• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2009.tde-18082009-124545
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Gaspar Torrati
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Dantas, Rosana Aparecida Spadoti (Presidente)
Carvalho, Ana Maria Pimenta
Rodrigues, Roberta Cunha Matheus
Título em português
Ansiedade, depressão, senso de coerência e estressores nos períodos pré e pós-operatório de cirurgias cardíacas
Palavras-chave em português
Ansiedade
Cirurgia Torácica
Depressão
Enfrentamento
Estresse
Resumo em português
A cirurgia cardíaca é um evento estressante na vida de um paciente, especialmente durante a estadia na unidade de terapia intensiva, no período pós-operatório imediato, podendo ser agravado por fatores como ansiedade, depressão e a capacidade de enfrentamento. Entretanto alguns pacientes conseguem lidar melhor com esse estresse do que outros. Os objetivos deste estudo foram avaliar: as relações entre ansiedade, depressão e senso de coerência de pacientes no préoperatório de cirurgia cardíaca; as relações entre ansiedade, depressão e senso de coerência com as variáveis sexo, idade, escolaridade e tempo de pré-operatório e a relação das medidas de ansiedade, de depressão e de senso de coerência dos pacientes cardíacos, no período pré-operatório, com o estresse percebido no pósoperatório imediato. Os dados foram coletados por entrevistas individuais realizadas pela pesquisadora em dois momentos da internação: no período pré-operatório e no pós-operatório imediato. Para a primeira coleta foi utilizado um instrumento de caracterização sócio-demográfica e clínica; a versão adaptada da Hospital Anxiety and Depression Scale (avaliação da ansiedade e depressão) e a versão adaptada do Questionário de Senso de Coerência de Antonovsky (avaliação da capacidade de enfrentamento). Para a segunda coleta foi utilizada a versão adaptada da Escala de Estressores em Terapia Intensiva. Os dados foram analisados usando o coeficiente de correlação de Spearman, teste de Mann-Whitney e teste de Kruskal-Wallis. O nível de significância adotado foi de 0,05. Participaram da investigação, 91 sujeitos com idade média de 56,9 anos (DP= 13,7), 52,7% eram mulheres; 45 (49,5%) foram submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio. Houve correlações inversas e de moderada magnitude, entre senso de coerência e ansiedade (r= -0,371; p= 0,000) e senso de coerência e depressão (r= -0,516; p= 0,000). As mulheres e os pacientes com menor escolaridade apresentaram maior pontuação para ansiedade (M= 8,1 e M= 7,6, respectivamente) e para depressão (M= 5,8 e M= 5,7, respectivamente). O tempo de internação pré-operatória foi associado à maior ansiedade (p= 0,03) e o nível e escolaridade foi associado à maior depressão (p= 0,01). Pacientes masculinos, acima de 60 anos, com maior grau de escolaridade obtiveram maior senso de coerência. A percepção dos estressores foi maior para os pacientes masculinos, com idade entre 41 e 59 anos, com escolaridade em nível médio ou superior e maior tempo de internação na UTI. Os itens da escala considerados mais estressantes foram ter dor e não conseguir dormir. Concluiuse que houve correlação de moderada magnitude entre as medidas de estressores percebidos e ansiedade (p= 0,01) e depressão (p= 0,003) e correlação fraca entre as medidas de senso de coerência (p= 0,09) e estressores.
Título em inglês
Anxiety, depression, sense of coherence and stressors in the pre- and postoperative periods of cardiac surgeries.
Palavras-chave em inglês
Anxiety
Coping
Depression
Stress
Thoracic Surgery
Resumo em inglês
Cardiac surgery is a stressful event in a patients life, especially while at the intensive care unit in the immediate postoperative period, and can be aggravated by factors like anxiety, depression and coping capacity. Some patients, however, manage to deal with this stress better than others. This study aimed to assess: the relations between anxiety, depression and sense of coherence of patients in the preoperative period of cardiac surgery; the relations between anxiety, depression and sense of coherence and gender, age, education level and preoperative hospitalization time variables and the relation between preoperative measures of anxiety, depression and sense of coherence in cardiac patients with perceived immediate postoperative stress. Data were collected through individual interviews held by the research at two times during hospitalization: in the preoperative period and in the immediate postoperative period. For the first data collection, an instrument was used to survey sociodemographic and clinical characteristics; the adapted version of the Hospital Anxiety and Depression Scale (assessment of anxiety and depression) and the adapted version of Antonovskys Sense of Coherence Questionnaire (assessment of coping capacity). For the second data collection, the adapted version of the Intensive Care Unit Environmental Stressor Scale was used. Spearmans correlation coefficient, Mann-Whitneys test and Kruskal-Wallis test were used for data analysis. Significance was set at 0.05. Study participants were 91 subjects with a mean age of 56.9 years (SD= 13.7); 52.7% were women; 45 (49.5%) were submitted to coronary artery bypass graft surgery. Inverse and moderate correlations were found between sense of coherence and anxiety (r= -0.371; p= 0.000) and sense of coherence and depression (r= -0.516; p= 0.000). Women and patients with lower education levels presented higher anxiety (M= 8.1 and M= 7.6, respectively) and depression scores (M= 5.8 and M= 5.7, respectively). Preoperative hospitalization time was associated with greater anxiety (p= 0.03) and education level was associated with greater depression (p= 0.01). Male patients older than 60 years with higher education levels obtained a higher sense of coherence. The perception of stressors was greater for male patients between 41 and 59 years old, with secondary or higher education level and longer ICU hospitalization time. The most stressful items on the scale were feeling pain and not being able to sleep. It is concluded that a moderate correlation exists between perceived stress measures and anxiety (p= 0.01) and depression (p= 0.003), and a weak correlation between sense of coherence measures (p= 0.09) and stressors.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-09-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.