• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2003.tde-21052004-104058
Documento
Autor
Nome completo
Evania Nascimento
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2003
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Sonia Maria Villela (Presidente)
Costa, Joao Carlos da
Kodato, Sergio
Pedrão, Luiz Jorge
Souza, Maria Conceicao Bernardo de Mello e
Título em português
"Desenvolvimento de pesquisa-ação com caminhoneiros de estrada: trabalhando na problematização as questões voltadas à sexualidade, DST/AIDS e drogas"
Palavras-chave em português
caminhoneiros
DST/aids
enfermagem
vulnerabilidade
Resumo em português
Os caminhoneiros de estrada constituem um grupo de grande mobilidade geográfica em função do trabalho – o transporte de cargas, que exige vários dias até meses fora de suas casas e longe da família. A solidão a que se vêem condicionados torna alguns destes profissionais vulneráveis a manterem relacionamentos sexuais no transcurso das viagens. Assim, este estudo tem por objetivo investigar os fatores de vulnerabilidade entre os caminhoneiros de estrada para o risco de contaminação com o HIV/aids. A metodologia utilizada foi o método quali-quantitativo que teve como eixo norteador a pesquisa – ação e o método da problematização de Paulo Freire. A coleta de dados foi realizada no período de janeiro a fevereiro de 2003, através de uma entrevista semi-estruturada. Foram entrevistados neste período 50 caminhoneiros de estrada presentes nas cooperativas que serviram de campo para este estudo. A análise dos dados quantitativos foi feita com base na estatística descritiva e os dados qualitativos através do método de Bardin (1979). Os resultados encontrados apontam que os caminhoneiros têm conhecimentos sobre vários aspectos da transmissão da aids, mas muitos se envolvem em relacionamentos sexuais na estrada sem o uso do preservativo. Por outro lado, o uso de álcool e anfetaminas (para reduzir o sono) faz parte do cotidiano de alguns destes profissionais, constituindo fatores de vulnerabilidade, uma vez que sob o efeito da bebida nos pontos de paradas para descanso alguns se envolvem com prostitutas. Finalmente, concluímos que os comportamentos observados entre os caminhoneiros estão fundamentados em princípios socialmente construídos com base na cultura machista, levando muitos a se envolverem no sexo sem proteção ou a aventuras como forma de mostrar sua virilidade a qualquer custo, tornando-os, deste modo, vulneráveis a DST/aids.
Título em inglês
Development of Research-Action with truck drivers: working about the problematization and the questions related to the sexuality, STD/AIDS and drugs. 2003.
Palavras-chave em inglês
nursing
STD/AIDS
Truck drivers
vulnerability
Resumo em inglês
The truck drivers constitute a group of great geographical mobility through the cargo transport that requires many days and until months far from their family and home too. The loneliness that they are conditioned, lead some these professionals to vulnerability and to keep sexual relations during their journeys through the highway. Thus, this study aims to investigate the vulnerability factors among truck drivers to the risk of HIV/AIDS’ contamination. The methodology utilized in this study was the quanti-qualitative method that had as the reference the research-action and the Paulo Freire’s problematization method. The data were collected in the months of January to February 2003 through the semi-structured interview. Fifty truck drivers were interviewed in the cooperatives that served as place to this study. The analysis of the quantitative data was based on descriptive statistic and the qualitative data through the Bardin’s method (1979). The results indicate that the truck drivers have knowledge about the several aspects of AIDS’ transmission, but many of them involve to sexual relations in the highway without use of condom. On the other hand, the use of alcohol and amphetamine (to reduce the sleep) is present in the daily life of some them and constitute vulnerability factors in the stop points to rest where the use of alcoholic beverages facilitates the sexual relations together whores. At last, we can conclude that the watched behaviors among the truck drivers are founded in socially built principles based on the culture of masculinity leading many of them to involve in sexual relations or just adventure without use of condom to show their virility all time, becoming them so vulnerable to STD/AIDS.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese.pdf (4.69 Mbytes)
Data de Publicação
2004-05-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.