• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2005.tde-16042007-171040
Documento
Autor
Nome completo
Sandra Regina Rosolen Soares
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Saeki, Toyoko (Presidente)
Moreno, Vânia
Souza, Maria Conceicao Bernardo de Mello e
Título em português
Centro de atenção psicossocial: como o usuário vivencia o cotidiano do serviço
Palavras-chave em português
reabilitação psicossocial
reforma psiquiátrica
saúde mental
serviços comunitários de saúde mental
Resumo em português
No Brasil, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) têm sido considerados experiências inovadoras no cuidado às pessoas em sofrimento psíquico. Estes dispositivos territoriais organizam suas práticas em pressupostos da Reforma Psiquiátrica devendo transpor as práticas tradicionais da psiquiatria. Esta pesquisa visa analisar o Centro de Atenção Psicossocial - Espaço Vivo - localizado em um município do interior paulista, enquanto um dispositivo que apresenta-se como intermediário à internação psiquiátrica e cujo eixo institucional tem se baseado nos pressupostos da Reabilitação Psicossocial. Para a realização deste estudo, primeiramente, descrevi a estrutura e dinâmica do CAPS e, em um segundo momento, pretendi entender como o processo terapêutico oferecido pelo serviço é percebido pelos usuários atendidos. Para a apreensão do proposto trilhei o caminho da pesquisa qualitativa, realizando um estudo de caso, descritivo e analítico. Para a coleta dos dados foram realizadas observação participante e entrevistas semi-estruturadas com os usuários atendidos pelo serviço, totalizando onze pacientes. Os dados colhidos foram submetidos à análise temática. Os resultados apresentados na pesquisa foram estruturados por meio de três grandes temas emergidos dos depoimentos dos sujeitos da pesquisa. O primeiro deles foi A influência organicista no cuidado prestado pelo serviço. A partir deste recorte foi analisado e discutido como os usuários têm percebido as práticas terapêuticas no serviço. Sendo assim, surgiram outros subtemas vinculados a esta questão: a valorização do profissional médico, a ênfase na terapêutica medicamentosa e a importância da abordagem terapêutica sobre os sintomas apresentados pelos usuários. O segundo tema que emergiu durante a análise foi O CAPS enquanto cenário favorecedor da rede de relações sociais. Neste, discuti como o espaço do CAPS tem se conformado dentro das ações terapêuticas, nas relações usuário/serviço e usuário/profissional, a formação do vínculo, e, também, como os usuários têm percebido e utilizado do CAPS. O último tema apresentado é o que traz a emergência do Trabalho terapêutico voltado à vida cotidiana do usuário. Nele, foram abordadas as dificuldades e facilidades dos usuários em enfrentar os desafios da vida cotidiana e como as práticas terapêuticas do serviço têm se conformado nesta direção. Constatei que a ação cotidiana do serviço acontece em terreno contraditório, uma vez que foi possível apreender práticas ainda ligadas ao modelo tradicional da psiquiatria mas, também, ações inovadoras e que vão ao encontro da reforma psiquiátrica e reabilitação psicossocial. Ao final deste estudo pretendo colaborar nas reflexões sobre o trabalho em saúde e, também contribuir para a organização dos serviços de saúde mental, a fim de melhorar o cuidado oferecido aos usuários que passam por uma experiência de sofrimento psíquico.
Título em inglês
Psychosocial care center: how the user experiences the service daily life
Palavras-chave em inglês
health community services
mental health
psychiatric reformmental
psychosocial rehabilitation
Resumo em inglês
In Brazil, the Psychosocial Care Centers (CAPS) have been considered to be innovative experiences in caring for people who have psychiatrical sufferings. These territorial facilities organize their practices in principles from the Psychiatric Reformation and must go beyond the traditional psychiatric practices. This research aim to analyze the Psychosocial Care Center - Espaço Vivo - located in a city in the countryside of São Paulo state, as an apparatus which is presented as an intermediate way to the psychiatric hospitalization and whose institutitional axis has been based in the Psychosocial Rehabilitation principles. For this study to be carried out, firstly, I described the structure and dynamics of CAPS and, in a second moment, I intended to understand how the therapeutic process offered by the service is experienced by the users served by it. For the aprehension of this purpose, I followed the path of qualitative research, performing a case study, descriptive and analytical.. For collecting the data, participating observation and semi-structured interviews with the users helped by the service were used, making a total of eleven patients. The collected data were submitted to theme analysis. The results presented in the research were structured by three large topics coming from the testimonials of the research subjects. The first topic was The organicist influence in the care provided by the service. From this idea, the way the users have been experiencing the therapeutic practices in the service could be analysed and discussed. This way, other subtopics came from this question: the medical professional value, the emphasis in the medicine-based therapeutics and the importance of the therapeutic approach on the symptons presented by the users. The second topic which came from the analysis was The CAPS as a helping scenario in the social relations network. On this topic, I discussed how the CAPS space has been conforming within the therapeutic actions, in the user/service and user/professional relations, the bonding formation, and also, how the users have experienced and used the CAPS. The last presented topic is the one which brings the Therapeutic work towards the users daily life. In this topici, the difficulty and readiness of the users in facing the daily life challenges and how the service therapeutic practices have been conforming in this direction were approached. I concluded that the daily action of the service happens in a contradictory area, once it was possible to aprehend practices which are still connected to the traditional psychiatric model but also innovative actions which go towards the psychiatric reformation and psychosocial rehabilitation. In the end of this study, I intend to be helpful in the reflexions on the health work and, also to be able to contribute in the mental health service organization, in order to improve the care offered to the users who pass through a psychiatric suffering experience.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-04-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.