• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.21.2009.tde-18062009-154809
Documento
Autor
Nome completo
Daniela Rimoldi Cunha
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Lopes, Rubens Mendes (Presidente)
Katsuragawa, Mario
Sant'Anna, Eneida Maria Eskinazi
Título em português
Estudo comparativo dos copépodes Temora stylifera e T. turbinata na plataforma continental sudeste do Brasil no verão e inverno de 2002
Palavras-chave em português
abundância
bioinvasão
distribuição horizontal
distribuição vertical
estrutura etária
ressurgência.
Temora stylifera
Temora turbinata
Resumo em português
As bioinvasões marinhas têm impactos em diversos níveis no ecossistema da região receptora, incluindo aqueles relacionados às interações com espécies nativas, especialmente com aquelas que compartilham nichos ecológicos semelhantes. O presente trabalho tem como principal objetivo a investigação da distribuição, abundância e biomassa das espécies Temora stylifera (nativa) e T. turbinata (invasora) na plataforma continental sudeste do Brasil nos períodos do verão e inverno de 2002 e suas relações com as variáveis físicas e concentração de clorofila a total. A distribuição de T. stylifera foi mais homogênea considerando toda a região de estudo comparado com T. turbinata. A primeira ocupou principalmente regiões costeiras enquanto que T. stylifera foi mais freqüente em estações oceânicas, nas quais a espécie exótica não ocorreu. O evento de ressurgência observado no verão, cujo reflexo pôde ser observado no aumento da concentração de clorofila, foi relacionado positivamente com a abundância da espécie invasora, provavelmente indicando a melhor utilização das células do fitoplâncton ou microzooplâncton como recurso alimentar. Temperatura e salinidade foram positivamente relacionadas com a abundância de T. stylifera. A abundância de ambas as espécies foi maior no verão, enquanto que as concentrações do inverno foram baixas. O maior valor encontrado para a primeira espécie foi 1.334 org.m?³ e para a segunda 572 org.m?³ ambos os valores na camada superficial (0-20 m) no verão. Em termos de biomassa, nenhuma das duas espécies contribuiu com altas porcentagens para o zooplâncton total. O ciclo de vida de ambas as espécies não estavam sincronizados: os copepoditos juvenis foram mais abundantes no caso de T. stylifera, enquanto que os mais tardios predominaram nas populações de T. turbinata. A espécie exótica apresentou a razão macho/fêmea mais variável. Os resultados apontam para vantagens da espécie invasora sobre a nativa em relação à utilização de recursos alimentares e comportamento reprodutivo.
Título em inglês
Comparative study of the Temora stylifera and T. turbinata on the southeastern Brazilian continental shelf im summer and winter of 2002
Palavras-chave em inglês
bioinvasion
horizontal distribution
temora stylifera
temora turbinata
vertical distribution
Resumo em inglês
Marine biological invasions have impacts in several different levels in the recipient ecosystem, including those related to interactions with native species, especially those sharing similar ecological niches. The main goal of the present work was to investigate the distribution, abundance and biomass of Temora stylifera (native species) and T. turbinata (exotic species) on the southeastern Brazilian continental shelf in the summer and winter of 2002, and their relation to physical variables and chlorophyll a concentration. The distribution of T. stylifera was more homogeneous within the entire study area compared to T. turbinata. The former occupied mainly coastal sites while T. stylifera was frequent in oceanic stations where the exotic species did not occur. An upwelling event recorded during summer causing an increase in chlorophyll a concentration was concurrent with abundance peaks of the exotic species, probably indicating a more efficient use of phytoplankton or microzooplankton as food resource. Temperature and salinity were positively related to T. stylifera abundance. Both species peaked in summer, while winter concentrations were low. The higher abundance value found for T. turbinata was 1,334 org.m?³ and 572 org.m?³ for T. stylifera, both at the surface layer (0-20 m) in summer. Neither species contributed with a high percentage of the total zooplankton biomass. The life cycle of both species was not synchronized: young copepodites were more abundant in the case of T. stylifera, while oldest copepodites predominated in the T. turbinata populations. The exotic species had a more variable male/female ratio. The results indicate possible advantages of the introduced species over the native species in relation to food resources utilization and reproductive behavior.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DaniRimoldi.pdf (1.56 Mbytes)
Data de Publicação
2009-07-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.