• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2008.tde-02092008-111344
Documento
Autor
Nome completo
Aline Furtado Carlos de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Nogueira, Maria Suely (Presidente)
Alves, Leila Maria Marchi
Cesarino, Evandro José
Título em português
Fatores de risco e hipertensão arterial: estudo entre os profissionais de enfermagem de uma instituição filantrópica
Palavras-chave em português
Fatores de Risco
Hipertensão
Profissionais de Enfermagem
Resumo em português
Diante da magnitude da hipertensão arterial enquanto doença crônica não transmissível, com etiologia multifatorial e por constituir-se em um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares, responsáveis pelos elevados índices de mortalidade, desenvolveu-se o presente estudo tendo por objetivos identificar, entre os profissionais de enfermagem de uma instiuição de saúde filantrópica, níveis de pressão arterial, tendo em vista a detecção precoce de possíveis hipertensos e analisar a exposição destes profissionais aos principais fatores de risco para o desenvolvimento da doença hipertensiva. A população estudada constituiu-se de 147 profissionais de enfermagem (enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem), com idade entre 20 e 70 anos, que desenvolviam atividades no período da coleta de dados. Os dados foram obtidos através de entrevista estruturada, individual, realizada pelo pesquisador no local de trabalho desses profissionais. Primeiramente realizou-se a entrevista para identificar os fatores de risco para a doença hipertensiva, em seguida foi determinado os valores da pressão arterial pelo método indireto, utilizando aparelho oscilométrico (modo automático) da marca Dixtal 1710; posteriormente obteve-se os dados antropométricos que constituiu da medida do peso , altura, circunferência da cintura e circunferência do quadril. Os níveis tensionais foram obtidos através de duas medidas, com intervalo de 120 segundos cada, utilizando bolsa de borracha com largura compatível à circunferência do braço do profissional, sendo obtidos todos os valores no membro superior direito com o indivíduo sentado e tendo o braço apoiado e ao nível do coração, seguindo as recomendações das IV Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial (2002) e Mion Jr; Pierin (2000). Para fins deste estudo considerou-se os valores da pressão arterial, a média entre os valores obtidos nas duas medidas. Quanto aos resultados, no que se refere à biologia humana, detectou-se que 91,8% eram do sexo feminino; 34,7% estavam com idade entre 20 e 29 anos e 29,2% possuíam idade superior a 40 anos; 12,2% apresentaram obesidade de grau I e II, respectivamente; 2,1% dos homens apresentaram RCQ >= 1,0 e 38,7% mulheres apresentaram RCQ >= 0,85; 11,6% apresentaram valores de PAS >= 140 mmHg e 6,8% PAD >= 90 mmHg; 72,8% referiram historia familiar positiva para doença hipertensiva, 48,0% de DM e 34,6% de AVC. Quanto ao meio ambiente, 41,5% possuíam o 2o grau completo; 43,5% eram casados e 53,7% possuíam um único emprego. Em relação ao estilo de vida, 27,9% referiram realizar algum tipo de atividade física; 16,4% eram fumantes; 36,7% referiram consumir bebida alcoólica; 26,6% sentiam-se estressados devido a problemas familiares e 26,5% indicaram preferência por alimentos com alto teor de sódio. Quanto ao atendimento de saúde, 84,4% possuíam convênio médico pela empresa e 63,3% indicaram procurar o serviço de saúde apenas para tratamento médico específico. Estes achados indicam a necessidade de implementação de programas educativos voltados para esta população específica, com vistas a prevenção e controle da doença hipertensiva, como também a conscientização destes sobre os fatores de risco a que estão expostos e que se constituem em elementos nocivos à sua saúde em geral.
Título em inglês
Risk factors hypertension among nursing professionals of a national phylanthropy Health Institution
Palavras-chave em inglês
Hypertension
Nursing Professionals
Obesity
Risk Factors
Resumo em inglês
Over the prevalence of hypertension as a non-chronic disease, with multifactor ethiology and mainly associated with high mortality rates for heart diseases, the purpose of the present study was to detect among nursing professionals of a national phylanthropy Health Institution, high blood pressure, focusing the primary detection of possible hypertension patients. A hundred and forty-seven professionals on both sexes, with ages ranging from 20 to 70 years, participated in the study. Data analysis was carried out through the application of structured and individual questionnaries and interviews by the researcher, in the subjects place of working. First, an objective interview was done by the subjects to identify the presenting risk factors of hypertension disease and after that, a high blood pressure test was carried out using a oscillometric device (automatic mode) manufactured by Dixtal 1710; second, the anthropometry assessment data which constitutes body mass (Kg), height (cm), circumference (cm) of thigh and hips, was measured. The tensional levels were obtained and analysed through two measured instructions, with and interval of 120 seconds each, using a "rubler bag" widely in proportion to the circumference of forearm; these values were obtained from upper extremities where subjects were sitted and holding their right forearm over the heart, following and validing the IV Brazilian Laws Recommendations of Hypertension (2002) and Mion Jr; Pierin (2000). For a reliable result in tests, they have considered the high blood pressure data found in both measured ways. As a result, they have detected 91,8% of risk factors were women; 34,7% ranging from 20 to 29 years, and 29,2% with ages over 40 years; 12,2% presented obesity levels I and II and 2,1% of the men presented RCQ >= 1,0 and 38,7% of women presented RCQ >= 0,85; 11,6% presented values PAS >= 140 mmHg and 6,8% values PAD >= 90 mmHg; 72,8% were likely and genetically positively to present hypertension disease, 48,0% diabetes mellitus and 34,6% cerebral vascular accidents. According to the behaviorial way of living, 41,5% of the subjects had high school degree; 43,5% were married and 53,7% held only one job. Related to life style, 27,9% of them adopted particularly levels of physical activity; 16,4% had smoking habits; 36,7% used to drink some alcoholic drinks; 26,6% were under housing stressed and 26,5% have preferred high levels of sodium food. Due to health care, 84,4% held a health care insurance subsidized and 63,3%. Information on this matter, particularly with referral to the health professionals, could serve as a basis for the design of intervention programs aiming at improving work and health conditions within this population segment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-09-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.