• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2018.tde-24042018-194002
Documento
Autor
Nome completo
Julio Cesar Ribeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Galvao, Cristina Maria (Presidente)
Canini, Silvia Rita Marin da Silva
Freitas, Isabel Cristina Martins de
Hayashida, Miyeko
Poveda, Vanessa de Brito
Título em português
Efeito da hipotermia sobre a incidência de infeção de sítio cirúrgico em cirurgias abdominais: estudo de coorte
Palavras-chave em português
Enfermagem Perioperatória
Hipotermia
Infecção de sítio cirúrgico
Resumo em português
A infecção de sítio cirúrgico (ISC) é uma complicação frequente que pode acometer o paciente submetido ao procedimento anestésico cirúrgico, acarretando o aumento da morbidade, mortalidade e dos custos hospitalares, bem como do sofrimento emocional e físico do paciente. Este estudo teve como objetivos estimar a incidência de ISC em pacientes submetidos à cirurgia abdominal, identificar as taxas de ISC segundo fatores relacionados ao paciente, ao procedimento anestésico cirúrgico e ao ambiente da sala cirúrgica, identificar os fatores de risco e de proteção, e identificar o efeito independente da hipotermia sobre a incidência de ISC. Para o alcance dos objetivos propostos, conduziu-se estudo de coorte com 484 pacientes submetidos à cirurgia abdominal. Para a coleta de dados elaborou-se instrumento, submetido à validação aparente e de conteúdo por cinco juízes. A coleta de dados foi realizada na unidade de internação ou na sala de recepção do centro cirúrgico, no período intraoperatório, no período de internação e reinternação, e no retorno no 30° dia após a cirurgia. A hipotermia foi avaliada a partir de três mensurações distintas, a saber: 1 - temperatura Delta; 2 - número de vezes em que a temperatura do paciente foi <36,0°C; 3 - tempo de exposição, em minutos, em que o paciente esteve submetido a temperaturas <36,0°C. A incidência bruta de ISC foi de 20,25% (98 casos). A incidência de ISC apresentou maior magnitude nos participantes do sexo feminino (22,43%), nos pacientes na faixa etária de 60 anos e mais (27,22%), e com obesidade classe II (25,71%). As médias de duração da anestesia e da cirurgia foram maiores no grupo com ISC, a incidência de ISC apresentou maior magnitude naqueles pacientes submetidos a cirurgias de porte III (85,71%) e anestesia combinada (41,10%). A incidência de ISC apresentou maior magnitude naquele participante que no final da cirurgia estava exposto à temperatura da sala de operação < 20°C (33,33%), e naqueles expostos à umidade do ar entre 45-55 kg/m3 (22,18%). Na mensuração 1 (modelo final), a hipotermia não apresentou relação causal com a ISC, e as variáveis classificação ASA, porte cirúrgico e tipo de anestesia permaneceram independentemente associadas à ISC. Na mensuração 2 (modelo final), identificou-se o efeito causal independente da hipotermia sobre a ISC, os pacientes que estiveram submetidos mais de cinco vezes a temperaturas <36,0°C apresentaram maior probabilidade (89%; RR=1,89) de desenvolverem ISC, as variáveis classificação ASA e tipo de anestesia mantiveram-se independentemente associadas à ISC. Na mensuração 3 (modelo final), também identificou-se o efeito causal independente da hipotermia sobre a ISC, os pacientes que estiveram submetidos a mais de 75 minutos a temperaturas <36,0°C apresentaram maior probabilidade (89%; RR=1,89) de desenvolverem ISC, as variáveis classificação ASA e tipo de anestesia permaneceram independentemente associadas à ISC. A raquianestesia foi fator de proteção independente para ISC, nos três modelos finais. Os resultados evidenciados poderão subsidiar a tomada de decisão dos profissionais de saúde na implementação de ações direcionadas para a prevenção e controle de ISC, com ênfase em medidas para a prevenção da hipotermia perioperatória
Título em inglês
Effect of hypothermia on the incidence of surgical site infection in abdominal surgeries: a cohort study
Palavras-chave em inglês
Hypothermia
Perioperative Nursing
Surgical site infection
Resumo em inglês
Surgical site infection (SSI) is a frequent complication that can affect the patient undergoing surgical anesthetic procedure, leading to increased morbidity, mortality and hospital costs, as well as emotional and physical suffering of the patient. This study aimed to estimate the incidence of SSI in patients undergoing abdominal surgery; to identify SSI rates according to factors related to the patient, to the surgical anesthetic procedure and to the operating room environment; to identify risk and protective factors; and to identify the independent effect of hypothermia on the incidence of SSI. To reach the proposed objectives, a cohort study was conducted with 484 patients undergoing abdominal surgery. An instrument was developed for data collection, and submitted to face and content validation by five judges. Data collection was performed in the inpatient care unit or in the surgical center reception room, during the intraoperative period, the hospitalization and readmission period, and on the 30th postoperative day. Hypothermia was evaluated from three different measurements: 1) delta temperature; 2) number of times the patient temperature was <36.0°C; 3) exposure time, in minutes, in which the patient was submitted to temperatures <36.0°C. The crude incidence of SSI was 20.25% (98 cases). The incidence of SSI presented higher magnitude in female participants (22.43%), in patients aged 60 years and over (27.22%), and with class II obesity (25.71%). The mean duration of anesthesia and surgery were higher in the SSI group, the SSI incidence was higher in patients undergoing surgery III (85.71%) and combined anesthesia (41.10%). The incidence of SSI presented higher magnitude in participants who were exposed, in the end of surgery, to temperature <20°C (33.33%) at the operating room; and in those exposed to air humidity between 45-55 kg/m3 (22, 18%). In the measurement 1 (final model), hypothermia did not present a causal relationship with SSI, and the variables ASA classification, surgical size and type of anesthesia remained independently associated with SSI. In the measurement 2 (final model), the independent causal effect of hypothermia on SSI was identified; patients who were submitted more than five times to temperatures <36.0°C were more likely (89%; RR=1.89) to develop SSI, the variables ASA classification and type of anesthesia remained independently associated with SSI. In the measurement 3 (final model), the independent causal effect of hypothermia on SSI was also identified; patients who were submitted to more than 75 minutes to temperatures <36.0°C were more likely (89%; RR = 1.89) to develop SSI, the variables ASA classification and type of anesthesia remained independently associated with SSI. Spinal anesthesia was an independent protective factor for SSI in the three final models. The found results may support the decision-making of health professionals in the implementation of actions directed to the prevention and control of SSI, with emphasis on measures for the prevention of perioperative hypothermia
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
JULIOCESARRIBEIRO.pdf (1.77 Mbytes)
Data de Publicação
2018-06-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.