• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2012.tde-15012013-144828
Documento
Autor
Nome completo
Josélia Benedita Carneiro Domingos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Pillon, Sandra Cristina (Presidente)
Carvalho, Ana Maria Pimenta
Furtado, Erikson Felipe
Luis, Margarita Antonia Villar
Siqueira, Marluce Miguel de
Título em português
Fatores associados ao uso de cocaína e/ou crack em clientes de um CAPSad
Palavras-chave em português
Cocaína
Cocaína Crack
fissura (craving)
Resumo em português
O estudo teve por objetivo avaliar o us o de c ocaína e/ou de crack e suas possíveis relações com os aspectos biológicos, psicológicos e sociais. Trata-se de um estudo do tipo transversal, de ab ordagem quantitativa. O estudo foi desenvolvido no CAPSad de Ribeirão Preto, SP, por meio de uma amostra de conveniência composta por 95 clientes do serviço, sendo 42 (44,2%) usuários de cocaína e 53 (55,8%) de crack. Os instrumentos de coleta de dados foram: Informações sociodemográficas, Escala de Severidade da D ependência de Drogas (SDS), Cocaine Craving Questionnaire-Brief (CCQ-B), Severity Alcohol Dependence Data (SADD), Inventário das Consequências do Beber (DrInC) e o Addiction Severity Índex (ASI6). A análise de dados foi realizada empregando- se os testes t de Student, para amostras independentes, o de correlação de Pearson e S pearman. A amostra foi composta predominantemente por usuários do sexo masculino, adultos, solteiros, cor branca, com baixo nível de escolaridade, religião católica e t rabalhos informais, sem diferença entre os grupos. Não houve diferenças entre usuários de cocaína e de crack para droga de maior uso, idade do primeiro uso, tempo, em anos e dias, de consumo da droga, uso de álcool no padr ão binge (na vida), níveis de gr avidade da dependência do álcool e da f issura. Os usuários de crack apresentaram maiores níveis de s everidade da de pendência da droga, avaliada tanto segundo a escala SDS quanto do ASI6. O uso de drogas e o suporte familiar e social constituíram as áreas mais prejudicadas entre esses usuários (p<=,005). Correlações entre os escores das áreas: uso de drogas (r=0,33, p<,000), psiquiátrica (r=0,27, p.<,007), legal/justiça (r=0,23, p<,024), suporte familiar/social do ASI e os escores do SDS foram baixas e estatisticamente significativas. Encontrou-se ainda uma correlação negativa entre as áreas do ASI-6: uso de dr ogas (r=-,36, p<,000), uso de álcool (r=-0,29, p<,003), legal/justiça (r=-,23, p<,024), e, positiva, entre a área família (r=0,24,p<,005) e o nível de gravidade da fissura. A escala DrInC correlacionou apenas com a área uso do álcool (ASI6). Correlações também foram identificadas entre a maioria das áreas do ASI6; no entanto, foram exceções as áreas família e emprego/financeira. A idade correlacionou com as áreas, uso de drogas (r=- 0,25, p<,014), legal/justiça (r=-0,21, p<,04) de forma negativa; e, positiva entre com a área médica do ASI6 (r=0,43, p<,000). As consequências do beber não se diferenciaram entre os usuários de cocaína e crack. Houve uma correlação positiva entre o escore total do ASI, a SDS e do DrinC, mas contrariamente aos escores do CCQ-B total. A idade correlacionou com as consequencas do beber (DrInC) e com os níveis de gravidade da dependência do álcool (SADD). Pode se concluir que a relação entre o uso de cocaína e/ou crack e os aspectos biológicos, psicológicos e s ociais são complexas e multidimensionais. Assim, avaliar as peculiaridades relacionadas ao uso de cocaína e crack possibilitou identificar elementos cruciais nos aspectos de saúde e sociais que podem contribuir, de maneira mais apropriada, no norteamento e planejamento da assistência com qualidade a essa população.
Título em inglês
Factors associated with cocaine and/or crack use in clients at a CAPSad
Palavras-chave em inglês
Cocaine
Crack
Craving
Resumo em inglês
The aim in this study was to evaluate cocaine and/or crack use and its possible relations with biological, psychological and social aspects. A cross-sectional study with a quantitative approach was undertaken. The research was developed at the CAPSad in Ribeirão Preto, SP, Brazil, using a convenience sample of 95 service clients, 42 (44.2%) of whom were cocaine users and 53 (55.8%) crack users. The data collection instruments were: Sociodemographic information, Severity of Dependence Scale (SDS), Cocaine Craving Questionnaire-Brief (CCQ-B), Severity Alcohol Dependence Data (SADD), Drinker Inventory of Consequences (DrInC) and t he Addiction Severity Index (ASI-6). For data analysis, Student's t-test was used, and Pearson and Spearman's correlation test for independent samples. The sample predominantly included male, adult, white users with low education levels, Catholic and active in informal work, without any difference between the groups. No differences were found between cocaine and crack users with regard to the most used drug, age of first use, duration of drug consumption, in years and days, binge drinking (in life), severity levels of alcohol dependence and craving. Crack users showed higher severity levels of drug dependence, assessed according to the SDS and ASI6. Drugs use and family and social support were the most impaired areas among these users (p<=.005). Correlations between area scores: drugs use (r=0.33, p<.000), psychiatric (r=0.27, p<.007), legal/justice (r=0.23, p<.024), family/social support on the ASI and SDS scores were low and s tatistically significant. In addition, a neg ative correlation was found between ASI-6 areas: drugs use (r=-.36, p<.000), alcohol use (r=-0.29, p<.003), legal/justice (r=-.23, p<.024), and a positive correlation between the family area (r=0.24,p<.005) and the severity level of the craving. The DrInC scale was only correlated with the alcohol use area (ASI-6). Correlations were also identified among most ASI-6 areas; exceptions were the family and employment/financial areas. Age was negatively correlated with drugs use (r=- 0.25, p<.014), legal/justice (r=-0.21, p<.04), and positively with the medical area of the ASI-6 (r=0.43, p<.000). No distinctions in drinking consequences were found between cocaine and crack users. A positive correlation was found between total ASI score, SDS and DrInC, but opposed to total CCQ-B scores. Age was correlated with drinking consequences (DrInC) and with alcohol dependence severity levels (SADD). In conclusion, the relation between cocaine and/or crack use and biological, psychological and social aspects are complex and multidimensional. Therefore, assessing the peculiarities of cocaine and crack use permitted the identification of crucial elements in health and social aspects, which can contribute more appropriately to guide and plan quality care to this population
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.