• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2018.tde-01122017-201439
Documento
Autor
Nome completo
Natália Cintra Faria
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Carlo, Marysia Mara Rodrigues do Prado de (Presidente)
Boemer, Magali Roseira
Palm, Rosibeth Del Carmen Muñoz
Santos, Manoel Antonio dos
Título em português
O processo de morte e morrer de pessoas com câncer, em diferentes contextos, sob o olhar dos profissionais de saúde
Palavras-chave em português
Atitude frente à morte
Câncer
Cuidado terminal
Morte
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O processo de morte e morrer é mais do que um evento biológico; tem uma dimensão social, filosófica, antropológica, espiritual, religiosa, psicológica e pedagógica. A possibilidade de morte desperta sentimentos diversos, como incertezas, ansiedade, medos e angústias. Câncer e morte são termos comumente associados, mas ainda evitados na nossa sociedade e tratados com dificuldade pelas equipes de saúde. OBJETIVO: Identificar e analisar os modos de compreensão e manejo do processo de morte e morrer de pessoas com câncer por parte dos profissionais em diferentes contextos assistenciais de saúde onde atuam. MÉTODO: Trata-se de um estudo exploratório, com abordagem qualitativa, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CAAE:51275915.7.0000.5393, nº do Parecer: 1.402.355). Foi realizada uma pesquisa documental para a caracterização dos contextos de saúde e foram entrevistados 9 profissionais que trabalham em diferentes contextos de saúde localizados num município do interior do Estado de São Paulo - três profissionais de uma Unidade Básica de Saúde, três de um hospital público de média complexidade e três de um hospital público de elevada complexidade (que atuam em Unidade de Terapia intensiva e Enfermaria de Oncologia). RESULTADOS E DISCUSSÃO: Os dados coletados compuseram três categorias de análise: 1) a empatia e alteridade 2) conflitos éticos 3) dificuldade e estratégias de enfrentamento. A análise dos dados indicou que há diferenças nas vivências e formas de enfrentamento dos profissionais que atuam em equipamentos de saúde nos diferentes níveis de complexidade de atenção. Porém, há também aspectos em comum, como a percepção de que é muito difícil lidar com a demanda de pacientes oncológicos perto da morte, principalmente se forem crianças e jovens, de que falta capacitação e formação continuada para lidar com pacientes em cuidado paliativo, principalmente na atenção primária e nos cuidados de final de vida, e que é necessária a criação de espaços e/ou grupos de apoio para que os trabalhadores de saúde possam cuidar de si mesmos. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Conclui-se que há necessidade de novas investigações acerca dessa temática e de um real investimento, tanto institucional como de criação de políticas educativas e de saúde do trabalhador, para melhor acolher e capacitar os profissionais que cuidam de pessoas com câncer em cuidados paliativos
Título em inglês
The process of death and dying people with câncer, in different contexts, under the gaze of health professionals
Palavras-chave em inglês
Death
Death attitude
Neoplasms
Terminal care
Resumo em inglês
INTRODUCTION: The process of death and dying is more than a biological event; has a social dimension, philosophical, anthropological, spiritual, religious, psychological and pedagogical. The possibility of death awakens feelings, as uncertainty, anxiety, fears and anxieties. Cancer and death are terms commonly associated with, but still avoided in our society and treated with difficulty by health teams. Objective: to identify and analyse the ways of understanding and management of the process of death and dying of people with cancer by professionals in different contexts where health assistance Act. METHOD: An exploratory study with a qualitative approach, approved by the Committee of ethics in research with Human Beings (CAAE: 51275915.7.0000.5393, paragraph of the opinion: 1,402,355). A documentary search for the characterization of the contexts of health and 9 were interviewed professionals working in different health contexts located in a municipality in the State of São Paulo-three professionals of a basic health Unit, medium complexity hospital january 3 and january 3 high complexity public hospital (who work in intensive care and Oncology Ward). RESULTS AND DISCUSSION: the collected data composed three categories of analysis: 1) empathy and otherness 2) ethical conflicts 3) difficulty and coping strategies. The analysis of the data indicated that there are differences in experiences and ways of coping of professionals working in health equipment in different levels of complexity. However, there are also commonalities, such as the perception that it is very difficult to cope with the demand of cancer patients close to death, especially if they are children and young people, who lack training and continuing education to deal with patients in palliative care, particularly in primary health care and end-of-life care, and the need for the creation of spaces and/or support groups so that health workers can take care of themselves. FINAL CONSIDERATIONS: It is concluded that there is a need for further research on this subject and a real investment, both institutional education policies and creation of workers ' health, to better accommodate and empower the professionals who care for people with cancer in palliative care
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.