• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2012.tde-05112012-163034
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Collinetti Pagliarini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Laus, Ana Maria (Presidente)
Guirardello, Edinêis de Brito
Dantas, Rosana Aparecida Spadoti
Título em português
Identificação da carga de trabalho de enfermagem segundo o Nursing Activities Score (NAS) em unidade de terapia intensiva de um hospital de ensino
Palavras-chave em português
carga de trabalho de enfermagem
enfermagem
Unidades de terapia intensiva
Resumo em português
Trata-se de um estudo de abordagem quantitativa, de corte transversal, descritivo, realizado com objetivo de identificar a carga de trabalho de enfermagem, segundo o Nursing Activities Score (NAS), em Unidade de Terapia Intensiva adulto de um hospital público, de ensino, de grande porte, destinado ao atendimento de pacientes em situação de Urgência ou Emergência Médica. A amostra foi composta de 70 pacientes maiores de 18 anos, independente do diagnóstico ou tipo de tratamento, com permanência mínima de 24 horas na unidade. A coleta, realizada no período de maio a outubro de 2011, constou dos dados demográficos e clínicos, foram aplicados o instrumento NAS e o índice de gravidade APACHE II das primeiras 24 horas de internação, para medida de carga de trabalho de enfermagem e gravidade dos pacientes, respectivamente. Utilizou-se a estatística descritiva e inferencial para tratamento dos dados, sendo a relação entre as variáveis selecionadas analisada por meio do coeficiente de correlação de Pearson. Os testes t de Student e ANOVA foram utilizados para a comparação das médias. A análise conjunta das variáveis foi feita por meio de regressão linear múltipla. A maioria dos pacientes 26 (62,86%) era do sexo masculino, com média de idade de 46,31 anos, tempo médio de internação na UTI de 12,76 (dp=10,30),procedente do pronto socorro (45,71%), com o tipo de internação clínica (54,29%) e em 68,57% dos casos evoluíram para alta da unidade. A média do APACHE II foi de 25,41 (dp=7,43) e do NAS de 73,59 (dp=15,68) pontos. A análise comparativa do escore NAS com as variáveis demográficas e clínicas mostrou que pacientes que foram ao óbito apresentaram as maiores médias de carga de trabalho de enfermagem. A correlação entre a média do escore NAS e as variáveis quantitativas: idade, dias de internação e gravidade (APACHE II) mostrou moderada correlação com a gravidade (r= 0,33; p= 0,00) e baixa correlação e negativa com o tempo de internação (r= -0,27; p=0,02). O único fator associado à carga de trabalho de enfermagem nesse grupo de pacientes estudados foi sua condição de saída. A avaliação da carga de trabalho de enfermagem, bem como os fatores que a influenciam, tem se mostrado indispensável como recurso de gestão das unidades de terapia intensiva
Título em inglês
Identification of the nursing work load according to the Nursing Activities Score (NAS) in an Intensive Care unit of a teaching hospital.
Palavras-chave em inglês
intensive care unit
nursing
nursing workload
Resumo em inglês
This is a quantitative, cross sectional, descriptive study performed with the aim of identifying the nursing workload according to the Nursing Activities Score (NAS) at a large scale adult Intensive Care unit of a public teaching hospital, aimed at attending patients in Immediate or Urgent medical situations. The sample was composed of 70 patients aged over 18 years of age, independent of the diagnosis of type of treatment, who stayed in the unit for a minimum of 24 hours. The data collection, carried out between May and October 2011, was composed of demopgraphic and clinical data and the NAS values and the APACHE II severity index durring the first 24 hours were applied after admission to measure the nursing workload and the severity of the patients respectively. Inferential and descriptive statistics were used to process the data, with the relation between selected variables analysed using the Pearson correlation coefficient. The student T test and ANOVA were used for the comparison of means. The combined analysis of the variables was done using multiple linear regression. The majority of the patients 26 (62.86%) were male with a mean age of 46.31, the mean time they were admitted to ICU was 12.76 (sd=10.30). The majority of patients were transferred from the Emergency Room (45.71%), with clinical admission (54.29%) and in 68.57% of cases they were discharged from the unit. The mean score from APACHE II was 25.41 (sd=7.43) and NAS was 73.59 (sd=15.68) points. The comparative analysis of the NAS scores with the demographic and clinical variables showed that patients which died presented the highest mean nursing workloads. The correlation between the mean NAS score and the quantitative variables: age, days in hospital and severity (APACHE II) showed a moderate correlation with the severity (r=0.33; p=0.00) and low and negative correlation with the length of hospitalization (r=-0.27; p=0.02). The only factor associated to the nursing workload in the group of patients studied was their medical condition when discharged. The evaluation of the nursing workload, as well as the factors which influenced it, has been shown to be an essential resource for the managament of intensive care units.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-01-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.