• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2014.tde-13022015-110642
Documento
Autor
Nome completo
Eliane Nepomuceno
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Dantas, Rosana Aparecida Spadoti (Presidente)
Dessotte, Carina Aparecida Marosti
Herrero, Carlos Fernando Pereira da Silva
Título em português
Qualidade de vida relacionada à saúde e expectativas com o tratamento cirúrgico de pacientes com estenose espinhal: comparação segundo o local da estenose
Palavras-chave em português
Ansiedade
Coluna vertebral
Depressão
Expectativa
Qualidade de vida
Resumo em português
Introdução. A estenose espinhal é uma doença degenerativa que pode atingir vários locais da coluna vertebral causando, principalmente, limitações funcionais e dor, comprometendo a qualidade de vida dos pacientes. Ainda, sintomas de ansiedade e de depressão podem estar presentes devido às condições debilitantes e dolorosas. Uma das opções terapêuticas é a correção cirúrgica da estenose. Entretanto, as expectativas desses pacientes com o tratamento cirúrgico, muitas vezes, não são correspondidas com os resultados obtidos pela cirurgia, gerando insatisfação. Objetivos. Comparar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) e sintomas de ansiedade e de depressão segundo o tipo de estenose apresentada (lombar ou cervical), ainda, avaliar a limitação funcional e as expectativas dos pacientes frente ao tratamento cirúrgico. Método. Estudo descritivo, de corte transversal, realizado em um hospital público e de ensino no interior do Estado de São Paulo. Os dados foram coletados por consulta aos prontuários dos pacientes e entrevistas individuais, no período de outubro de 2012 a janeiro de 2014. As variáveis de interesse foram avaliadas pelos instrumentos: Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey (SF-36) (QVRS); Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS) (sintomas de ansiedade e depressão); Oswestry Disability Index (ODI) e The Neck Disability Index (NDI) (grau de limitação funcional do grupo com estenose lombar e cervical, respectivamente); questão sobre as expectativas de melhora nos sintomas com dez itens e Escala Visual Analógica Numérica (EVAN) (expectativa do estado geral de saúde após o tratamento cirúrgico). Os dados foram analisados descritivamente e pelos testes t-Student e Qui-quadrado. O nível de significância adotado foi de 0,05. Resultados. Foram avaliados 54 pacientes (32 com estenose lombar e 22 com estenose cervical), com maior frequência de homens (68,2%) apenas no grupo da estenose cervical, enquanto no grupo com estenose lombar, 50% eram homens. As médias de idade foram de 56,3 (D.P.=11,8) anos e 54,6 (D.P.=12,8) anos, respectivamente, para o grupo de estenose lombar e cervical. A comparação dos oito domínios do SF-36, entre os dois grupos, lombar e cervical, evidenciou diferenças estatisticamente significantes apenas nos domínios Dor (62,5 versus 49,5; p=0,02) e Capacidade Funcional (20,1 versus 32,0; p=0,01). E não houve diferenças entre os grupos em relação às medidas de sintomas de ansiedade e depressão. A média da limitação funcional para grupo com estenose lombar foi de 53,2% (D.P.=11,9%), enquanto que para grupo com estenose cervical foi de 40,2% (D.P.=17,5%). A maioria dos participantes tinha expectativa de muita melhora em oito dos 10 itens de sintomas com tratamento cirúrgico, bem como, apresentaram uma média de 8,24 centímetros (D.P.= 1,77) na EVAN. Conclusões. O local onde a estenose espinhal se desenvolve causa limitações e piora na QVRS do individuo em alguns aspectos, e eles possuem altas expectativas em relação à melhora com o tratamento cirúrgico. Desta forma, os profissionais da saúde devem garantir uma orientação individualizada para estes pacientes, fornecendo informações mais concretas em relação seu prognóstico cirúrgico
Título em inglês
Spinal stenosis patients' health-related quality of life and expectations towards the surgical treatment: a comparison based on stenosis site
Palavras-chave em inglês
Anxiety
Depression
Expectation
Quality of life
Spine
Resumo em inglês
Introduction. Spinal stenosis is a degenerative disease affecting several regions of the spine, mainly causing functional limitations and pain, and compromising patients' quality of life. Anxiety and depression symptoms can be appear due to the debilitating and painful conditions. Surgical correction is one of the treatment options. Nevertheless, the patients' expectations towards surgery often are not corresponded by the obtained surgical results, thus causing dissatisfaction. Objectives. Compare the health-related quality of life (HRQoL) and anxiety and depression symptoms according to the type of stenosis (lumbar or cervical) and assess patients' functional limitation and their expectations towards the surgical treatment. Method. Descriptive, cross-sectional study, performed in a public teaching hospital located in upstate São Paulo, Brazil. The data were collected from the patients' medical records and through individual interviews, between October of 2012 and January of 2014. The variables were evaluated using the following tools: Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey (SF-36) (QVRS); Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS); Oswestry Disability Index (ODI) and The Neck Disability Index (NDI) (level of functional limitation of the group with lumbar and cervical stenosis, respectively); a 10-item question regarding one's expectations towards improving the symptoms and a Visual Numeric Analogue Scale (expectation of the overall health condition after the surgical treatment). Data were submitted to descriptive analysis and to the Student's t and Chi-Square tests. The adopted significance level was 0.05. Results. Fifty-four patients were evaluated (32 with lumbar and 22 with cervical stenosis), 68.2% of which were men in the cervical stenosis group and 50% in the lumbar stenosis group. The mean ages were 56.3 (S.D.=11.8) years old and 54.6 (S.D.=12,8) years old, respectively, for the lumbar and cervical stenosis groups. The comparison of the eight domains of the SF-36, between the two groups, lumbar and cervical, found statistically significant differences only for the Pain (62.5 versus 49.5; p=0.02) and Physical Functioning (20.1 versus 32.0; p=0.01) domains. No differences were found between the groups regarding anxiety and depression symptoms. The mean functional limitation for the lumbar stenosis group was 53.2% (S.D.=11.9%), and 40.2% (S.D.=17.5%) for the cervical stenosis group. Most participants expected a high improvement in eight of the 10 symptom items with surgical treatment, with a mean of 8.24 (S.D.= 1.77) in the evaluation of the improved health condition (ranging between 0 and 10). Conclusion. The region where the spinal stenosis develops causes limitations and reduces the patient's HRQoL in some aspects. Patients have high expectations towards improving with surgical treatment. Therefore, health care professionals must guarantee these patients receive individualized guidance, providing concrete information regarding the benefits of the surgical treatment
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ELIANENEPOMUCENO.pdf (865.70 Kbytes)
Data de Publicação
2015-02-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.