• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2003.tde-27082004-093303
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Sidnéia da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2003
Orientador
Banca examinadora
Nogueira, Maria Suely (Presidente)
Cesarino, Evandro José
Veiga, Eugenia Velludo
Título em português
"Angina pectoris instável: perfil de clientes de uma instituição privada"
Palavras-chave em português
Angina pectoris
Doenças cardiovasculares
Fatores de risco
Resumo em português
Trata-se de estudo descritivo com abordagem de análise quantitativa que tem por objetivo identificar o perfil de clientes portadores de angina pectoris instável atendidos numa instituição privada, de um município do interior paulista. O referencial teórico utilizado foi o modelo de “Campo de Saúde” de Lalonde que analisa elementos como a biologia humana, meio ambiente, estilo de vida e organização dos serviços de saúde diante da ocorrência de patologias. A amostra constituiu-se de 58 clientes, com idade entre 34 e 88 anos, de ambos os sexos, a maioria aposentados, que reinternaram na Unidade Coronariana da referida instituição, no período de 01 de setembro de 2002 a 31 de março de 2003. A coleta de dados se deu no domicílio dos clientes, através de entrevista semi-estruturada; aplicada pela pesquisadora. Quanto à biologia humana 32,7% clientes apresentaram obesidade; os pais destes tiveram como causa mortis o infarto agudo do miocárdio e angina pectoris com índices de 24,1% e 20,7%, respectivamente; os antecedentes familiares mais freqüentes quanto às patologias foram a ocorrência de infarto agudo do miocárdio em 22,4% dos pais e hipertensão arterial sistêmica em 41,3% dos parentes próximos; 84,4% clientes possuíam hipertensão arterial sistêmica; 46,5% eram hipercolesterolêmicos; 27,5% tiveram doença vascular periférica e 17,2% apresentaram quadro de acidente vascular cerebral; valores de PAS≥140 mmHg e PAD≥90 mmHg, identificados em 71,1% e 55,7% dos clientes, respectivamente; além de valores de glicemia de jejum >110 mg/dl apresentados por 34,5% da amostra. Com relação ao meio ambiente, 55,1% dos clientes possuíam 1º grau incompleto e 8,6% eram analfabetos; 82,7% dos clientes eram casados, 65,5% não exerciam atividade remunerada e tinham renda familiar entre 03 e 06 salários mínimos. No que concerne ao estilo de vida, 100% dos clientes relacionaram a doença com fatores de risco como a hipertensão arterial sistêmica, o estresse, história familiar, dieta inadequada, tabagismo e falta de atividade física; 24,1% referiram o consumo de bebida alcoólica; 55,2% eram ex-fumantes; 37,9% dos clientes realizavam atividade física; 48,3% referiram fatos ocorridos antes da dor anginosa; 55,2% dos clientes relataram alterações de sono; inatividade sexual em 43,1% dos clientes sendo que 88,0% das clientes já estavam na menopausa e apenas 13,6% faziam terapia de reposição hormonal. No tocante ao atendimento de saúde, todos os clientes eram conveniados mas apenas 13,8% dos clientes utilizavam o serviço de medicina preventiva disponibilizado pelo convênio para prevenir doenças; o serviço de saúde pública é referência para a amostra no tocante à aquisição de medicamentos. Os achados confirmaram a interferência dos elementos referenciados pelo modelo de “Campo de Saúde” na ocorrência das patologias e identificaram a necessidade de trabalhar a mudança no estilo de vida dos clientes, através da prevenção dos fatores de risco para as doenças cardiovasculares e promoção da saúde, em geral.
Título em inglês
Unstable pectoris angina: customer’s profile of a private institution.
Palavras-chave em inglês
cardiovascular disease
pectoris angina
risk factors
Resumo em inglês
Descriptive study which was carried out in order to identify customer’s profiles with unstable pectoris angina attended in a Sao Paulo’s state’s town. The theoretical model used was the “Lalonde’s Health Field Model”, which analyses elements like human biology, environment, lifestyle, and health services’ organization ahead diseases occurrences. The sample was composed by 58 customers, aged between 34 and 88 year old, masculine and feminine, most of them retired, which were readmitted in a the mentioned Coronary Unity’s institution. The data were collected at the customer’s residences and a semi- structured interview was used. Concerning about human biology, 32.7% male customers presented obesity; the parents died under acute infarct and pectoris angina and the percentual was 24,1% and 20,7%, respectively. The most common relatives’ diseases were related to the parent’s acute infarct (22,4%) and systemic arterial hypertension for the near relatives; 84.4% of the costumers suffered by systemic arterial hypertension; 46.5% had high cholesterol; 27.5% had peripheral vascular diseases and 17.2% demonstrated cerebral vascular accidents. Values like PAS≥140mmHg and PAD≥90 mmHg, identified in 71,1% and 55,7% among the customers, respectively; beyond glycemia’s values over 110mg/d, presented by 34,4% among the costumers. According to the environment, 55,1% customers didn’t study high school and 8,6% were illiterate; 82,7% were married and among them 65.5% didn’t have remunerate activity and their familiar remuneration was between 03 and 06 Brazil’s minimum salary. Related to the life style, 100% customers related the disease with risk factors’diseases as systemic arterial hypertension, stress, family history, inadequate diet, smoking and physical activity’s lack; 24,1% referred alcoholics drinks consume; 55,2% were ex-smokers; 37,9% practiced physical activity; 55.2% related sleeping problems; 43,1% related sexual inactivity and among them 88,0% female costumers already had menopause and only 13.6% were doing hormonal replacement therapy. About health services, all the costumers were had health policies but only 13.8% customers had used preventive medicine. The public health service is a reference in medicines’ acquisition. The data confirm the mentioned health field model elements in the happening of diseases and identify the need of working on changes in the costumers’ life style, through risk factors prevention for the cardiovascular diseases and health promotion.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
mestrado.pdf (476.51 Kbytes)
Data de Publicação
2004-08-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.