• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2008.tde-09122008-161201
Documento
Autor
Nome completo
Sabrina Corral Mulato
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Sonia Maria Villela (Presidente)
Robazzi, Maria Lucia do Carmo Cruz
Takahashi, Regina Toshie
Título em português
O docente universitário em Enfermagem e a Síndrome de Burnout: uma questão de educação para a saúde
Palavras-chave em português
Docente em enfermagem
Ensino Superior
Síndrome de Burnout
Resumo em português
Sabendo das complexas cobranças que assolam os docentes universitários, tendo em vista as exigências do cumprimento de tarefas relacionadas ao ensino, pesquisa, extensão/assistência, bem como atividades administrativas, isto acaba levando o professorado ao adoecimento em função de suas excessivas atribuições. Objetivos: 1) Levantar com os docentes de uma faculdade de enfermagem estadual, o significado que eles atribuem à sua profissão, relacionando os elementos facilitadores e dificultadores da sua atuação profissional, considerando a sua visão da enfermagem: tradicional, atual e do futuro; 2) Destacar suas atividades ocupacionais e de lazer realizadas no seu tempo livre, identificando-as como meio de promoção da sua saúde física e mental; 3) Verificar no projeto político-pedagógico da sua escola, como ocorreu a sua inserção, identificando os desafios do currículo novo, averiguando o significado da Síndrome de Burnout e propondo sugestões para leituras sobre essa síndrome, enquanto programa educativo. Metodologia: Realizou-se uma pesquisa qualitativa, mediatizada pela pesquisa-ação. Nesse estudo exploratório, utilizou-se de questionário (dados pessoais e de formação, além da visão dos docentes de enfermagem sobre o tema central). Pesquisamos 13 docentes, de ambos os sexos, dos três departamentos existentes na instituição, que aceitaram participar da pesquisa, após assinatura do termo de consentimento, e aprovação do comitê de ética. A coleta foi realizada por correspondência, na casela do professor, alocado em seu próprio departamento, devolvendo-o em tempo pré-determinado. Usou também a observação participante para registro de dados do local. Resultados: Ca amostra constituiu-se de 13 docentes do curso de graduação, maioria mulher, casada e católica, com mais de 40 anos e com filhos; todos com título de doutor atuando, na graduação pós-graduação. Em relação à escolha da profissão, a maioria respondeu por vocação e afinidade. Sobre a carreira, a maioria a percebe como importante, porém exigente, desgastante e estressora, trazendo satisfação profissional, como: honrarias, ascensão, orientação de aluno. Mas traz insatisfação como: excesso de trabalho, de reuniões, de responsabilidades, além de estresse. Dá significado à profissão de amorosidade, troca, diálogo, etc. Seu papel é de facilitador, mediador, humanizador, problematizador e transformador. Como pesquisador, valoriza a construção do conhecimento e o desenvolvimento de pesquisa. E na extensão, se vê como parceiro e articulador no tripé da universidade pública. Relativa à profissão tradicional, a vê como tecnicista, fragmentada, biologicista e desvalorizada. Atualmente, a vê crescendo, internacionalizando e construindo o próprio conhecimento. Para o futuro vislumbra reconhecimento, valorização, otimismo e humanização. Sobre aspectos favoráveis da docência estão o relacionamento interpessoal, ensino, pesquisa e extensão. E os desfavoráveis estão: excesso de atividades, questão anti-éticas e poucos investimentos. Sua inserção no currículo novo é ambivalente, mas com relação de horizontalidade. Traz na saúde mental comprometimento, que caracteriza a Síndrome de Burnout. Conclusão: Portanto, os pesquisados se vêem vocacionados, ambivalentes, trazendo elementos dificultadores e facilitadores à profissão docente, afirmando gostar da profissão, entendendo-a como provocadora de excesso de trabalho, estresse e cansaço. Mas buscam lazer e terapia para alivio das tensões. Reconhecem sinais que caracterizam a Síndrome de Burnout, sem saber que isso retrata essa nomenclatura. Avaliam que o texto apresentado foi interessante, destacando a sua importância para o seu esclarecimento/orientação, como ação educativa.
Título em inglês
Nursing university faculty and the Burnout Syndrome: a health education issue
Palavras-chave em inglês
Burnout Syndrome
Nursing faculty
Superior Education
Resumo em inglês
The complex demands directed to the university faculty in terms of the exigencies of accomplishing teaching, research, and extension/assistance tasks, as well as administrative activities eventually make the professional fall ill due to excessive attributions. Objectives: 1) Survey the faculty of a state nursing college about the meaning they assign to their profession, relating to aspects that make their work easier or more difficult, considering their traditional, current and future nursing perspectives; 2) Highlight their occupational and free-time leisure activities, identifying them as a means for promoting their physical and mental health; 3) Verifying how they were inserted in their colleges political-educational project, and identify the challenges of the new curriculum, verifying the meaning of Burnout Syndrome and proposing reading suggestions about it, as an educational program. Methodology: a qualitative research was performed by means of action research. A questionnaire was used (personal and educational data, I n addition to the nursing facultys view regarding the main issue) in this exploratory study. Thirteen faculty members were interviewed. They were men and women from three departments of the institution, who agreed to participate in the study and provided written consent. The study was approved by the ethics committee. Data collection was performed by correspondence sent to the faculty by their personal mail box located in their department, and the questionnaire was returned within a pre-established time. Participant observation was also used to record the data of the location. Results: the sample consisted of 13 faculty members of the undergraduate program, most were women, married, and catholic, aged over 40 years and with children.; all participants held a Ph.D. and worked with the undergraduate or graduate program. In terms of their choice of the profession, most answered it was based on vocation and affinity. Regarding their career, most perceive it as important, but demanding, wearing and stressing. It provides professional fulfillment, like honors, professional growth, and advising students, but also dissatisfaction, such as excessive work, meetings, responsibilities, and stress. It assigns meaning to the profession of lovability, exchange, dialogue, etc. Their role is one of a facilitator, mediator, problem-solver, and transformer. As a researcher, they value knowledge construction and research development. In extension they see themselves as a partner and articulator in the public university tripod. As to the tradition profession, they see it as technicist, fragmented, biologicist, and unvalued. Currently, they see it as under development, become international and building its own knowledge. For the future, they foresee acknowledgement, valorization, optimism, and humanization. Favorable aspects of the faculty profession are interpersonal relationship, teaching, research and extension. Unfavorable aspects regard excessive activities, antiethical issues, and few investments. Their insertion in the new curriculum is ambivalent, but with a horizontal relationship. There is a commitment to mental health, which characterizes the Burnout Syndrome, Conclusion: Therefore, the subjects see themselves as having vocation, ambivalent, with aspects that make the faculty profession easier and more difficult, and they state they like their profession and see it as one that causes excessive work load, stress, and tiredness. However, they seek leisure and therapy to relieve their tension. They recognize signs that characterize Burnout Syndrome without knowing it represents this nomenclature. They evaluate the presented text as interesting, highlighting the importance of clarification/instruction as an educational action.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SabrinaCorralMulato.pdf (956.17 Kbytes)
Data de Publicação
2009-01-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.