• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2007.tde-13032008-160217
Documento
Autor
Nome completo
Ma. Del Carmen Perez Rodriguez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Mendes, Isabel Amelia Costa (Presidente)
Hayashida, Miyeko
Jabur, Maria Regina Lourenço
Pace, Ana Emilia
Souza, Luiz de
Título em português
Comunicação participativa: a chave para o ensino no cuidado dos pés do paciente diabético
Palavras-chave em português
comunicação participativa
cuidado nos pés
diabetes mellitus
enfermagem em saúde publica
prevenção
Resumo em português
Entre 40 e 70% das amputações em extremidades inferiores são relacionadas à diabetes, e 85% estão precedidas de ulcera no pé. A transcendência e a gravidade desta complicação permitem considerar que o ensino para a pessoa com diabetes deve ter por finalidade, a incorporação de habilidades que o capacite para o auntocuidado, de forma integrada com a sua escala de valores. Sendo assim, o presente estudo teve como objetivo validar a efetividade de um programa de ensino fundamentado na comunicação participativa, com enfoque nos cuidados com os pés, das pessoas com diabetes mellitus tipo 2. Trata-se de um estudo quaseexperimental, desenvolvido em dois grupos, um experimental e outro controle, formados aleatoriamente. No grupo controle, o programa de ensino foi baseado no método tradicional e no grupo experimental na comunicação participativa. As variáveis dependentes foram: hábitos de cuidado, conhecimentos sobre a doença; dados antropométricos e laboratoriais e condições dos pés. Os dados foram obtidos por meio de entrevista e exame físico, em três momentos: antes do inicio e no final do programa de ensino e outro após seis meses decorridos ao término da intervenção. Cada grupo foi constituído por 77 participantes, com media de idade de 52 anos, sendo o maioria do sexo feminino (90%), com escolaridade no ensino fundamental incompleto (76,6% grupo experimental e 81,8% grupo controle) e ocupação atividades domésticas (90%). Observose que no grupo experimental 40,3% e no grupo controle 42,9% apresentavam também hipertensão arterial. O teste de Qui-quadrado mostrou que não existiu diferencia significativa entre os grupos com relação a estas características. A comparação dos programas ao largo do tempo, em relação a cada variável, foi realizada pela metodologia de análise multivariada de perfis. Para avaliar o efeito de cada programa (antes e após o curso) e retenção do aprendizado (após o curso e depois de seis meses) utilizaram - se o teste t de Student. Cinco as variáveis (hábitos de cuidados, conhecimentos, resultados de laboratório, interrogatório e exame fisco) apresentam perfis distintos (p<0,001), constatando-se que o programa do ensino baseado na comunicação participativa é melhor do que o de metodologia tradicional. Para a variável somatometría as técnicas de intervenção produzirem efeitos semelhantes.
Título em inglês
Participatory communication: The basis for the teaching of foot care in the diabetic patient
Palavras-chave em inglês
diabetes mellitus
foot care
participatory communication
prevention
public health nursing
Resumo em inglês
Between 40 and 70% of lower limb amputations occur from causes related to diabetes and 85% are preceded by an ulcer on the foot. The significance and gravity of this complication might argue that education for the diabetic person is intended to be trained to self-care, integrating it into his value system. For this reason this study was formulated with the aim to validate the effectiveness of a learning program based on participatory communication on foot care for people who suffer from diabetes mellitus of type 2. It is a quasi-experimental study developed into 2 groups, that is an experimental group and a control group consisting of randomly selection. In the control group, the education program was based on the traditional method of education and the experimental group the education program was based on participatory communication. The dependent variables were: care habits, knowledge about the disease, laboratory tests, anthropometric measurements, laboratory results and conditions of the feet. The data were collected through interviews and physical examination, in 3 stages: Before the start of the intervention, at the end of the program and six months after the intervention. Each group was formed by 77 members, with an average age of 52, most of them female (90%) with incomplete elementary education (76.6% experimental group and control group 81.8%), and the predominant occupation was: work from home (90%). For the diagnosis was observed 40.3% of the people in the experimental group and 42.9% of people in the control group, in addition to diabetes they were hypertension. The chi square test showed that there were no significant differences in relation to these features. The comparison of the programs over time, in relation to each variable was done through the method of multivariate analysis of profiles. To evaluate the effect of each program (before and after the course) and the retention of what they have learned (at the end of the course and after 6 months) was used Student's t test. Five of the variables (habits of care, knowledge about the disease, laboratory tests, interrogation and physical condition of the feet) had different profiles (p<0,001), noting that the education program based on participatory communication is better than based on the traditional methodology. To the variable "somatometry", the two methods produced similar effects. In all of the variables, in both groups, there was a slight decrease in the retention of knowledge after six months.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-03-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.