• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Anderson Funai
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Pillon, Sandra Cristina (Presidente)
Carvalho, Ana Maria Pimenta
Chaves, Erika de Cássia Lopes
Título em português
Uso do álcool e religiosidade em estudantes de enfermagem
Palavras-chave em português
abuso de substâncias psicoativas
alcoolismo
espiritualidade
estudantes de enfermagem
religião
Resumo em português
O presente estudo tem como objetivo identificar o padrão de uso de álcool e a relação com os aspectos da religiosidade em estudantes de enfermagem de uma Faculdade do Interior Paulista. O desenho metodológico trata-se de um estudo descritivo exploratório de abordagem quantitativa. Para a coleta de dados foi utilizado um questionário contendo informações sociodemográficas (sexo, idade, estado civil, religião) e os aspectos da prática religiosa. Foi aplicado o Teste de identificação dos problemas relacionados com o uso do álcool (AUDIT) e a Escala de Espiritualidade/Religiosidade (SSRS). A amostra foi composta por 78,2% dos estudantes de primeiro a quarto ano do curso de enfermagem matriculados no ano de 2008, caracterizados por 92,6% mulheres; com média de idade de 20,9 anos; 96,7% solteiros; 64,8% católicos; 60,7% frequentam reuniões religiosas uma vez/semana; 87,7% dos familiares praticam alguma religião; e 73,8% dos estudantes não consideraram religiosidade sinônimo de espiritualidade. Quanto ao padrão de consumo de álcool, 83,6% dos estudantes já fizeram uso de bebida alcoólica na vida, na classificação do AUDIT identificou-se que 79,5% eram abstêmios ou usuários de baixo risco, 20,5% faziam uso problemático do álcool, 45,9% bebiam na frequência de duas a quatro vezes por mês, 38,5% consumiam a quantidade quatro ou cinco doses e 36,9% se embriagavam menos uma vez por mês. A confiabilidade da escala SSRS apresentou um bom resultado com Alfa de Cronbach 0,83. A média da pontuação na escala SSRS foi de 14,94 pontos, sendo que 75,4% não consideram ser importante passar algum tempo do dia com pensamentos particulares e meditações religiosas; 72,1% discordam sobre a importância das orações ou pensamentos religiosos individuais sendo tão importantes quanto os que teriam durante cerimônias religiosas e cultos e 49,2% afirmam que suas vidas são baseadas em sua religião. Não houve associação entre a pontuação do AUDIT e as demais variáveis, no entanto identificou-se que quanto menor a soma na escala SSRS maior foi a pontuação no AUDIT. A religiosidade para essa amostra não foi identificada como fator de proteção para o uso de álcool entre os estudantes, 7 observou-se apenas que entre os estudantes afiliados às religiões, como a Católica, Espírita e Evangélica, houve diferenças no padrão de uso da substância investigada. Assim, o uso do álcool e a religiosidade/espiritualidade entre estudantes são temas complexos que precisam ser explorados e abordados nos currículos dos cursos de enfermagem, além de serem utilizados em estratégias preventivas no âmbito universitário.
Título em inglês
Alcohol use and religiosity among nursing students.
Palavras-chave em inglês
alcoholism
nursing students
religion
spirituality
use of psychoactive substances
Resumo em inglês
The present paper aims to identify the pattern of alcohol use and related aspects of religiosity among nursing students from an inner paulista College. It is an exploratory descriptive study with a quantitative approach. To collect data it was used a questionnaire containing sociodemographic information (sex, age, marital status, religion) and religious practices. The Alcohol Use Disorder Identification Test (AUDIT) and the Scale of Spirituality/Religiousness (SSRS) were employed. The sample comprised 78.2% of students from first to fourth year of the nursing course enrolled in 2008: 92.6% women; mean age 20.9 years old; 96.7% single; 64.8% Roman Catholic; 60.7% attend religious meetings weekly; 87.7% of the family members practice some religion; 73.8% of the students did not consider religiosity synonymous with spirituality. Patterns of alcohol consumption: 83.6% of students have already made use of alcoholic beverages; according to AUDIT 79.5% were abstainers or low risk users; 20.5% presented hazardous alcohol use; 45.9% drank two to four times per month; 38.5% consumed four or five doses and 36.9% got drunk at least once a month. The SSRS scale reliability was good with 0.83 Cronbach's Alpha. The average score on the SSRS scale was 14.94 points; 75.4% did not consider it important to spend time with religious thoughts or meditations; 72.1% disagree on the importance of prays or religious thoughts (as it would happen during religious ceremonies and worships) and 49.2% say their lives are based on their religion. There was no association between AUDIT scores and other variables; however, the smaller the sums of the SSRS scale, the higher the AUDIT scores. Religiosity in this sample was not identified as a protective factor against alcohol use among students; it was observed that among the students, followers of different religions, especially Roman Catholic, Evangelical and Spirit Doctrine, there are differences regarding the alcohol use. Thus, alcohol use and religiousness/spirituality among students are complex issues that need to be explored and addressed in the curricula of nursing schools besides being used in preventive strategies in university scope.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AndersonFunai.pdf (1.04 Mbytes)
Data de Publicação
2010-03-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.