• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.21.2009.tde-20012010-145648
Documento
Autor
Nome completo
João Marcos Miragaia Schmiegelow
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Gianesella, Sonia Maria Flores (Presidente)
Lamparelli, Claudia Conde
Lignon, Marília Cunha
Novelli, Yara Schaeffer
Sousa, Eduinetty Ceci Pereira Moreira de
Título em português
Manguezais do sistema estuarino de Santos (SP): Estrutura e produção de Serapilheira
Palavras-chave em português
Avicennia schaueriana
fitossociologia
Laguncularia racemosa
manguezal
Rhizophora mangle
serapilheira
sistema estuarino de Santos
Resumo em português
Informações sobre a fitossociologia e produção de serapilheira foram obtidas em 20 transversais distribuídas ao longo dos manguezais do sistema estuarino de Santos. Em cada transversal avaliou-se a estrutura do bosque em quatro parcelas de 100 m2 e a produção mensal da serapilheira coletada em 12 cestos ao longo de um ano. Analisou-se o conjunto de dados principalmente no nível de paisagem, encontrando-se que os descritores fitossociológicos não revelaram diferenças significativas ao longo do gradiente de inundação, embora ao mesmo tempo, os bosques tenham mostrado grandes variações desses descritores. As espécies Rhizophora mangle e Avicennia schaueriana mostraram valores de importância (sensu Curtis) estatisticamente iguais e substancialmente maiores que de Laguncularia racemosa. A produção de serapilheira, ao contrário, mostrou diferença significativa conforme a distância da água. O conjunto de dados foi submetido à análise de agrupamento e de componentes principais. A análise conjunta desses resultados permitiu verificar que os bosques foram agrupados, em quatro grupos: um com características de bosque mais maduro, outro bem mais jovem e os outros dois grupos revelaram-se intermediários e menos definidos. Verificou-se que a grande diversidade estrutural observada pode ser atribuída fundamentalmente ao fato do manguezal do sistema estuarino de Santos estar implantado em um ambiente com geomorfologia complexa, com inúmeros canais, oito bacias de drenagem e pluviosidade diferenciada conforme a distância da Serra do Mar. Isso gera um ambiente hídrico muito variado ao longo dos canais, de forma que essas diferenças no ambiente amplificam as diferenças naturalmente já encontradas nos ecossistemas de manguezal. Eventuais impactos antrópicos sobre este sistema podem ser fatores adicionais para explicar a diversidade estrutural observada.
Título em inglês
Mangroves of Santos Estuarine System (SP): Structure and Litter Production
Palavras-chave em inglês
Avicennia schaueriana
Laguncularia racemosa
litter production
mangrove
phytosociology
Rhizophora mangle
Santos estuarine system
Resumo em inglês
Information about the phytosociology and litter production were obtained in 20 transects distributed along the mangroves of Santos estuarine system. The forest structure in each transect was evaluated in four parcels of 100 m2 and the monthly litter production was collected in 12 baskets through one year. The data set was analyzed mainly under landscape aspect. The phytosociologic descriptors did not reveal significant differences along the flood gradient, but at the same time, the mangrove forests showed wide variations in these descriptors. Rhizophora mangle and Avicennia schaueriana presented statistically equal importance values (sensu Curtis) which were higher than those of Laguncularia racemosa. Litter production showed significant difference according to the water distance. Data set was submitted to cluster and principal components analysis. The joint analysis of these results indicated four groups: one with mature forest characteristics, other with young forest characteristics whereas the other two groups revealed intermediate and less defined characteristics. The large structural diversity found can be attributed mainly to the fact of the Santos estuarine system to present a complex geomorphology with countless channels, eight drainage basins and differentiated rainfall according to Serra do Mar distance, which produces a widely variable hydrologic environment along the channels. In such a way these environmental variability amplify the differences naturally found in the mangrove ecosystems. Eventual anthropic impacts on this system can be additional factors to explain the observed diversity structure.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Schmiegelow.pdf (6.63 Mbytes)
Data de Publicação
2010-01-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.