• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2018.tde-29112017-194706
Documento
Autor
Nome completo
Elaine Alves Silva Machado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Galvao, Cristina Maria (Presidente)
Canini, Silvia Rita Marin da Silva
Freitas, Patrícia Scotini
Poveda, Vanessa de Brito
Título em português
Ocorrência e fatores de risco de infecção de sítio cirúrgico em colecistectomia videolaparoscópica
Palavras-chave em português
Colecistectomia videolaparoscópica
Fatores de risco
Infecção de sítio cirúrgico
Videocirurgia
Resumo em português
A infecção de sítio cirúrgico (ISC) é uma complicação que pode acometer o paciente, acarretando incremento da mortalidade e morbidade, bem como aumento dos custos em saúde. A videocirurgia surgiu como opção menos invasiva de acesso à cavidade abdominal, reduzindo as taxas de ISC, mas nem mesmo a modernização gerada pela cirurgia minimamente invasiva conseguiu extinguir esse tipo de infecção. O presente estudo teve como objetivo geral analisar a ocorrência e os fatores de risco de infecção de sítio cirúrgico, em pacientes submetidos à colecistectomia videolaparoscópica. Trata-se de estudo descritivo exploratório conduzido em hospital de pequeno porte, localizado no sudoeste de Minas Gerais. A amostra foi composta por 118 pacientes. Para a coleta de dados, elaborou-se instrumento, o qual foi submetido à validação de face e conteúdo por estudiosos da área de conhecimento de enfermagem perioperatória. A coleta dos dados foi realizada no período de março a novembro de 2016 e, em três momentos, a saber: perioperatório, retorno ambulatorial e busca ativa fonada. Os dados foram coletados pelo pesquisador e um auxiliar de pesquisa devidamente treinados. A ocorrência de ISC foi de 5,9% (n=7), sendo todos os casos diagnosticados como infecção incisional superficial. As variáveis investigadas relacionadas ao paciente foram sexo, faixa etária, Índice de Massa Corporal, presença de doença crônica e classificação ASA. As variáveis estudadas relacionadas ao procedimento anestésico-cirúrgico foram tempo total de internação, porte cirúrgico, tempo de anestesia e tempo de cirurgia. Os resultados não apresentaram diferença estatisticamente entre as variáveis de interesse e a presença de ISC. Todos os casos de ISC foram diagnosticados, após a alta hospitalar, desses, seis pacientes (86%) tiveram o diagnóstico no retorno ambulatorial, e um paciente (14%) foi diagnosticado durante a busca ativa fonada. A condução do estudo oferece subsídios para a compreensão da problemática, no âmbito nacional. Além disso, gerou evidências para a reflexão dos profissionais de saúde em relação à subnotificação desse tipo de infecção em cirurgia minimamente invasiva, reforçando a necessidade de implantação de programa de vigilância pós-alta, nos serviços de saúde
Título em inglês
Occurrence and risk factors of surgical site infection in laparoscopic cholecystectomy
Palavras-chave em inglês
Laparoscopic cholecystectomy
Risk factors
Surgical site infection
Video-surgery
Resumo em inglês
Surgical site infection (SSI) is a complication that can affect the patient, leading to an increase in mortality and morbidity, as well as an increase in health costs. Video surgery emerged as a less invasive option for access to the abdominal cavity, reducing SSI rates; however, not even the improvement generated by minimally invasive surgery was enough to eliminate this type of infection. This study aimed to analyze the occurrence and risk factors of surgical site infection in patients submitted to laparoscopic cholecystectomy. It is an exploratory-descriptive study conducted in a small hospital, located in the southwest of Minas Gerais. The sample consisted of 118 patients. An instrument was developed for data collection, which was submitted to face and content validation by experts in perioperative nursing. Data collection was performed from March to November 2016 and, in three stages: perioperative, outpatient return and active phone search. Data were collected by the researcher and a properly trained research assistant. The occurrence of SSI was 5.9% (n=7), being all cases diagnosed as superficial incisional infection. The studied variables related to the patient were gender, age, Body Mass Index, presence of chronic disease and ASA classification. The studied variables related to the anesthetic surgical procedure were total length of hospitalization, surgical procedure size, time of anesthesia and time of surgery. The results did not show statistically difference between the variables of interest and the presence of SSI. All cases of SSI were diagnosed after patient discharge, and among them, six patients (86%) were diagnosed during outpatient return, and one patient (14%) was diagnosed during the active phone search. This study offers subsidies for understanding the problem at national level. In addition, it generated evidence for the reflection of health professionals regarding the underreporting of this type of infection in minimally invasive surgery, reinforcing the need to implement a post-discharge surveillance program in health services
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.