• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2008.tde-06102008-141150
Documento
Autor
Nome completo
Stela Heloisa Telles
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Ana Maria Pimenta (Presidente)
Camelo, Sílvia Helena Henriques
Robazzi, Maria Lucia do Carmo Cruz
Título em português
Síndrome de Burnout em agentes comunitários de saúde e estratégias de enfrentamento
Palavras-chave em português
Burnout
Enfermagem Psiquiátrica
Estresse
Resumo em português
A Síndrome de Burnout é caracterizada por sentimentos de esgotamento físico e emocional, despersonalização e baixa realização pessoal. Constitui-se em uma reação à tensão emocional crônica por lidar excessivamente com outros seres humanos. Acomete principalmente trabalhadores que mantêm uma estreita relação de ajuda, fortalecendo a associação com as responsabilidades inerentes às profissões de cuidados humanitários. Esta investigação se propõe a verificar a provável ocorrência da Síndrome de Burnout em Agentes Comunitários de Saúde, visto que estes profissionais trabalham diretamente no cuidado a outras pessoas, sendo esta característica prevalente em tal Síndrome, bem como as estratégias de enfrentamento utilizadas por estes profissionais. Optou-se pelo método descritivo, transversal e quantitativo. Foram aplicados questionário, Maslach Burnout Inventory (MBI) e Escala Modos de Enfrentamento de Problemas (EMEP). A amostra foi constituída por 80 ACS escolhidos aleatoriamente, entre aqueles admitidos há pelo menos dois anos no serviço público municipal. Quanto aos resultados obtidos, verifica-se que se trata de uma amostra predominantemente do sexo feminino (93,75%), com filhos (68,75%), na faixa etária de 20 a 30 anos (35%) e com companheiro fixo (60%). Antes de atuar como ACS, 18,75% desta amostra trabalharam como auxiliar de serviços gerais, principalmente o âmbito do trabalho doméstico. A renda per capita de 38,75% é de menos de um salário mínimo e 53,04% estão neste trabalho há mais de seis anos. Têm vida sedentária, pois 66,25% não praticam uma atividade física com freqüência. O MBI revela um sentimento de deterioração da percepção da própria competência e falta de satisfação destes profissionais com o próprio trabalho, não podem dar mais de si emocionalmente, demonstram estarem emocionalmente esgotados e, ainda, verificase o desenvolvimento incipiente de sentimentos e atitudes negativas e cinismo para com as pessoas por eles atendidas. O Modo de Enfrentamento mais utilizado são as estratégias focalizadas no problema, seguida pela busca de práticas religiosas/pensamento fantástico. Verifica-se indícios de sofrimento relacionado ao trabalho característico da Síndrome de Burnout com o esforço de buscar mecanismos que auxiliem no enfrentamento de problemas relacionados ao exercício profissional. Sugere-se estratégias de acolhimento a esses profissionais de forma a auxiliá-los a lidar com o sofrimento no trabalho.
Título em inglês
Burnout Syndrome in Community Health Agents and coping strategies.
Palavras-chave em inglês
Burnout
Nursing
Stress
Resumo em inglês
The Burnout Syndrome is characterized by feelings of physical and emotional exhaustion, depersonalization and low level of personal accomplishment. It constitutes a reaction to chronic emotional tension because of excessive contact with other human beings. It mainly affects workers in tight help relations, strengthening the association with the responsibilities inherent in humanitarian care professions. This research aims to verify the probable occurrence of the Burnout Syndrome in Community Health Agents (CHA), as these professionals directly work in care delivery to other people, a prevalent characteristic in this Syndrome, as well as the coping strategies these professionals use. The descriptive, cross-sectional and quantitative study was chosen. A questionnaire, Maslach Burnout Inventory (MBI) and the Problem-Coping Mode Scale (EMEP) were applied. The sample consisted of 80 CHA, randomly chosen among professionals working at least two years in the municipal public service. The results show that the sample was predominantly female (93.75%), with children (68.75%), between 20 and 30 years old (35%) and with a fixed partner (60%). Before acting as CHA, 18.75% of this sample worked as general service aid, mainly in domestic services. Moreover, 38.75% receive less than one minimum wage as per capita income and 53.04% are doing this job for more than six years. They have a sedentary life, as 66.25% do not work out frequently. The MBI reveals a feeling of deterioration in the perception of one’s own competency and these professionals’ lack of satisfaction with their own work. They cannot dedicate themselves more emotionally, they demonstrate emotional exhaustion. Furthermore, the instrument verified the incipient development of negative feelings and attitudes and cynicism towards the people they deliver care to. The most used Coping Modes are problem-focused strategies, followed by the search for religious practices/fantastic thinking. Levels of suffering are verified, related to the characteristic work of the Burnout Syndrome, accompanied by efforts to seek mechanisms that help to cope with problems related to professional practice. Strategies to welcome these professionals are suggested, so as to help them to deal with suffering at work.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
StelaHeloisaTelles.pdf (997.67 Kbytes)
Data de Publicação
2008-10-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.