• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.21.2012.tde-10122012-164248
Documento
Autor
Nome completo
Camilla Nunes Garbini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Katsuragawa, Mario (Presidente)
Bonecker, Ana Cristina Teixeira
Lopes, Rubens Mendes
Título em português
Distribuição e abundância de larvas e Pleuronectiformes na região entre o cabo de São Tomé (RJ) e a ilha de São Sebastião (SP)
Palavras-chave em português
Bothus ocellatus
Distribuição horizontal
distribuição vertical
Etropus spp.
Monolene antillarum
Syacium spp.
Resumo em português
Devido à escassez de estudos sobre larvas da ordem Pleuronectiformes principalmente no Brasil, o objetivo deste estudo foi descrever a ocorrência das larvas da ordem na plataforma continental Sudeste. As amostras foram coletadas com redes bongô e Multi Plankton Sampler (MPS) no verão e inverno de 2002. A composição, abundância, densidade, distribuição horizontal e vertical e, as fases de desenvolvimento larval foram estudadas. Foram coletadas, no total, 352 larvas de Pleuronectiformes no verão e 343 no inverno, com três famílias identificadas e 14 espécies. Os grupos mais abundantes foram Etropus spp., Syacium spp, Bothus ocellatus e Monolene antillarum. Etropus spp., Syacium spp. e M. antillarum ocorreram preferencialmente na zona intermediária até a isóbata de 200m, os dois primeiros gêneros próximos a cabo Frio e M. antillarum em Ubatuba. B. ocellatus ocorreu predominantemente na zona oceânica tanto em Ubatuba quanto no Rio de Janeiro. Em relação à distribuição vertical, as maiores densidades médias dessas espécies ocorreram nos estratos de 0 a 20 m de profundidade, no verão e entre 20 a 40m no inverno. Larvas em pré-flexão foram abundantes próximas à costa. As variáveis estipuladas, proximidade da costa, época do ano e local, e a salinidade apresentaram diferenças significativas com relação à distribuição observada.
Título em inglês
Distribution and abundane of Pleuronectiformes larvae in the region between São Tomé Cape (RJ) and the São Sebastião island (SP)
Palavras-chave em inglês
Bothus ocellatus
Etropus spp.
Horizontal distribution
Monolene antillarum.
Syacium spp.
vertical distribuition
Resumo em inglês
There are few studies about Pleuronectiformes larvae mostly in Brazil. Due to that, this study aims to describe the occurrence of Pleuronectiformes larvae in the southeastern Brazilian coast. Samples were collected using bongo and Multi Plankton Sampler (MPS) nets in the summer and winter of 2002. Composition, abundance, density, horizontal and vertical distributions and stage of larval development were studied. A total of 352 larvae in summer and 343 in winter were collected. Three families and 14 species were identified. The most abundant species were Etropus spp., Syacium spp., Bothus ocellatus and Monolene antillarum. Etropus spp., Syacium spp. and M. antillarum occurred preferentially in the intermediate zone until the 200m isobath. The first two genera occurred near Cape Frio and the last one near Ubatuba. B. ocellatus occurred predominantly in the oceanic zone in Ubatuba and Rio de Janeiro. Regarding to the vertical distribution, the highest average densities of these species were in the strata of 0 - 20 m of depth in summer and between 20 - 40 m in winter. Pre-flexion larvae were abundant near the coast. The stipulated variables: proximity to the coast, season, location and salinity, showed significant differences in relation to the larval distribution observed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Camilla.pdf (6.91 Mbytes)
Data de Publicação
2013-01-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.