• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2006.tde-31082006-164028
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Magnani Fernandes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Caliri, Maria Helena Larcher (Presidente)
Anselmi, Maria Luiza
Dalri, Maria Celia Barcellos
Evora, Paulo Roberto Barbosa
Faro, Ana Cristina Mancussi e
Título em português
"Efeitos de intervenções educativas no conhecimento e práticas de profissionais de enfermagem e na incidência de úlcera de pressão em centro de terapia intensiva"
Palavras-chave em português
cuidados intensivos
diretrizes para a prática clínica
úlcera de pressão
Resumo em português
O desenvolvimento de úlceras de pressão em pacientes hospitalizados é um grande problema de saúde que envolve vários fatores relacionados com o paciente e com o meio externo. A prática baseada em evidências torna-se uma proposta eficaz na adoção de medidas para a prática clínica que promovam a melhoria da qualidade do cuidado. Esta pesquisa foi desenvolvida com os objetivos de avaliar os efeitos de intervenções educativas no conhecimento dos profissionais de enfermagem em Centro de Terapia Intensiva, nas medidas prevenção utilizadas em sua prática clínica e nas taxas de incidência de úlcera de pressão e avaliar os fatores de risco presentes nos pacientes e a adequação das ações realizadas pela equipe de enfermagem. Foi desenvolvida em um Centro de Terapia Intensiva de um hospital universitário, de nível terciário e de grande porte no interior do Estado de São Paulo. O caminho metodológico foi construído considerando as fases do processo de adoção de uma inovação proposta por Rogers. Foram realizadas intervenções educativas junto à equipe de enfermagem visando à persuasão para a adoção de inovações para prevenção de úlceras de pressão baseadas em evidências. Para avaliar os efeitos das intervenções educativas, foram conduzidos três estudos na fase pré-intervenção e repetidos na fase pós-intervenção. No primeiro estudo, buscou-se identificar o nível de conhecimento dos profissionais da equipe de enfermagem sobre a úlcera de pressão e medidas de prevenção por meio de instrumento que continha questões fechadas. No segundo estudo, foi identificada a prática clínica adotada pela equipe de enfermagem para a prevenção de úlcera de pressão, por meio de observação não participativa. O terceiro estudo tratou da identificação da taxa de incidência de úlcera de pressão em pacientes internados no CTI e dos fatores de risco relacionados a esses. Os resultados evidenciaram que a intervenção educativa influenciou no conhecimento dos profissionais da equipe de enfermagem e em alguns aspectos de suas práticas clínicas referentes aos cuidados de prevenção, porém, não influenciou na incidência de úlcera de pressão, que foi de 62,5% nas fases pré e pós-intervenção. As variáveis estudadas associadas desenvolvimento de úlceras de pressão foram os escores das Escalas de Braden e Glasgow tempo de internação do paciente. Destaca-se a pouca participação dos enfermeiros nos cuidados básicos de higiene e avaliação do paciente. Alguns pontos importantes devem ter maior atenção dos enfermeiros e ter maior enfoque em programas educacionais. São eles: cuidados básicos de higiene; intensificação dos cuidados de prevenção, especialmente mobilização do paciente; adoção de instrumentos para avaliação do risco para o desenvolvimento de úlcera de pressão; realização de programas educacionais periódicos, enfocando a prevenção e adoção de estratégias para monitoramento do problema. Considerando os aspectos da prevenção de úlceras de pressão, uma prática criteriosa e de qualidade deve ser prioritária, utilizando-se estratégias que possam envolver a instituição e a equipe multidisciplinar que atua no CTI.
Título em inglês
"Effects of educational interventions on nursing professionals’ knowledge and practice and on the incidence of pressure ulcer at an Intensive Therapy Center"
Palavras-chave em inglês
intensive care
practice guidelines
pressure ulcer
Resumo em inglês
The development of pressure ulcers in hospitalized patients is a large health problem that involves various patient and environment-related factors. Evidence-based practice is an effective proposal for the adoption of clinical practice measures that promote improvements in health care quality. This research aimed to evaluate the effects of educational interventions on nursing professionals’ knowledge at an intensive therapy center, on the prevention measures used in their clinical practice and on pressure ulcer incidence rates, as well as patients’ risk factors and the adequacy of the nursing team’s actions. The study was carried out at the Intensive Therapy Center (ITC) of a large tertiary-care university hospital in the interior of São Paulo State. The methodological course was constructed in view of the innovation adoption curve proposed by Rogers. Educational interventions were realized involving the nursing team, with a view to convincing them to adopt innovations to prevent pressure ulcers, based on evidences. In order to assess the effects of educational interventions, we conducted three studies in the pre-intervention phase, which were repeated after the intervention. In the first study, we aimed to identify nursing team professionals’ knowledge about pressure ulcers and prevention measures, using an instrument with closed questions. In the second study, we identified the clinical practice the nursing team adopted to prevent pressure ulcer, using non-participant observation. The third study was aimed at identifying pressure ulcer incidence levels in patients hospitalized at the ITC and related risk factors. Results demonstrated that the educational intervention influenced nursing team professionals’ knowledge and some clinical practice aspects related to preventive care, but did not affect pressure ulcer incidence levels, which corresponded to 62.5% in the pre- and post-intervention phases. We studied the Braden Score, the Glasgow Scale and hospitalization times as variables associated with the development of pressure ulcers. Nurses participated little in basic hygiene care and patient assessment. Both nurses and education programs should give more attention to some important points. These are: basic hygiene care; intensification of preventive care, especially patient mobilization; adoption of risk assessment instruments for the development of pressure ulcer; realization of periodical education programs focused on prevention and adoption of problem-monitoring strategies. In view of aspects of pressure ulcer prevention, a discerning and high-quality practice should be prioritized, using strategies that can involve the institution and the multidisciplinary team active at the institution.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-09-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.