• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Lilian Andreia Fleck Reinato
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Gir, Elucir (Presidente)
Martinez, Roberto
Rodrigues, Fernando Bellissimo
Teles, Sheila Araujo
Título em português
Fatores de risco associados à colonização nasal por Staphylococcus aureus em pessoas vivendo com HIV/aids: um estudo caso-controle
Palavras-chave em português
Infecções oportunistas relacionadas com a AIDS
Infecções pelo HIV
Resistência microbiana a medicamentos
Staphylococcus aureus
Staphylococcus aureus resistente à meticilina
Resumo em português
A colonização nasal por Staphylococcus aureus e a infecção pelo HIV representam problemas de saúde pública de preocupação mundial. O objetivo geral foi identificar os fatores de risco para a colonização nasal por Staphylococcus aureus em pessoas vivendo com HIV/aids. Para tanto, foi realizado um estudo tipo caso-controle, com pessoas vivendo com HIV/aids internadas nas unidades especializadas na assistência às doenças infecciosas de um hospital de ensino no interior paulista. A coleta de dados ocorreu de janeiro/2013 a fevereiro/2015, por meio de entrevista individual contemplando dados sociodemográficos e clínicos, além da coleta da secreção nasal com auxílio do swab em meio Stuart, ambos nas primeiras 24 horas de internação. As amostras foram encaminhadas e processadas pelo Laboratório de Microbiologia da própria instituição. Os critérios de inclusão foram: ter idade acima de 18 anos, ser soropositivo ao HIV, estar internado. Nas análises estatísticas foram realizados os testes qui-quadrado de Pearson, Exato de Fisher, t-Student, Wilcoxon e Regressão Logística Univariada e Multivariada, por meio do software SAS®. Os dados estão apresentados em tabelas e figuras. O presente estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (No CAAE 38990114.5.0000.5393) e pela instituição co-participante (No CAAE 38990114.5.3001.5440). Participaram do estudo 240 pessoas vivendo com HIV/aids, sendo 120 Casos e 120 Controles, houve predominância do sexo masculino em 65,0% dos Casos e 55,0% dos Controles, 35,8% dos Casos estavam na faixa etária de 30 a 39 anos e 45,8% dos Controles tinham idade de 40 a 49 anos, a etnia predominante foi a branca para Casos e Controles, 74,2% e 64,2%, respectivamente. Os grupos foram homogêneos entre si em relação ao sexo, etnia e escolaridade. A média do tempo de diagnóstico foi de 9 anos para Casos e 8,8 anos para Controles. O modelo final de regressão logística evidenciou como fatores de risco associados à colonização nasal por Staphylococcus aureus em pessoas vivendo com HIV/aids, ser da etnia branca, p=0,05 (OR:1,85; IC95% 1,00 - 3,57); ter carga viral >40 cópias/mL, p= 0,03 (OR: 2,90; IC95% 1,15 - 7,30); estar com contagem de LT-CD4+ <200 células/mm3 p=0,001 (OR: 2,71; IC95% 1,53 - 4,81); e apresentar doença oportunista p=0,014 (OR: 2,09; IC95% 1,20 - 3,67). Além disso, foi evidenciado como fator de proteção para a colonização nasal pelo Staphylococcus aureus em pessoas vivendo com HIV/aids o uso de antirretroviral p=0,008 (OR: 0,45; IC95% 0,25 - 0,81). Concluímos que a colonização nasal por Staphylococcus aureus nas pessoas vivendo com HIV/aids foi associada aos fatores: etnia, carga viral, contagem de LT-CD4+ , infecção oportunista e uso de antirretroviral
Título em inglês
Risk factors associated with nasal colonization by Staphylococcus aureus in people living with HIV / AIDS: a case-control study
Palavras-chave em inglês
AIDS-Related opportunistic infections
Drug resistance
HIV Infections
Methicillin-Resistant Staphylococcus aureus
Microbial
Staphylococcus aureus
Resumo em inglês
Staphylococcus aureus nasal colonization and HIV infection represent public health problems of global concern. The overall objective was to identify the risk factors for nasal colonization by Staphylococcus aureus in people living with HIV / AIDS. Therefore, a case-control study was conducted, with people living with HIV / AIDS hospitalized at the units specialized in infectious disease care at a teaching hospital in the interior of São Paulo. Data were collected from January / 2013 to February / 2015 by means of an individual interview, including sociodemographic and clinical data, as well as the collection of nasal secretions with the aid of swab in Stuart's medium, both during the first 24 hours of hospitalization. The samples were sent and processed by the Laboratory of Microbiology of the institution itself. The inclusion criteria were: to be over 18 years of age, to be known as infected HIV, to be hospitalized. Statistical analyzes were performed using the Pearson chi-square test, Fisher's exact test, Student t-test, Wilcoxon test, and Univariate and Multivariate logistic regression using the SAS® software. The data are presented in tables and figures. The present study was approved by the Research Ethics Committee of the Ribeirão Preto College of Nursing (CAAE 38990114.5.0000.5393) and by the co- participating institution (CAAE 38990114.5.3001.5440). A total of 240 people living with HIV / AIDS participated in the study, of which 120 were Cases and 120 Controls; 65.0% of Cases and 55.0% of Controls were male: 35.8% of Cases were in the age group of 30 at 39 years and 45.8% of the Controls were aged from 40 to 49 years, the predominant ethnicity was white for Cases and Controls, 74.2% and 64.2%, respectively. The groups were homogeneous among themselves in relation to gender, ethnicity and schooling. The mean time of diagnosis was 9 years for Cases and 8.8 years for Controls. The final logistic regression model showed that the risk factors associated with Staphylococcus aureus nasal colonization in people living with HIV / AIDS were white, p = 0.05 (OR: 1.85, 95% CI: 1.00 - 3.57); having viral load> 40 copies / mL, p = 0.03 (OR: 2.90; IC95% 1.15 - 7.30); being with LT-CD4+ <200 cells / mm3 p = 0.001 (OR: 2.71; IC95% 1.53 - 4.81); and present opportunistic disease p = 0.014 (OR: 2,09; IC95% 1,20 - 3,67). In addition, it was also obtained by the final regression final model that the use of antiretroviral therapy is a protection factor of p = 0.008 (OR: 0.45; 95% CI 0.25 - 0.81) for nasal colonization by Staphylococcus aureus. We conclude that nasal colonization by Staphylococcus aureus in people living with HIV/AIDS was associated with factors: ethnicity, viral load, LT-CD4+ count, opportunistic infection, and antiretroviral use
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.