• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2005.tde-07032006-105727
Documento
Autor
Nome completo
Maria Inês Lemos Coelho Ribeiro
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Pedrão, Luiz Jorge (Presidente)
Bison, Rosa Aparecida Pavan
Carvalho, Ana Maria Pimenta
Nascimento, Evania
Scatena, Maria Cecilia Morais
Título em português
"A teoria, a percepção e a prática do relacionamento interpessoal"
Palavras-chave em português
auxiliares de enfermagem
relacionamento interpessoal
técnicos
Resumo em português
O presente estudo tem como objetivos investigar junto a pacientes de clínica médica, cirúrgica e psiquiátrica sua compreensão sobre Relacionamento Interpessoal, qual a importância desta habilidade, como ela ocorre entre os técnicos e auxiliares de enfermagem com os pacientes das referidas clínicas, o motivo que os levou a este relacionamento e a freqüência desta interação. A metodologia adotada foi a descritivo-exploratória na abordagem qualitativa. O estudo foi realizado em dois hospitais que atendem pacientes conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS), em Passos, Minas Gerais, sendo um hospital geral com clínicas médica e cirúrgica e o outro um hospital psiquiátrico. Fizeram parte do estudo oitenta e sete (87) pacientes dos quais quinze (15) foram submetidos à uma entrevista prévia e setenta e dois (72) foram observados por observadores treinados que a prática da habilidade descrita acima desenvolvida pelos técnicos e auxiliares de enfermagem referidos. Os resultados das entrevistas apresentaram a visão dos pacientes de como são tratados pelos técnicos e auxiliares de enfermagem que trabalham nos referidos hospitais, os conteúdos de suas conversas com esses profissionais, como essas conversas os ajudam, seus sentimentos, o que mais valorizam para o seu bem estar e suas sugestões para melhorar a assistência de enfermagem. Evidenciouse que apesar dos pacientes relatarem que são bem tratados, suas falas levam ao entendimento de que eles evitam fazer comentários negativos da assistência por medo de serem mal tratados e também por medo de ofender os profissionais. As conversas que ocorreram foram breves, superficiais e mecânicas. Constatou-se a predominância por parte dos técnicos e auxiliares de enfermagem em realizar as técnicas, deixando evidente sua formação instrumental, não sendo incluído nesta o relacionamento interpessoal como técnica. Ficou claro seu despreparo para se comunicarem ou se relacionarem com os pacientes, apesar desses relatarem que um dos fatores que mais influenciam em seu bem estar é o relacionamento interpessoal.
Título em inglês
The theory, the feeling and the practicing of relationship.
Palavras-chave em inglês
nursing assistants
nursing technicians
Resumo em inglês
The objective of this present study was to investigate the relationship among patients from medical, surgical and psychiatrist clinics, their understanding about this subject, what is the importance of this hability, how it happens between nursing technicians and nursing assistants and the patients from those clinics, the reason that these professionals decided to apply this relation and how often it has been applied. The metodology adopted was the exploratory – descriptive with qualitative research. The study was performed in a psychiatrist hospital and in a hospital where there were medical and surgical clinics. Both of hospitals attend patients connected to Basic Heath Units, in Passos, Minas Gerais. 87 patients participated in this study, 15 of them were interviewed and 72 patients were observed by trained observers. The results of these interviews related what the patients really think about the way they are treated by the nursing technicians and the nursing assistants that work at those hospitals, and the content of their talks with those professionals, how these talks help them, their feelings, their well being and their suggestions to improve the nursing assistance. Even though the patients reported that they are well treated by the nursing technicians and the nursing assistants it was realized that they tend to avoid making negative comments about the assistance afraid of offending the professionals and being bad treated by them. The talks were brief, superficial and mechanic. It was showed the predominance / willingness of those nursing technicians and assistants in appling the technics, their instrumental formation clearly. Relationship was not include as a technic. What it was also clear was that they were not prepared to communicate or to have a relationship with those patients, even though the patients say relationship is one of the reasons that most brought them their well being.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RibeiroMILC.pdf (430.40 Kbytes)
Data de Publicação
2006-03-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.