• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Ma. Del Rocio Rocha Rodriguez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Morais, Ana Paula de Souza (Presidente)
Clapis, Maria Jose
Donadi, Eduardo Antonio
Palha, Pedro Fredemir
Soares, Edson Garcia
Título em português
Fatores associados ao desenvolvimento de lesões cervicais em mulheres mexicanas
Palavras-chave em português
HIV-1
HPV
Lesões Cervicais
TNF
Resumo em português
A compilação mais recente dos dados mundiais indica que anualmente 466.000 novos casos de câncer cervical são detectados em todo mundo. A infecção pelos tipos oncogênicos do papilomavírus humano (HPV), constitui importante fator de risco para o desenvolvimento do câncer do colo uterino. Em mulheres portadoras do vírus da imunodeficiência humana tipo 1 (HIV-1), tem sido demonstrado o aumento na prevalência e persistência da infecção por HPV oncogênicos, justificando o aumento da susceptibilidade destas mulheres para o desenvolvimento das lesões cervicais, lesões precursoras do câncer do colo uterino. Citocinas são importantes na defesa contra a infecção pelo HPV e o nível de sua produção é geneticamente determinado. A predominância de citocinas do padrão do tipo Th1, como o TNF-alfa, está associada com a regressão das lesões cervicais. Neste estudo foram analisados os fatores comportamentais, imunológicos e virais, possivelmente, associados ao desenvolvimento das lesões cervicais em 66 mulheres mexicanas, portadoras ou não da infecção pelo HIV-1, apresentando lesões cervicais. Assim, aspectos sócio-demográficos e hábitos sexuais, a identificação e a tipificação do HPV, e a detecção do polimorfismo da região promotora do TNF foram analisados. Ao avaliar os aspectos sócio-comportamentais, a maioria das mulheres estava casada legalmente ou em união consensual no momento da entrevista, com nível educacional fundamental e nível sócio-econômico baixo. Associado a isso, a maior porcentagem dos maridos eram migrantes dos Estados Unidos da América (EUA), em busca de emprego e melhores condições financeiras. O grupo de pacientes com HIV-1 que referiram utilizar a camisinha só algumas vezes ou nunca e que relataram possuir entre 2-3 parceiros sexuais foi maior do que o grupo de mulheres sem o HIV- 1. Adicionalmente, os parceiros sexuais de mulheres com o HIV-1 mantinham outras parcerias sexuais, sendo estas heterossexuais e/ou homossexuais. Todas as pacientes arroladas no presente estudo apresentavam infecção ativa por HPV e lesões cervicais de baixo grau. Os HPV oncogênicos, como os do tipo 16/18 e 35, foram significantemente mais freqüentes entre as HIV positivas em comparação às não portadoras dessa infecção. Relativo às comparações do polimorfismo do TNF, a freqüência do genótipo TNF-308 não mostrou diferenças significantes entre os grupos de pacientes. O gene da região promotora do TNF na posição -238 também foi avaliado e observamos que o alelo TNF-238G, associado à alta produção dessa citocina, apresentou significativo aumento de sua freqüência entre as pacientes com o HIV-1 em relação às pacientes sem o HIV-1. Estes resultados sugerem que as condições sócio-culturais e hábitos sexuais estão envolvidos com a vulnerabilidade para a aquisição do HIV e HPV em mulheres mexicanas. Embora as portadoras do HIV apresentem infecção ativa por HPV oncogênicos, a presença do alelo -238G, relacionado com a alta produção do TNFalfa, pode estar associado com a não progressão das lesões cervicais. Entretanto, esta interpretação deve ser realizada com cautela, pois algumas mulheres que apresentavam resultados de lesões cervicais de baixo grau morreram de câncer cérvico uterino. Este fato revela a fragilidade das análises e avaliações ginecológicas nos serviços de saúde referidos neste estudo e sugere que a alternativa de utilizar técnicas de biologia molecular para a identificação e tipificação dos tipos oncogênicos do HPV seja uma estratégia importante para os programas de prevenção do câncer do colo do útero.
Título em inglês
Factors associated with the development of cervical lesions in Mexican women
Palavras-chave em inglês
cervical lesions
HIV-1
HPV
TNF
Resumo em inglês
The most recent compilation of global data indicates that, every year, 466,000 new cases of cervical cancer are detected around the world. Infection by oncogenic types of the human papillomavirus (HPV) constitutes an important risk factor for the development of colon cancer. In women with human immunodeficiency virus type 1 (HIV-1), an increased prevalence and persistence of infection by oncogenic HPV has been demonstrated, justifying these women's increased susceptibility to the development of cervical lesions, which precede colon cancer. Cytokines are important in the defense against infection by HPV and its production level is genetically determined. The predominance of th1 cytokines, such as TNF-alfa, is associated with the regression of cervical lesions. This study analyzed behavioral, immunological and viral factors that may be associated with the development of cervical lesions in 66 Mexican women, infected by HIV-1 or not and presenting cervical lesions. Sociodemographic aspects and sexual aspects, HPV identification and typification and the detection of polymorphism in the region that promotes TNF were analyzed. With respect to socio-behavioral aspects, most women were legally married or lived in consensual union at the time of the interview, with basic education and low socioeconomic level. Moreover, most husbands were migrants from the United States (USA) who were looking for a job and better financial conditions. The group of HIV-1 patients who mentioned using a condom sometimes or never had having 2-3 partners was larger than the group of women without HIV-1. In addition, the sexual partners of women with HIV-1 had other hetero and/or homosexual partners. All patients included in this research presented active infection by HPV and low-grade cervical lesions. Oncogenic HPV, such as types 16/18 and 35, were significantly more frequent among HIV-positive than among HIV-negative patients. As to the comparisons of TNF polymorphism, the frequency of the TNF-308 genotype did not show significant differences between the patient group. The gene of the TNF promoting region in position -238 was also assessed. It was found that the TNF 238G allele, associated with high production levels of the cytokine, presented a significant increase in frequency among patient with in comparison with those without HIV-1. These results suggest that sociocultural conditions and sexual habits are involved in Mexican women's vulnerability to infection by HIV and HPV. Although the HIV patients present active infection by oncogenic HPV, the presence of the -238G allele, related with the high production of TNF-alpha, can be associated with the non progression of the cervical lesions. However, this must be interpreted with caution, as some women with low-grade cervical lesion results died of colon cancer. This fact reveals the fragility of gynecological analyses and assessments at the health services mentioned in this research and suggest the alternative of using molecular biology techniques for the identification and typification of HPV as an important strategy for colon cancer prevention programs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-03-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.