• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2014.tde-21052014-192211
Documento
Autor
Nome completo
Josilene de Melo Buriti Vasconcelos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Caliri, Maria Helena Larcher (Presidente)
Fernandes, Luciana Magnani
Gabriel, Carmen Silvia
Silva, Ana Elisa Bauer de Camargo
Soares, Maria Julia Guimarães Oliveira
Título em português
Construção, utilização e avaliação dos efeitos de protocolo de prevenção de úlceras por pressão em Unidade de Terapia Intensiva
Palavras-chave em português
Assistência de Enfermagem
Prática Baseada em Evidências
Prevenção
Úlcera por pressão
Unidade de Terapia Intensiva
Resumo em português
A prevenção de úlcera por pressão representa grande desafio no ambiente hospitalar, especialmente na Unidade de Terapia Intensiva, mediante a diversidade de fatores de risco apresentados pelos pacientes. A pesquisa teve como objetivo avaliar o efeito da construção e utilização de um protocolo embasado em evidências para prevenção de úlcera por pressão em Unidade de Terapia Intensiva, nas ações de enfermagem e na incidência do evento. Foi realizada na Unidade de Terapia Intensiva de hospital universitário, de João Pessoa, Paraíba, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. O percurso metodológico foi construído a partir das etapas do processo da adoção de uma inovação conforme Rogers, utilizando-se as abordagens quanti e qualitativa, em três fases: pré-intervenção, intervenção e pós- intervenção. Nas fases pré e pós-intervenção, por meio de dois estudos, investigou- se a realidade caracterizando-se as ações dos profissionais para prevenção durante a higiene corporal e a incidência de úlcera por pressão. A fase de intervenção possibilitou a construção e utilização do protocolo de prevenção de úlcera por pressão com a participação dos profissionais de saúde da Unidade de Terapia Intensiva, utilizando-se como estratégias o grupo focal, a avaliação da concordância pelos profissionais e o desenvolvimento de ações educativas, visando à persuasão para a adoção das recomendações. Os resultados das fases pré e pós-intervenção foram comparados utilizando testes estatísticos para verificar o impacto da utilização do protocolo. No estudo qualitativo, desenvolvido durante a fase de intervenção, a análise e interpretação dos depoimentos dos profissionais foram realizadas pela técnica de análise de conteúdo conforme Bardin. A comparação dos resultados dos estudos das fases pré e pós-intervenção evidenciou que a utilização do protocolo influenciou a prática clínica dos profissionais de enfermagem, observando-se mudanças significativas na adoção de medidas de prevenção como: avaliação do risco para úlcera por pressão utilizando a Escala de Braden durante a internação do paciente (p<0,001), incremento na utilização do hidratante corporal (p<0,001), inspeção da pele nas proeminências ósseas em todas as regiões corporais (p<0,001), aumento da utilização do lençol móvel para elevação do paciente do leito durante a movimentação (p<0,001), utilização de travesseiros para proteger as proeminências ósseas do joelho (p=0,015) e sob as panturrilhas para manter os calcâneos flutuantes (p<0,005). Observou-se ainda aumento na utilização de coberturas para proteção da pele nas áreas de proeminências ósseas (p=0,005). Quanto à incidência de úlcera por pressão observou-se diferença estatisticamente significante (p=0,0069) entre as duas fases da pesquisa com redução do índice de 35,7% (pré-intervenção) para 8,3% (pós-intervenção). Identificou-se que as variáveis associadas à ocorrência de úlcera por pressão foram: uso de antibióticos, vasoconstrictores, ventilação mecânica; tempo prolongado de internação; menores escores na Escala de Braden e de Glasgow. Os resultados denotam a importância da utilização do protocolo de prevenção de úlcera por pressão no serviço e ressaltam a necessidade do envolvimento da instituição na manutenção de um programa de educação permanente que envolva a equipe multiprofissional, no provimento de recursos humanos e materiais para garantir a continuidade na adoção das boas práticas para prevenção de úlcera por pressão e no monitoramento contínuo do problema
Título em inglês
Construction, use and assessment of the effects of a pressure ulcer prevention protocol at an Intensive Care Unit
Palavras-chave em inglês
Evidence-Based Practice
Intensive Care Unit
Nursing Care
Pressure ulcer
Prevention
Resumo em inglês
Preventing pressure ulcers poses a great challenge in the hospital context, especially in Intensive Care Unit, because of the range of risk factors the patients present. The objective in this research was to assess the effect of the construction and use of an evidence-based protocol to prevent pressure ulcers in Intensive Care Unit on nursing actions and on the incidence rates of the event. The study was undertaken at the Intensive Care Unit of a university hospital in João Pessoa/Paraíba, after receiving ethical clearance. The method was constructed based on Rogers' steps in the innovation adoption process, using the quantitative and qualitative approaches, in three phases: pre-intervention, intervention and post-intervention. In the pre- and post-intervention phases, the reality was investigated through two studies, characterizing the professionals' preventive actions during bodily hygiene and the incidence of pressure ulcers. The intervention phase permitted the construction and use of the pressure ulcers prevention protocol, involving health professionals from the Intensive Care Unit, through the adoption of the following strategies: focus group, assessment of the professionals' agreement and development of educative actions to persuade the professionals to adopt the recommendations. The results of the pre and post-intervention phases were compared, using statistical tests to verify the impact of using the protocol. In the qualitative study, developed during the intervention phase, Bardin's content analysis technique was applied for the analysis and interpretation of the professionals' statements. The comparison between the study results of the pre and post-intervention phases evidenced that the use of the protocol significantly influenced the nursing professionals' clinical practice, revealing significant changes in the adoption of prevention measures, including: pressure ulcers risk assessment using the Braden scale during the patient's hospitalization (p<0.001), increased use of body hydrating lotion (p<0.001), skin inspection on bony prominences in all body regionso (p<0.001), increased use of blankets to raise the patient from the bed while moving (p<0.001); use of pillows to protect bony prominences on the knee (p=0.015) and under the calves to maintain the heels suspended (p<0.005). In addition, an increase was observed in the use of covers to protect areas of bony prominences (p=0.005). Concerning the incidence of pressure ulcers, a statistically significant difference (p=0.0069) was observed between the two research phases, with a reduction from 35.7 % (pre-intervention) to 8.3% (post-intervention). It was identified that the variables associated with the occurrence of pressure ulcers were: use of antibiotics, vasoconstrictors, mechanical ventilation; extended hospitalization time; lower scores on Braden and Glasgow Scale. The results indicate the importance of using the pressure ulcers prevention protocol in the service and highlight the need for the institution to engage in the maintenance of a continuing education program for the multiprofessional team, in the provision of human and material resources to guarantee continuity in the adoption of best practices for pressure ulcers prevention and in the continuous monitoring of the problem
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-06-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.