neurológicos
Processamento sensorial
Terapia ocupacional
Tradução adaptação cultural e validação instrumento
Resumo em português
A mensuração do desenvolvimento sensorial tem se tornado um componente necessário na avaliação clínica e no planejamento terapêutico ocupacional para intervenções com bebês e crianças pequenas. Estudos sobre traduções, adaptações culturais e validação de instrumentos para obtenção de medidas válidas e confiáveis tem sido incorporado mais frequentemente em pesquisas no campo da terapia ocupacional. Este estudo metodológico, transversal, de abordagem quantitativa, teve como objetivo descrever o processo de tradução, adaptação cultural e validação das propriedades psicométricas dos instrumentos Infant Sensory Profile 2 (ISP 2) e Toddler Sensory Profile 2 (TSP 2) para crianças brasileiras. A pequisa foi conduzida em ambulatório pediátrico e em laboratórios de pesquisas vinculados à Universidade de São Paulo e Universidade Federal do Triângulo Mineiro. A amostra total incluiu 303 pais/cuidadores de crianças de 0 a 35 meses com desenvolvimento típico e atípico. Métodos: O desenvolvimento das versões para o português do Brasil constou de duas etapas, a primeira consistiu do processo de tradução, retrotradução, estudo de validade de conteúdo e de fase pré-teste em estudo piloto; na segunda etapa, foram realizados estudos psicométricos por meio da consistência interna, fidedignidade teste-reteste, análise fatorial confirmatória, e análise de pontos de corte de escores. Para a primeira etapa, os resultados mostraram que, a partir da validade de face, houve adequação semântica e compreensibilidade de ambos os instrumentos por parte dos respondentes. Para a etapa dois, o software STATA auxiliou nas análises, e o ISP 2 apresentou consistência interna total > 0.70, mas quando analisado por áreas sensoriais a consistência foi < que 0.70. Com relação ao TSP 2, apresentou consistência interna total > 0.80, mas quando analisado por áreas sensoriais a consistência foi < que 0.70 com exceção das áreas auditiva e visual, e em relação aos quadrantes, todos os valores de alfa foram < que 0.70. Sobre o teste-reteste, para ambos os instrumentos, houve alta concordância com valor de Kappa ponderado na categoria quase perfeita. Entretanto, a análise fatorial confirmatória não confirma a estrutura atual dos instrumentos. A rotação da matriz mostrou que itens poderiam ser alocados em domínios diferentes aos que pertencem originalmente, demonstrando correlações distintas entre os itens e dimensões. Os pontos de corte dos escores brasileiros foram diferentes dos americanos. Destaca-se, como considerações finais, a importância em analisar e testar a estrutura fatorial exploratória e confirmatória de ambos os instrumentos uma vez que houve diferenças significantes ente as versões brasileiras do ISP 2 e TSP 2 para a população brasileira de crianças de 0 a 3 meses de idade, verificar as equivalências das cargas fatoriais, as quantidades de itens por domínios, as covariâncias entre os fatores dos instrumentos e os erros de medida. Ainda seria importante verificar a invariância das medidas, seja através da análise fatorial ou da teoria de resposta ao item
Título em inglês
Translation, cultural adaptation, and validation of Infant Sensory Profile 2 and Toddler Sensory Profile 2 to brasilian children from 0 to 35 months
Palavras-chave em inglês
Baby
Child
Neurological thresholds
Occupational therapy
Sensory processing
Translation cultural adaptation and validation instrument
Resumo em inglês
Sensory development measurement has become a necessary component in clinical assessment and occupational therapy planning for interventions with infants and young children. Studies related to translations, cultural adaptations and validation of instruments to obtain valid and reliable measures have been incorporated more frequently in researches in the occupational therapy field. This cross-sectional methodological study, with a quantitative approach, aimed to describe the process of translation, cultural adaptation and validation of the psychometric properties of the Infant Sensory Profile 2 (ISP 2) and Toddler Sensory Profile 2 (TSP 2) to brazilian children. The research was conducted in a pediatric outpatient clinic and in research laboratories linked to the University São Paulo and the Federal University of the Triângulo Mineiro. The total sample included 303 parents/caregivers of children aged 0-35 months with typical and atypical development. The development of the Brazilian Portuguese versions was done in two steps, the first one consisted of the translation process, back translation, content validity study and pre-test phase in a pilot study; in the second stage, psychometric studies were performed through internal consistency, test-retest reliability, confirmatory factor analysis, and analysis of cut-off scores. For the first step, the results showed that, from the face validity, there was semantic adequacy and comprehensibility of both instruments by the respondents. For step two, the STATA software assisted in the analyzes, and the ISP 2 presented total internal consistency > 0.70, but when analyzed by sensory areas the consistency was < 0.70. Regarding TSP 2, it presented total internal consistency > 0.80, but when analyzed by sensory areas the consistency was < 0.70, except for auditory and visual areas, and in relation to the quadrants, all alpha values were lower than 0.70. On test-retest analysis, for both instruments, there was high agreement with weighted Kappa value in the almost perfect category. However, the confirmatory factor analysis does not confirm the current structure of this instrument. The rotation of the matrix showed that items could be allocated in domains other than those that originally belonged, showing distinct correlations between items and dimensions. The cut-off points of the Brazilian scores were different from the American ones. As final considerations, it is important to analyze and test the exploratory and confirmatory factorial structure of both instruments since there were significant differences between the Brazilian versions of ISP 2 and TSP 2 for the Brazilian population of children aged 0 to 3 months age; to verify the equivalence of factorial loads; the quantity of items by domains; the covariance between the factors of the instrument and the measurement errors. It is still important to verify the invariance of the measurements, either through factor analysis or item response theory
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LUCIENYALMOHALHA.pdf (4.13 Mbytes)
Data de Publicação
2018-08-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.