• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2014.tde-13022015-105537
Documento
Autor
Nome completo
Heloisa França Badagnan
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Galera, Sueli Aparecida Frari (Presidente)
Hayashida, Miyeko
Zerbetto, Sonia Regina
Título em português
Competências de enfermagem para o atendimento de emergência psiquiátrica no serviço de pronto atendimento
Palavras-chave em português
Competências críticas
Emergência psiquiátrica
Profissionais de enfermagem
Serviços de emergência
Resumo em português
Trata-se de um estudo descritivo exploratório que buscou identificar as competências críticas para o atendimento das urgências e emergências psiquiátricas em unidades de Pronto Atendimento, relatadas pela equipe de enfermagem. O estudo foi realizado em dois serviços de Pronto Atendimento do município de Ribeirão Preto. Participaram 31 profissionais de enfermagem entre enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. A metodologia se constituiu na utilização da "Técnica dos incidentes críticos" com a utilização de duas questões que tratavam do atendimento às urgências e emergências psiquiátricas. Após a análise dos dados os profissionais indicaram 55 incidentes, sendo 26 com referencia positiva e 29 negativa. Categorizamos os elementos que compõem os incidentes críticos (situação, comportamento e conseqüência). Foram identificadas 55 situações e agrupadas em 5 categorias, sendo: Paciente agitado; Paciente calmo. Evasão e retorno à unidade; Ideação suicida/Tentativa de suicídio; Longa espera por atendimento. Em relação aos comportamentos, obtivemos 6 categorias: Abordagem Verbal; Restrição e isolamento; Avaliação e tomada de decisão; Interação da equipe e o trabalho multiprofissional; Reações diante a agressão física e verbal (sentimentos e ações); Interação do serviço de emergência com a Rede de saúde mental. Quanto às conseqüências obtivemos 3 categorias: o paciente se acalma, evasão da unidade e paciente recebe alta. A coleta e análise de incidentes críticos permitiu identificar um conjunto de competências para o atendimento de uma emergência psiquiátrica que fazem referencia à saber reconhecer as situações de urgência ou emergência e aos comportamentos necessários para manejar o paciente. Elas envolvem escolher como e de que forma realizar a abordagem verbal, as técnicas de contenção física e química, a avaliação da contenção, e a interação do PA com a rede de atenção psicossocial. O conjunto de as situações descritas e os comportamentos adotados para prestar assistência são as competências críticas para se prestar assistência de enfermagem. Neste sentido este estudo confirmou que os conhecimentos sobre o relacionamento interpessoal em enfermagem e o conhecimento sobre as alterações das funções mentais em situações de risco são essenciais para o bom desempenho da prática de enfermagem. A competência que este estudo acrescentou foi o conhecimento sobre a rede de atenção psicossocial que possibilita que os grandes objetivos estabelecidos nas políticas de saúde mental brasileira possam avançar e se concretizar
Título em inglês
Nursing skills to attend the psychiatric emergencie in emergency units
Palavras-chave em inglês
Critical skills
Emergency units
Nursing team
Psychiatric emergency
Resumo em inglês
This research is characterized as qualitative study, descriptive exploratory aimed identifying the critical competencies to meet psychiatric emergencies in emergency care units, reported by the nursing staff. The study was conducted in two emergency cares in Ribeirão Preto. Were interviewed 31 professionals, including nurses, technicians and nursing assistants. The methodology consisted in used the "critical incident technique" with two questions about the psychiatric emergencies in emergency cares unit. After data analysis we found 55 incidents, with 26 positive references and 29 negative references. The elements were classified like described in literature (situation, behavior and consequence).The situations were grouped into 5 categories, as follows: Agitated Patient; Quiet Patient; Evasion and return to unity; Suicidal ideation / suicide attempt; Long waits for care. Regarding behavior, we obtained 6 categories: Verbal Approach; Restraint and seclusion; Assessment and decision making; Team interaction and multidisciplinary work; Reactions to physical and verbal aggression; Interaction of emergency services to mental health network. About the consequences we found 3 categories: Quiet Patient, evasion of the unit and patient is discharged. The analysis of critical incidents identified a set of critical skills for the care of a psychiatric emergency. These skills make reference to how to recognize the urgent or emergency situations and behaviors necessary to manage the patient. These behaviors involve how to choose and how to use verbal approach, the techniques of physical and chemical restraint, evaluation of restraint, and the interaction of Emergency unit with the network of psychosocial care. We checked the interpersonal relationship as central to the development of skills, because it is through this relationship that the professional knows the needs of the patient and can assess the mental functions. The set of situations described as psychiatric emergencies and behaviors adopted to assist the demands of critical skills to provide nursing care in the emergency service. In this sense this study confirmed that knowledge on the interpersonal relationship in nursing and knowledge of the changes of mental functions in situations of risk are essential for the proper performance of nursing practice. A competency that this study was added knowledge about the network of psychosocial care. This competency enables to achieve the goals established in Brazilian mental health policies to advance
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-02-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.