• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2004.tde-26072004-114940
Documento
Autor
Nome completo
Nadja Cristiane Lappann Botti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2004
Orientador
Banca examinadora
Labate, Renata Curi (Presidente)
Furegato, Antonia Regina Ferreira
Santos, Manoel Antonio dos
Scatena, Maria Cecilia Morais
Simioni, Ana Maria Cavalcanti
Título em português
"Oficinas em saúde mental: história e função"
Palavras-chave em português
História Psiquiatria
Reabilitação Psicossocial
Reforma Psiquiátrica
Saúde Mental
Serviços de Saúde Mental
Resumo em português
Historicamente, a psiquiatria faz uso do trabalho e da atividade como estratégia central. O Brasil apresenta vários registros históricos, jurídicos, institucionais, teóricos e técnicos da utilização do trabalho de acordo com o paradigma asilar. Os objetivos deste estudo foram contextualizar Serviços de Saúde Mental que utilizam as oficinas como meio de Reabilitação Psicossocial; caracterizar a população atendida, e; identificar as funções, objetivos e propostas das referidas oficinas, através da representação dos profissionais e dos usuários. Para tanto, realizou-se uma pesquisa de natureza qualitativa em Serviços de Saúde Mental dos municípios de Divinópolis e Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais. Os recursos metodológicos da investigação foram: observação participante, entrevista semi-estruturada e análise documental. Tabularam-se os dados de acordo com o método do Discurso do Sujeito Coletivo. O referencial teórico foi o do paradigma das práticas em Saúde Mental, compreendendo o modelo asilar e o modelo psicossocial. Os resultados foram reunidos em quatro parâmetros de análise: concepções do "objeto" e dos "meios" de trabalho, formas da organização institucional, formas de relacionamento com a clientela, concepções dos efeitos típicos em termos terapêutico e ético. Os dados deste estudo evidenciam que as oficinas em Saúde Mental avançam em direção à Reabilitação Psicossocial, como dispositivo que materializa o paradigma psicossocial, porém constatou-se que há práticas de retrocesso e/ou repetição da lógica asilar e que as oficinas dos Serviços de Saúde Mental encontram-se em processo de transição paradigmática das práticas da Reforma Psiquiátrica.
Título em inglês
Workshps on mental health: the history and its function.
Palavras-chave em inglês
History Mental Health
Mental Health Services
Psychiatric Reform
Psychiatry
Psychosocial Rehabilitation
Resumo em inglês
Psychiatry has been making use of working activities and crafts production as its central strategies along its history. Brazil has many historical, juridical, institutional, theoretical and technical records of the use of working activities according to the internment paradigms. The aim of this study is to present the context of the mental health services which make use of workshops as a means of psychosocial rehabilitation, to characterize the people who are assisted and to identify the functions, the goals and the proposals of the so called workshops by means of the representations made by professionals and users. In order to achieve such objectives a qualitative research was done on the mental health services of the municipalities of Divinópolis and Belo Horizonte in the state of Minas Gerais. The participative observation, the semi-structured interview and de document analysis were the methodological resources used in the study. The data was processed according to the method of the Discourse of the Colective Subject. The theoretical reference used was the paradigm of the practices in mental health, which comprises the internment model and the psychosocial model. The researcher gathered the results under four parameters of analysis: conceptions of "object" and "means" of work, forms of the institutional organization, ways of relating to the clients and conceptions of the typical effects in therapeutic and ethic terms. The data of this study put in evidence that the workshops in mental health move forward towards the psychosocial rehabilitation, as a practice that gives concreteness to the psychosocial paradigm. Nevertheless we noticed that there are backwarding practices and/or practices of repetittion of the internment logic, and the workshops of the mental health services are under a process of paradigmatical transition of the practices of the Psychiatric Reform.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TESE.pdf (2.08 Mbytes)
Data de Publicação
2004-08-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.