• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2006.tde-25052007-161750
Documento
Autor
Nome completo
Aline Cristina Martins Gratão
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Rosalina Aparecida Partezani (Presidente)
Haas, Vanderlei José
Vale, Francisco de Assis Carvalho do
Título em português
Demanda do cuidador familiar com idoso demenciado
Palavras-chave em português
cuidador familiar
demência
idoso
Resumo em português
O presente estudo teve como objetivo caracterizar os cuidadores familiares de idosos demenciados, bem como identificar a demanda de cuidados prestados e relacionar ao estagiamento da demência. Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo e seccional, realizado no período de 2001 a 2002. A amostra da investigação constou de 104 idosos demenciados, com idade de 60 anos ou mais, residentes na zona urbana de Ribeirão Preto-SP, atendidos em um ambulatório terciário de um hospital governamental e 90 cuidadores familiares. Foram consultados prontuários e após, realizadas visitas domiciliares para aplicação de um instrumento de avaliação multidimensional do estado funcional do idoso e um questionário estruturado com perguntas fechadas relativas aos cuidadores. Os resultados evidenciaram que 66,3% dos idosos eram do sexo feminino, com média de 75,5 anos. O nível educacional correspondeu a 47,1% dos idosos com até 4 anos de escolaridade, os analfabetos e os que aprenderam ler informalmente somaram 35,5%. O estagiamento da demência foi classificado, previamente no prontuário médico, representando 27,9% demência grave; 22,1% demência moderada; 27,9% demência leve, 6,4% questionável e 15,4% não haviam sido classificados. Evidenciou-se que, dos 104 idosos, 90 tinham cuidadores, representados por 80% do sexo feminino, a maioria familiar: filha, esposa e nora. A idade média foi de 52,3 anos de idade. O tempo dedicado ao cuidar representou 15,10horas/dia. Quanto à ajuda recebida do suporte informal, a maioria não recebe ajuda ou recebem às vezes. A interferência na vida do cuidador (trabalho, repouso, lazer, passeios, o cuidar-se) foi proporcional ao agravo da demência, assim como as respostas referentes ao cansaço físico e emocional. Dos cuidadores, 45,7% relataram que o cuidar provoca tristeza, enquanto apenas uma pequena parcela dos cuidadores referiu utilizar sistemas de suporte social formal. As dificuldades nas atividades da vida diária do idoso geram a necessidade de cuidador. Os dados mostram a grande demanda na atividade de cuidar e conseqüente sobrecarga, revelando a necessidade urgente de estratégias de suportes formais e informais para os cuidadores de idosos.
Título em inglês
Demand of ther family caregiveramong demented elderly
Palavras-chave em inglês
dementia
elderly
family caregivers
Resumo em inglês
The present study had the objective to understand the reality of the demented elderly caregivers and to identify the demand of rendered cares and to relate to the rating of the dementia. It is a observational and sectional study, performed in the period from 2001 to 2002. The sample of the investigation consisted of 104 demented elderly, aged 60 years-old or more, residents in the urban area of Ribeirão Preto-SP, assisted in a tertiary outpatient clinic of a government hospital and 90 family caregivers. Medical files were consulted and afterwards, home visits were performed for the application of a multidimensional instrument of evaluation of the elderly's functional state and a closed questionnaire structured with questions related to the caregivers. The results evidenced that 66,3% of the elderly were females, with an average age of 75,5 years-old. The education level corresponded to 47,1% of the elderly that had up to 4 years of education, the illiterates and the ones who known how to read informally added 35,5%. The rating of the dementia was classified, previously in the medical file, representing 27,9% serious dementia; 22,1% moderate dementia; 27,9% light dementia, 6,7% questionable and 15,4% had not been classified. It was evidenced that among the 104 seniors, 90 had caregivers, from which 80% were females, most of them family members: daughter, spouse and daughter-in-law. The average age was 52,3 years. The time dedicated when taking care represented 15,10 hours a day. As for the help received from the informal support, most don't receive help or they do sometimes. The interference in the caregiver's life (work, rest, leisure, walks, taking care) was proportional to the severity of the dementia as well as the answers regarding physical and emotional fatigue. Among the caregivers, 45,7% said that taking care provokes sadness. And just a small portion of the caregivers referred to use systems of formal social support. The difficulties in the activities of the elderly's daily life generate the caregiver's need. The data show the great demand in the activity of taking care and consequent overload, revealing the urgent need for strategies of formal and informal supports to the elderlys caregivers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ALINEGRATAO.pdf (385.67 Kbytes)
Data de Publicação
2007-07-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.