• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2007.tde-08102007-114238
Documento
Autor
Nome completo
Maria da Graça da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Boemer, Magali Roseira (Presidente)
Corrêa, Adriana Katia
Goncalves, Lucia Hisake Takase
Mendes, Maria Manuela Rino
Popim, Regina Célia
Título em português
A vivência do envelhecer: sentido e significados para a prática de enfermagem
Palavras-chave em português
enfermagem
envelhecimento
idoso
Resumo em português
Neste estudo, de natureza qualitativa, conduzido segundo a abordagem fenomenológica, tendo como sujeitos as pessoas idosas, ou seja, com 60 anos de idade ou mais, freqüentadoras de dois Centros de Convivência do Idoso, localizados na cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil. busquei a compreensão da vivência do envelhecer. A opção pela fenomenologia se deu pelo fato da minha busca ser no sentido de compreender a experiência vivida pelo sujeito que está envelhecendo, descrevendo a mesma sob a perspectiva da pessoa idosa. Utilizei os recursos da entrevista fenomenológica, conforme proposto por Carvalho (1987), tendo como questão norteadora "Como é chegar a esta idade? Viver tantos anos?" Deste modo, ao interrogar qual o significado de viver até a chamada terceira idade, encontrei sentido para a prática de enfermagem voltada a essas pessoas que, talvez, possa contribuir para uma formação acadêmica mais humana, visando a assistência integral a este segmento populacional significativo na nossa sociedade, compreendendo quem é este ser humano a quem cuido. As principais preocupações das pessoas entrevistadas são mostrar que não perdem sua identidade por ficarem velhas e, às vezes, apesar da idade cronológica, não se sentem envelhecidas; esperam o reconhecimento enquanto cidadãs, reafirmam que ter saúde é essencial e as possibilita manter autonomia sobre suas vidas; enfatizam a importância do apoio, da convivência e do cuidado na família; valorizam a independência financeira e evitam falar sobre a finitude do ser humano.
Título em inglês
The experience of the aging: sense and meanings for practice of Nursing
Palavras-chave em inglês
Aging
Elder
Nursing
Resumo em inglês
In this study, of qualitative nature, driven according to the sight phenomenological, we have as subjects the older person, with 60 years of age or plus, visitors of two Centers of Coexistence of the Elder, located in the city of Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brazil, I looked for the understanding of the existence of the aging. The option for the phenomenology felt for the need of understanding the experience lived by the subject that it is aging, describing that experience under the old person's perspective. Did I use the presuppositions of the interview phenomenological, as proposed by Carvalho (1987), establishing the following question "As it is to arrive that age? How is it to live so many years?" This way, when interrogating which the meaning of living to the call third age, I found sense for the practice of returned nursing the those people that, maybe, it can contribute to a more human academic formation, seeking the intere attendance to that significant population's segment in our society, understanding that he is of who we had the care. The main concerns of the interviewees were: to show that they don't lose their identity because they age and, sometimes, in spite of the chronological age, they don't feel old; they wait for the recognition while citizens, and it reinforces that to have the health it is essential and she makes possible to maintain the autonomy about their lives; they give emphasis to the importance of the support, of the coexistence and of the care in the family; the financial independence and they also value they avoid to talk about the human being's finite condition.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.