• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2014.tde-21052014-154833
Documento
Autor
Nome completo
Edilene Araújo Monteiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Dantas, Rosana Aparecida Spadoti (Presidente)
Marques, Sueli
Rodrigues, Rosalina Aparecida Partezani
Silva, Antonia Oliveira
Wehbe, Suzele Cristina Coelho Fabricio
Título em português
Validação do Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal em um amostra de cuidadores brasileiros
Palavras-chave em português
Cuidadores
Enfermagem Geriátrica
Estudos de Validação
Idoso
Pesquisa Metodológica em Enfermagem
Resumo em português
O envelhecimento populacional no Brasil tem sido influenciado pela transição demográfica e epidemiológica. Em consequência, prevalecem as doenças crônicas e ocorre um decréscimo na capacidade funcional do idoso. É quando surge a necessidade do cuidador no contexto das famílias. Os objetivos deste estudo metodológico foram adaptar para uso no Brasil o Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal (QASCI) e analisar as propriedades psicométricas em uma amostra de cuidadores informais de idosos. O QASCI é composto por 32 itens cujas respostas são obtidas em valores que variam de um a cinco e integra sete domínios: Implicações na vida pessoal; Satisfação com o papel e com o familiar; Reações a exigências; Sobrecarga emocional; Apoio familiar; Sobrecarga financeira e Percepção dos mecanismos de eficácia e de controle. O escore total varia de 32 a 160, e quanto maior o valor, maior a sobrecarga. O processo de adaptação seguiu os passos metodológicos, conforme preconizado pela literatura: adaptação semântica, avaliação pelo comitê de juízes, análise semântica dos itens, obtenção da versão final e análise das propriedades psicométricas. Os dados foram coletados mediante entrevistas domiciliares, no período de setembro de 2012 a fevereiro de 2013, nas áreas cadastradas das Equipes de Saúde da Família do município de João Pessoa-PB. Participaram do estudo 132 cuidadores de idosos que apresentavam alguma dependência funcional. A validade de constructo convergente do QASCI foi avaliada com testes de correlação de Pearson entre as medidas de sobrecarga e de constructos correlatos (ansiedade e depressão); análise fatorial confirmatória (dimensionalidade) e teste para comparação de grupos conhecidos (idade, tempo de cuidado, nível de dependência); e a confiabilidade foi avaliada pela consistência interna de seus itens (alfa de Cronbach). O nível de significância adotado foi de 0,05. A maioria dos participantes era do sexo feminino (87,1%), casados (47,7%), com idade média de 50 anos e oito anos de escolaridade. Quanto ao grau de parentesco com o idoso, 63% eram filhos, e 14%, cônjuges. Cerca de 89% dos cuidadores residiam com o idoso, apresentavam média de sete anos de tempo de cuidado, e 39% não contavam com ajuda no cuidado ao idoso. Quanto às propriedades avaliadas, em relação à validade de constructo convergente da versão adaptada do QASCI, obtivemos correlação forte entre as medidas de sobrecarga e de depressão (r=0,61; p=0,001) e correlação moderada entre as medidas de sobrecarga e de ansiedade (r=0,50, p=0,001) (validade convergente). Na comparação das medidas de sobrecarga segundo a idade do cuidador (adultos e idosos) (p=0,046) e classificação da dependência do idoso (p=0,001), confirmamos nossas hipóteses iniciais. A análise fatorial confirmatória evidenciou bom ajuste do modelo de medida advindo da versão adaptada do QASCI e manteve a estrutura fatorial inicialmente assumida no modelo proposto pelos autores da versão original. Quanto à confiabilidade, obtivemos valor adequado para a consistência interna da versão adaptada do QASCI considerando o total dos itens (?= 0,92) e as dimensões (alfas variando de 0,51 a 0,88). Diante dos resultados, concluímos que a versão adaptada do QASCI atendeu aos critérios de validade e confiabilidade na amostra estudada. Sugerem-se novos estudos a fim de testar essas propriedades em outros grupos de cuidadores brasileiros
Título em inglês
Validation of the Questionnaire for Assessment of Informal Caregiver Burden in a sample of Brazilian caregivers
Palavras-chave em inglês
Aged
Caregivers
Geriatric Nursing
Nursing Methodology Research
Validation Studies
Resumo em inglês
Demographic aging in Brazil has been influenced by the epidemiological and demographic transition. As a consequence, chronic diseases prevail and the functional capability of the elderly decreases. That is when the presence of a caregiver in the family context becomes necessary. The objectives of this methodological study were to adapt the Questionnaire for Assessment of Informal Caregiver Burden (QAICB) for its use in Brazil and to analyze psychometric properties in a sample of informal caregivers of elderly individuals. The QAICB is comprised of 32 items whose answers are obtained in values ranging from one to five, integrating seven domains: Implications in personal life; Satisfaction with the role and the family member; Reactions to demands; Emotional burden; Family support; Financial burden and Perception of the mechanisms of efficacy and control. The total score varies between 32 and 160, and the higher the score, the greater the burden. The adaptation process followed the methodological steps recommended in literature: semantic adaptation, evaluation by a committee of judges, semantic analyses of the items, obtainment of the final version and analysis of psychometric properties. Data were collected by means of home interviews, between September of 2012 and February of 2013, in the registered areas of the Family Health Teams of João Pessoa, state of Paraíba. Study participants were 132 caregivers of elderly individuals with some functional dependence. The validity of convergent construct of the QAICB was assessed by means of Pearson's correlation tests between the measures of burden and correlated constructs (anxiety and depression); confirmatory factor analysis (dimensionality) and test for comparison of known groups (age, time of care, level of dependence); and the reliability was assessed by the internal consistency of the items (Cronbach's alpha). The level of significance adopted was 0.05. Most of the participants were women (87.1%), married (47.7%), with a mean age of 50 years and eight years of education. Regarding the relationship of the caregiver to the elderly, 63% were children, and 14% were spouses. Approximately 89% of the caregivers lived with the elderly, presented a mean time of care of seven years, and 39% did not have any help in the care of the elderly. Regarding the properties evaluated, in relation to the validity of the convergent construct of the adapted version of the QAICB, a strong correlation was found between the measures of burden and depression (r=0.61; p=0.001) and a moderate correlation was observed between the measures of burden and anxiety (r=0.50, p=0.001) (convergent validity). In the comparison of the measures of burden as for the age of the caregiver (adults and elderly) (p=0.046) and the classification of the dependence of the elderly (p=0.001), the initial hypotheses of the authors were confirmed. The confirmatory factor analysis evidenced a good adjustment of the measure model originating from the adapted version of the QAICB and the factor structure initially assumed in the model proposed by the authors of the original version was maintained. As for reliability, an adequate value was obtained for the internal consistency of the adapted version of the QAICB, considering the total of the items (?= 0.92) and the dimensions (alpha varying between 0.51 and 0.88). In light of the results, the adapted version of the QAICB showed compliance with the criteria of validity and reliability in the studied sample. New studies are suggested so as to test these properties in other groups of Brazilian caregivers
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-06-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.