• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2009.tde-01042009-113240
Documento
Autor
Nome completo
Julia Macedo Bueno
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Ribeiro, Rosane Pilot Pessa (Presidente)
Almeida, Sebastião de Sousa
Pace, Ana Emilia
Título em português
Estado nutricional, satisfação e percepção corporal em funcionários do Campus de Ribeirão Preto - USP
Palavras-chave em português
estado nutricional
imagem corporal
obesidade
sobrepeso
Resumo em português
A obesidade é considerada uma doença crônica cujo aumento da prevalência nas últimas décadas tem determinado importantes implicações para a definição de prioridades e estratégias de ação na área de saúde pública. Sua abordagem deve incluir não somente os aspectos orgânicos relacionados à etiologia e terapêutica, como também os fatores psicológicos principalmente aqueles relacionados à imagem corporal. Desta forma, o objetivo deste estudo foi avaliar o estado nutricional e investigar a percepção e satisfação corporal em funcionários da Prefeitura do Campus Administrativo de Ribeirão Preto-USP. Para tanto, foram avaliados 209 sujeitos de ambos os sexos, que responderam a um questionário auto-aplicável com questões sócio-demográficas, de auto-avaliação corporal, sobre a necessidade e desejo de perder peso, além de outras relacionadas ao conhecimento e interesse por um programa de reeducação alimentar (PRAUSP-EERP). Foram coletadas medidas de peso, estatura e circunferência da cintura, além da utilização da Escala de Figuras de Silhuetas para avaliação da imagem corporal. Como resultados, em médias, encontrou-se que a idade dos participantes era de 45 anos, com predominância do sexo masculino (75,6%). A maioria deles era casada ou tinha união estável e o ensino médio completo como escolaridade mínima. Quase metade deles tinha renda familiar mensal de cinco salários mínimos. O IMC Real, calculado pelo peso e estatura, foi 27,7 Kg/m2, sendo que 44,5% dos sujeitos apresentavam sobrepeso e 27,2% obesidade. A circunferência da cintura foi de 97,1cm, sendo que apenas um terço dos indivíduos encontrava-se com valores aceitáveis desse parâmetro. Essa mesma proporção da amostra se sentia gordo e com algum grau de insatisfação com o peso atual. No entanto, a maioria gostaria de pesar menos do que pesava na época do estudo; 70,8% achavam que tinha a necessidade de perder peso e 73,2% apresentavam vontade para isso. O IMC relativo à escolha da silhueta atual foi 28,6 Kg/m2 e o da silhueta escolhida como desejada foi 23,4 Kg/m2. Em relação à percepção corporal, existiu diferença significativa entre as médias de IMC Real e Atual, sugerindo uma possível distorção da imagem corporal nesses indivíduos, principalmente nas mulheres. Os mesmos resultados foram encontrados em relação à satisfação corporal quando comparados o IMC Atual e Desejado, porém com diferença para ambos os sexos. Mais da metade dos sujeitos já tinha ouvido falar do PRAUSP-EERP e demonstraram interesse em participar do mesmo (67,9% e 61,2%, respectivamente). Concluiu-se que esta população apresentou alta prevalência de excesso de peso e risco de complicações metabólicas associadas à obesidade e, além disso, superestimaram o peso corporal e mostraram-se insatisfeitos com a imagem que tinham de si mesmos. Esses resultados apontam para uma situação bastante preocupante, tornando-se de fundamental importância o planejamento de estratégias de ação relacionadas à prevenção e tratamento da obesidade.
Título em inglês
Body nutritional state, satisfaction and perception of employees from the University of São Paulo (USP) in Ribeirão Preto Campus.
Palavras-chave em inglês
body image.
nutritional state
obesity
overweight
Resumo em inglês
Obesity is considered a chronic disease in which the rise of the prevalence in the last decades has determined important implications for the definition of priorities and action strategies in the public health area. Its approach must include, not only the organic aspects related to etiology and therapeutic, but also the psychological factors, mainly the ones related to body image. Because of this, the objective of this study was to evaluate the nutritional state and investigate the body perception and satisfaction on the City Hall employees from the Administrative Campus in the University of São Paulo in Ribeirão Preto. For this, two hundred and nine (209) people of both genders were evaluated and answered a self-applicable questionnaire with socio demographic questions, self body evaluation, the necessity and wish of losing weight among other questions related to the knowledge and interest for a program of alimentary re-education of the Nursing School of University of São Paulo in Ribeirão Preto (PRAUSP-EERP). Measures of weight, height and waist circumference were collected together with the use of the Figure Scale of the Silhouette for the evaluation of the body image. As a result, the average age of the participants was of 45 years-old, in which 75,6% were male and most of them were married or had a stable relationship and had the average education and almost half of them had a monthly income of five minimum wages. The real BMI, calculated by the weight and height, was of 27,7 Kg/m2 and 44,5% of the people was overweight and 27,2% was obese. The waist circumference was of 97,1 cm in which only a third of the people were found with acceptable values on this parameter. This group felt fat and with a considered level of dissatisfaction with their current weight. Therefore, most of them would like to weigh less than they had in the time of the study; 70,8% thought that they needed to lose weight and 73,2% presented the will to do so. The BMI related to the current silhouette choice was 28.6 Kg/m2 and the one chosen as the wished silhouette was 23,4 Kg/m2. In relation to the body perception there was a difference between the real and current BMI suggesting a possible distortion of the body image on these people, mainly on the women. The same results were found in relation to the body satisfaction when compared with the current and wished BMI, however, with a difference between the genders. More than half of them had heard about the PRAUSP-EERP and demonstrated interest in taking part in the program (67,9% and 61,2%, respectively). In conclusion this population presented a high prevalence of weigh excess and metabolic risks related to obesity and moreover, overestimated the body weight and presented discontented with the image they had of themselves. These results led to a worrying situation making the planning of strategies related to the prevention and treatment of obesity of fundamental importance.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
JuliaMacedoBueno.pdf (602.64 Kbytes)
Data de Publicação
2009-04-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.