• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2018.tde-28032018-163138
Documento
Autor
Nome completo
Graziella Allana Serra Alves de Oliveira Oller
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Kusumota, Luciana (Presidente)
Cesarino, Claudia Bernardi
Costa, José Abrão Cardeal da
Oliveira, Marília Pilotto de
Teixeira, Carla Regina de Souza
Título em português
Impacto de uma intervenção educativa e motivacional para o controle da ingestão hídrica de pacientes em tratamento hemodialítico
Palavras-chave em português
Autoeficácia; Diálise renal; Enfermagem; Ensaio clínico; Insuficiência renal crônica
Resumo em português
Introdução: A dificuldade no controle da ingestão hídrica, refletida no ganho de peso interdialítico excessivo, e a dificuldade de se atingir a meta de perda de peso na sessão de hemodiálise são problemáticas, no cuidado aos pacientes com Doença Renal Crônica em tratamento hemodialítico. Muitos pacientes possuem dificuldades na adesão à prescrição de restrição de consumo de líquidos e vivenciam complicações decorrentes da sobrecarga hídrica. Objetivo: Analisar o efeito de uma intervenção educativa e motivacional no controle do consumo de líquidos no período interdialítico, de pacientes com doença renal crônica em tratamento hemodialítico. Métodos: Trata-se de um estudo quase experimental do tipo ensaio clínico não randomizado. Os participantes foram os pacientes com Doença Renal Crônica terminal em tratamento hemodialítico em um serviço de diálise, em um município do interior paulista. Os participantes foram inseridos em dois grupos: Controle (n=106) e Intervenção (n=86). Para os pacientes dos dois grupos, foram realizadas entrevistas, aplicando-se o instrumento de caracterização sociodemográfica e clínica, Escala de Autoeficácia Geral e Percebida (SOUZA; SOUZA, 2004), Inventário de Estratégias de Enfrentamento de Lazarus e Folkman (SAVÓIA; SANTANA; MEJIAS, 1996), Escala de Resiliência (PESCE et al., 2005) e Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (BOTEGA et al., 1995), no início (T0) e ao final do estudo (T5). O estudo foi realizado em seis etapas, em um período de cinco semanas de seguimento, e a intervenção foi realizada por meio de dois encontros para as sessões de intervenção (T1 e T3) e dois para os reforços (T2 e T4). A intervenção constou da elaboração e aplicação de um vídeo educativo e motivacional para o controle do consumo de líquidos, apresentado aos pacientes. Ainda na intervenção, o reforço foi realizado em dois momentos, para acompanhamento das orientações. O percentual ideal de perda de peso foi a variável desfecho da pesquisa e caracterizou o padrão de consumo de líquidos, mensurado em 16 medidas de ganho de peso entre as sessões de hemodiálise no período da pesquisa, frente ao peso ideal. Os dados foram analisados por meio do software estatístico SAS 9.0 e o programa R versão 3.4.1. Realizaram-se análises descritivas e propuseram-se os modelos de regressão linear com efeitos mistos para comparações entre os grupos e os tempos para as variáveis independentes, e a regressão beta inflacionada para análise das associações entre as variáveis independentes e a variável desfecho. O projeto atendeu às recomendações da Resolução CNS 466/2012, tendo sido apreciado e aprovado por dois Comitês de Ética em Pesquisa com Seres Humanos, vinculados aos pesquisadores e ao serviço de diálise em estudo, bem como foi cadastrado no Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos - ReBEC. Resultados: Os pacientes com doença renal crônica em tratamento hemodialítico participantes do estudo, ao final do estudo (T5), apresentaram bons níveis de autoeficácia, nos dois grupos (GC=39,2+6,2; GI=42,9+5,9). Com relação ao enfrentamento, no GC o fator com melhores escores foi a reavaliação positiva (2,09+0,56) e no GI foi a reavaliação positiva (1,67+0,44) e a resolução de problemas (1,81+0,42). Os pacientes dos dois grupos apresentaram boa resiliência (GC=143,01+16,86; GI=145,91+15,17), e observou-se presença de sintomas de ansiedade (GC=9,75+2,65; GI=8,91+2,69) e de depressão (GC=9,64+2,31; GI=8,58+2,50), nessa população. Os pacientes participantes do GI apresentaram, para todas as variáveis, mudanças nos escores avaliados após a implementação da intervenção educativa e motivacional. Na análise entre os grupos, para a resiliência, não houve significância estatística (p=0,23). Os pacientes que participaram da intervenção apresentaram diminuição no padrão de ganho de peso nos períodos interdialíticos, com 3,54 vezes mais chance de atingir a meta de 100% de perda de peso, comparados aos participantes do grupo controle. As variáveis autoeficácia, sintomas de ansiedade e de depressão e os fatores fuga-esquiva e reavaliação positiva do inventário de estratégias de enfrentamento apresentaram relação negativa com o percentual ideal de perda de peso, enquanto a resiliência e os fatores confronto e resolução de problemas do inventário de estratégias de enfrentamento tiveram relação positiva com o percentual ideal de perda de peso. Conclusão: A intervenção educativa e motivacional para o controle do consumo de líquidos, nos períodos interdialíticos de pacientes com Doença Renal Crônica em tratamento hemodialítico, apresentou um impacto positivo, avaliado por meio do percentual ideal de perda de peso
Título em inglês
Impact of an educational and motivational intervention for control of water intake in patients under hemodialysis therapy
Palavras-chave em inglês
Clinical trial; Nursing; Renal dialysis; Renal insufficiency chronic; Self efficacy
Resumo em inglês
Introduction: The difficulty in controlling water intake reflected in the excessive interdialytic weight gain, and difficulty to achieve the goal of weight loss on hemodialysis session, is a problem in the care of patients with Chronic Kidney Disease who are undergoing hemodialysis therapy. Many patients have difficulties on comply with the prescription of liquids restriction and experience complications arising from water overload. Objective: To analyze the effect of an educational and motivational intervention to control liquids during the interdialytic period in chronic kidney disease patients who are undergoing hemodialysis therapy. Methods: This is a non-randomized quasi-experimental clinical study. The participants were the terminal Chronic Kidney Disease patients who are undergoing hemodialysis therapy in a dialysis service in a city in the countryside of the State São Paulo. The participants have been enrolled into two groups: Control (n = 106) and Intervention (n = 86). For both groups, the patients had been interviewed by applying the clinical and sociodemographic characterization instrument, General and Perceived Self-Efficacy Scale (SOUZA; SOUZA, 2004), Confront Strategies Inventory of Lazarus and Folkman (SAVÓIA; SANTANA; MEJIAS, 1996), Resiliency Scale (PESCE et al., 2005) and Hospital Anxiety and Depression Scale (BOTEGA et al., 1995), at the beginning (T0) and at the end of study (T5). The study was conducted in six stages during five weeks of follow-up, and the intervention was performed by means of two meetings for the intervention sessions (T1 e T3) and two support meetings (T2 e T4). The intervention consisted of developing and implementing an educational and motivational video for liquids control, presented to patients. Also in the intervention, the support was carried out in two moments later for the guidelines follow-up. The percentage of weight lost was the variable research endpoint and featured the standard liquids consumption, measured on 16 measures of weight gain between dialysis sessions in the survey period, compared to ideal weight. Data have been analyzed through the statistical SAS 9.0 software and R program, version 3.4.1. Descriptive analysis had been conducted and linear regression templates have been proposed with mixed effects for comparisons between the groups and the times for the independent variables, and the inflated beta regression for analysis of associations between the independent variables and the endpoint variable. The project met the recommendations of CNS Resolution 466/2012, having been assessed and approved by two Research Ethics Committees with Human Beings, bound to the researchers and to the dialysis service under study, as well as registered in the Brazilian Clinical Trials Registration - ReBEC. Results: The study participants who are the patients with chronic kidney disease undergoing hemodialysis therapy at the end of study (T5), showed high levels of self-efficacy in both groups (GC = 39.2?6.2; GI = 42.9?5.9). With respect to confront, in GC the factor with best scores was the positive re-evaluation (2.09?0.56), and in GI was the positive re-evaluation (1.67?0.44) and the problem solving (1.81?0.42). Patients of both groups showed good resilience (GC = 143.01?16.86; GI = 145.91?15.17) and noted the presence of anxiety symptoms (GC = 9.75?2.65; GI = 8.91?2.69) and depression (GC = 9.64?2.31; GI = 8.58?2.50) in this population. Patients participating in GI showed, for all variables, changes in scores assessed after implementation of the educational and motivational intervention. In the analysis between the groups, no statistical significance was found for resilience (p=0.23). Patients who participated in the intervention presented a decrease in weight gain standard during interdialytic periods, with 3.54 folds more likely to achieve the goal of 100% loss of weight compared to the control group. The self-efficacy variables, anxiety and depression symptoms, escape-avoidance factors and positive re-evaluation of the confront strategies inventory showed a negative relationship with the weight loss percentage, while resilience and confront factors and problem-solving of confront strategies inventory had positive relationship with the percentage of weight loss. Conclusion: Educational and motivational intervention for liquids control in interdialytic periods with Chronic Kidney Disease patients who are undergoing hemodialysis treatment showed a positive impact, assessed through percentage of weight loss
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-05-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.