• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2005.tde-22022006-094219
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Kusumota
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Rosalina Aparecida Partezani (Presidente)
Barbosa, Dulce Aparecida
Costa, José Abrão Cardeal da
Dantas, Rosana Aparecida Spadoti
Haas, Vanderlei José
Título em português
"Avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde de pacientes em hemodiálise"
Palavras-chave em português
hemodiálise
insuficiência renal crônica
qualidade de vida
Resumo em português
A Insuficiência Renal Crônica Terminal (IRCT) é uma doença crônica não transmissível e uma das principais causas de morbimortalidade e incapacidades mundiais, o que requer a intervenção dos profissionais da saúde para o seu tratamento e manutenção da vida. A IRCT e o tratamento por meio da hemodiálise podem ocasionar impacto na Qualidade de Vida Relacionada à Saúde (QVRS) dos pacientes, afetando potencialmente o estado de saúde física, mental, funcional, bem-estar geral, interação social e satisfação do paciente. Objetivos: caracterizar a população de pacientes em tratamento por hemodiálise residentes em um município do estado de São Paulo, quanto aos aspectos sociodemográficos, econômicos e clínicos; avaliar e descrever a QVRS desses pacientes e identificar as relações entre a QVRS e os fatores sociodemográficos, econômicos e clínicos, para adultos e idosos. Material e Método: Foi realizado um estudo seccional e populacional nos quatro serviços de diálise do município de Ribeirão Preto-SP, nos quais foram entrevistados os pacientes com 18 anos e mais de idade, residentes nesse município, em tratamento por hemodiálise por seis meses ou mais e que aceitaram participar da pesquisa. Foram excluídos os pacientes idosos (60 anos e mais) que tiveram resultado no Miniexame do Estado Mental (MEEM) insatisfatório, o que totalizou 194 pacientes participantes do estudo. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados foram: instrumento para caracterização da população, construído e submetido à avaliação de conteúdo, MEEM para avaliação do estado cognitivo e o Kidney Disease and Quality of Life - Short Form (KDQOL-SFTM1.3) para avaliação da QVRS. Resultados: Dos pacientes, 132 eram adultos e 62 idosos, dos quais 123 eram homens e 71 mulheres. As dimensões do KDQOL-SFTM que obtiveram menores escores médios foram: situação de trabalho (33,0), função física (38,3) e sobrecarga de doença renal (44,6), enquanto as dimensões que apresentaram maiores escores médios foram: suporte social (82,3), estímulo por parte da equipe de diálise (81,1) e função cognitiva (80,9). Os fatores que apresentaram relação com a variação dos escores médios e correlações das dimensões do KDQOL-SFTM foram: sexo, idade, escolaridade, vínculo com trabalho, renda, co-morbidades, complicações da IRCT e hemodiálise, diabetes mellitus, hipertensão arterial, acompanhamento médico antes de iniciar a diálise e tempo de hemodiálise. Conclusão: A IRCT e o tratamento por hemodiálise se relacionam com a QVRS dos pacientes. Os enfermeiros, enquanto profissionais que atuam diretamente no atendimento dessas pessoas, têm potencial para buscar estratégias e intervir com o planejamento de enfermagem, individual e coletivo, para otimizar as dimensões da QVRS comprometidas.
Título em inglês
Evaluation of Health-Related Quality of Life in hemodialysis patients.
Palavras-chave em inglês
chronic renal insufficiency
hemodialysis
quality of life
Resumo em inglês
Terminal Chronic Renal insufficiency (TCRI) is a non-transmissible chronic disease and one of the main causes of morbi-mortality and disabilities all over the world. Interventions by health professionals are required for treatment and life maintenance. TCRI and hemodialysis treatment can impact patients’ Health-Related Quality of Life (HRQL) and affect their physical, mental and functional health, general well-being, social interaction and satisfaction. Objectives: to characterize the population of patients receiving hemodialysis treatment who life in a city in the State of São Paulo, Brazil, in terms of sociodemographic, economic and clinical aspects; to evaluate and describe these patients’ HRQL and to identify the relation between HRQL and sociodemographic, economic and clinical factors, for adults and elderly. Material and Methods: A cross-sectional and populational study was carried out at the four dialysis services located in Ribeirão Preto-SP, where we interviewed patients aged 18 or over who lived in this city, had received hemodialysis treatment for six months or more and accepted to participate in the study. Elderly patients (aged 60 or more) who obtained unsatisfactory results on the Mini-Mental State Examination (MMSE) were excluded, resulting in 194 study participants. The following instruments were used for data collection: instrument to characterize the population, constructed and submitted to content evaluation, MMSE to evaluate the cognitive state and Kidney Disease and Quality of Life - Short Form (KDQOL-SFTM1.3) to evaluate the HRQL. Results: Patients were 132 adults and 62 elderly. 123 were men and 71 women. The following KDQOL-SFTM dimensions obtained the lowest average scores: work situation (33.0), physical function (38.3) and burden caused by kidney disease (44.6), while the highest average scores went to: social support (82.3), stimulation by the dialysis team (81.1) and cognitive function (80.9). The following factors were related to the variation in average scores and correlations between the KDQOL-SFTM dimensions: gender, age, education, remunerated work, income, comorbidities, complications caused by TCRI and hemodialysis, diabetes mellitus, arterial hypertension, medical follow-up before starting dialysis and hemodialysis time. Conclusion: TCRI and hemodialysis treatment influenced patients’ HRQL. Nurses, being directly involved in care for these patients, are able to establish strategies and intervene through individual and collective nursing planning, with a view to optimizing the affected HRQL dimensions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-03-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.