• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2006.tde-29082006-162214
Documento
Autor
Nome completo
Marilia Marcondes Campoamor
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Marziale, Maria Helena Palucci (Presidente)
Haas, Vanderlei José
Navarro, Vera Lucia
Título em português
"Estudo da ocorrência de acidentes entre trabalhadores de uma indústria frigorífica do Estado de São Paulo"
Palavras-chave em português
acidente de trabalho
enfermagem
indústria de alimentos
saúde ocupacional
Resumo em português
O trabalho em frigorífico compreende atividades repetitivas, ritmo intenso de trabalho, realizado em ambientes com inadequados níveis de iluminação, ruído e temperatura, com presença de poeira, pequenos espaços e freqüente manipulação de instrumentos cortantes. Tais características tornam o trabalho exaustivo e, perigoso e assim torna-se, interessante objeto de investigação, com relevância social devido ao grande número de indústria do setor agropecuário no País. Trata-se de estudo não experimental, descritivo quantitativo, epidemiológico, baseado em dados secundários com objetivo de analisar a ocorrência de Acidente de Trabalho (AT) em uma indústria frigorífica. Foi realizado em uma indústria de abate e processamento de carnes, situada no interior do Estado de São Paulo. A população alvo foi constituída pelos ATs que tiveram ocorrências de Comunicações de Acidentes de Trabalho (CAT), registradas no Serviço Especializado de Segurança e Medicina do Trabalho (SEESMET), nos anos 2004 e 2005. Os dados foram coletados por meio de análise documental das CATs, sendo identificadas as características sóciodemográficas dos trabalhadores acidentados, a caracterização dos acidentes de trabalho e calculado o custo dos dias de trabalho perdidos devido á ocorrência do acidente. Os resultados foram 137 AT, dos quais 134 AT (97,8%) foram acidentes típicos e 3 (2,2%) acidentes de trajeto. Os AT foram sofridos por 135 trabalhadores que executam suas atividades laborais em diferentes unidades da empresa, com as seguintes características: idade entre 18 e 73 anos, com maior prevalência entre 25 e 40 anos de idade, com freqüência de 56 (41,5%); trabalhadores do sexo masculino 108 (80%), casados 59 (43,7%) e apresentando média de salário mensal de R$ 572,74. A maioria dos trabalhadores acidentados exercia ocupações de ajudante de abatedouro (62,2 %) e ajudante de serviços gerais (9,6%) e a unidade de aves foi o local de trabalho onde os AT mais ocorreram, ou seja, 65,7% indivíduos se acidentaram no referido local. Do total de AT, 102 (74,5%) ocasionaram afastamento dos trabalhadores. No turno matutino, foi registrada a maior freqüência dos AT, 47,4%. Quanto ao agente causador, os instrumentos de trabalho representaram 42,3% das ocorrências, seguidos pelo ambiente (39,4%). Dentre os AT, 118 (86,1%) foram responsáveis por afastamento do trabalhador de suas atividades laborais em período de até 15 dias e em 2 (1,5%) em período superior a 16 dias. Em 17 (12,4%) dos registros não continha informações a esse respeito. As causas diagnósticas mais freqüentes atribuídas ao AT, foram traumatismo superficial de cabeça e outros traumatismos específicos do tornozelo e do pé (16,02%), doenças do sistema osteomuscular e tecido conjuntivo (10,9%); causas externas, exposição á força mecânica, acidentes com riscos respiratórios, exposição a corrente elétrica, temperaturas extremas (8,03%), traumatismos superficiais, envolvendo múltiplas regiões do corpo (2,19%). Em relação aos custos ocasionados pelos AT devido á perda dos dias de trabalho, foi identificado o montante de R$ 20, 427,67 no biênio estimado.
Título em inglês
"A study on the occurrence of accidents among workers at a meat packing industry in the State of São Paulo"
Palavras-chave em inglês
health occupational
meat packing industry
nursing
work accident
Resumo em inglês
Meat packing work is marked by repetitive activities; intense work rhythm; environments with inadequate levels of illumination, noise and temperature; presence of dust; small spaces and frequent handling of cutting instruments. These characteristics make this activity exhausting and dangerous and, hence, an interesting object of study, but is socially relevant due to the large quantity of agriculture and cattle industries in the country. We carried out a non-experimental, descriptive, quantitative and epidemiological study, based on secondary data, aimed at analyzing the occurrence of Work Accidents (WA) at a meat packing industry. The research was carried out at a meat processing and packing industry located in the interior of the State of São Paulo. The target population included Work Accident Notifications (CAT) registered at the Specialized Occupational Safety and Medicine Service (SEESMET) in 2004 and 2005. Data were collected through document analysis of the CAT, identifying the sociodemographic characteristics of the accident victims, characterizing work accidents and calculating the cost of the work days lost due to the accident occurrence. We found 137 WA, 134 (97.8%) of which were typical and 3 (2.2%) commuting accidents. Victims were 135 workers active in different company units, with the following characteristics: workers were between 18 and 73 years old, with 56 (41.5%) professionals between 25 and 40 years old; 108 workers were men (80%); 59 (43.7%) were married; average monthly salaries amounted to R$ 572.74 reais. Most accident victims were either meat packing aids (62.2 %) or general service aids (9.6%) and a majority of accidents, that is, 65.7%, happened at the poultry unit. One hundred two (74.5%) of the total number of accidents caused sick leave. The greatest WA frequency (47.4%) was found during the morning shift. As to the causal agent, work instruments represented 42.3% of the events, followed by the environment (39.4%). One hundred eighteen of the WA (86.1%) were responsible for a sick leave of up to 15 days and, in 2 cases (1.5%), for more than 16 days. Seventeen (12.4%) accident registers did not contain any information in this respect. The most frequent diagnoses were superficial head injuries and other specific ankle and foot injuries (16.02%), diseases of the musculoskeletal system and connective tissue (10.9%); external causes, exposure to mechanical forces, accidents with respiratory risks, exposure to electrical current, extreme temperatures (8.03%), superficial injuries involving multiple body regions (2.19%). As to the costs incurred due to the loss of work days caused by the WA, we identified that the company lost an estimated amount of R$ 20,427.67 Reais during the study period.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-09-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.