• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2014.tde-09012015-111833
Documento
Autor
Nome completo
Carolline Mara Veloso Rangel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Labate, Renata Curi (Presidente)
Carvalho, Ana Maria Pimenta
Webster, Clarissa Mendonça Corradi
Título em português
Aspectos psicológicos de pacientes com câncer em cuidados paliativos
Palavras-chave em português
Câncer
Cuidados paliativos
Método clínico-qualitativo
Psicologia
Resumo em português
Cuidados paliativos são definidos como uma abordagem que visa a melhorar a qualidade de vida de doentes que enfrentam problemas decorrentes de uma doença incurável e/ou com prognóstico limitado. Autores afirmam que a morte se faz velada e interdita no contemporâneo e apontam para o sofrimento do morrer frente ao isolamento e solidão, quando o paciente não é ouvido pela família em seus desejos e necessidades. O objetivo geral desta pesquisa qualitativa é compreender os aspectos psicológicos de pessoas com câncer em cuidados paliativos em um Hospital Universitário, no interior de São Paulo. Foram entrevistados sete pacientes com câncer em cuidados paliativos, em um contexto ambulatorial de um hospital, maiores de 18 anos e que aceitaram participar voluntariamente do estudo, formalizado por um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. As entrevistas foram audiogravadas e, posteriormente, transcritas na íntegra. O material transcrito foi submetido à análise qualitativa de conteúdo. Os resultados obtidos possibilitaram a elaboração de três categorias, sendo estas: a) As origens da doença e seus significados para cada um: relações entre o uso de álcool e a origem do câncer; categoria que aponta algumas crenças dos pacientes relacionadas ao uso excessivo de álcool como causa do adoecimento; b) Convivendo com o câncer: mudanças na rotina; categoria que abrange as perdas vivenciadas pelos pacientes em relação a atividades e funções perdidas após o diagnóstico; as mudanças na comunicação com a família e a presença do desejo de autonomia nos discursos; e finalmente, c)A esperança na cura e o significado de cuidados paliativos; categoria que demonstra que todos os pacientes entrevistados acreditam na cura, seja esta pela medicina ou pela fé e, apesar de afirmarem não saber o que são os cuidados paliativos onde fazem acompanhamento, o sabem na prática: para eles, percebem cuidados paliativos como sendo uma equipe acolhedora, um local em que são escutados; onde a dor é diminuída e sentem-se acolhidos. É importante enfatizar que o estudo possui limites, já que considerou uma amostra de pacientes com retornos ambulatoriais espaçados que permitiram à pesquisadora a realização de uma só entrevista com cada um dos participantes; porém espera- se que o trabalho realizado possa contribuir para a compreensão de importantes vivências dos pacientes supracitados, bem como iluminar alguns aspectos psicológicos velados, conferindo aos pacientes espaço e voz para se expressarem nesse momento da vida
Título em inglês
Psychological Aspects of Patients with cancer in palliative care
Palavras-chave em inglês
Cancer
Clinical-qualitative method
Palliative care
Psychology
Resumo em inglês
Palliative Care are defined as an approach that aims to improve the quality of life of sick people that go through problems that comes from an n incurable and / or with limited disease prognosis. Authors claim that death is veiled and banned in contemporary and point to the suffering of the dying against isolation and loneliness, when the patient is not heard by the family in their desires and needs. The general objective of this qualitative research is understand the psychological aspects of people with cancer in palliative care in an Hospital from the University in the state of São Paulo. Seven patients were interviewed, they had cancer, were in palliative care, more than 18 years old, and accepeted to participate of the study as voluntareers, upon consent. The interviews were audio recorded and later transcribed. The data collected were subjected to content analysis according to clinical-qualitative method. It was found that: a) the origins of the illness and their meanings for each one: relations among the use of alcohol and the origins of cancer; that brings some beliefs from the patients related to the abuse of alcohol as a cause for their illness; b) living with cancer: changes in the routine, category that shows the loss lived by the patients in relation to the activities and functions lost after the diagnosis, changes in the communication with the family and the presence of autonomy in the speeches; and finally c) hope in the cure and the meaning of palliative care; that shows that all the patients interviewed believe in cure, this being by medicine or by faith, and, thought they affirm not knowing what palliative care are, they know it as a warm health team, a place where they can be heard, where their pain is reduced and where they feel protected. It is important to emphasize that this study has limits, considering that is was made with patients were interviewed once, but it is hoped that this research can contribute to the comprehension of important experiences of the patients, also give light to some psychological aspects not showed so easily, giving the patients space and voice to express themselves in this moment of life
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-02-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.