• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.21.2005.tde-06022006-121128
Documento
Autor
Nome completo
Marília Cunha Lignon
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Novelli, Yara Schaeffer (Presidente)
Brito, Dimas Dias
Furtado, Valdenir Veronese
Tessler, Moyses Gonsalez
Vale, Cláudia Câmara do
Título em português
"Ecologia de manguezais: desenvolvimento espaço-temporal no sistema costeiro Cananéia-Iguape, São Paulo, Brasil"
Palavras-chave em português
ecologia da paisagem
escalas espaço-temporais
manguezal
monitoramento
SIG
sucessão
zonação
Resumo em português
Manguezais desenvolvem-se de formas distintas, em função dos cenários ambiental e geomorfológico. O desenvolvimento espaço-temporal de bosques de mangue, no Sistema Costeiro Cananéia-Iguape, foi estudado no contexto da ecologia da paisagem. Manguezais foram analisados nos níveis hierárquicos Stand (unidade de paisagem) e Site (bosque ou parcela). No nível Stand, o tratamento de fotografias aéreas com uso de Sistema de Informação Geográfica (SIG), indicou variação espacial distinta, em duas áreas de estudo do Mar de Cananéia, no mesmo intervalo temporal, 16 anos (1981 – 1997). No nível Site, bosques de mangue adjacentes ao Mar de Cananéia e à Baía do Trapandé foram monitorados durante 2 anos (2002 – 2004), em parcelas fixas, fornecendo informações sobre o desenvolvimento destes. Bancos de sedimento emersos são, primeiramente, colonizados pela gramínea Spartina alterniflora, espécie pioneira e determinante no estabelecimento de propágulos. Os bosques de mangue, estudados no Mar de Cananéia, nas fases inicial e jovem são dominados por Laguncularia racemosa, em áreas em progradação, como proposto na literatura. Na área de estudo da Baía do Trapandé, a espécie dominante é Rhizophora mangle. Bosques maduros são dominados pelas espécies R. mangle ou Avicennia schauerianna, em função das características das áreas de estudo. Padrões de sucessão dos bosques de mangue estudados seguem modelo proposto na literatura.
Título em inglês
Mangrove Ecology: spatial and temporal development at Cananéia-Iguape Coastal System, São Paulo, Brazil
Palavras-chave em inglês
landscape ecology
mangrove
monitoring
SIG
spatial and temporal scales
succession
zonation
Resumo em inglês
Mangrove forests get developed in distinct patterns, depending on geomorphological and environmental scenarios. Its spatial and temporal development was studied in a landscape ecology context, at the Cananéia-Iguape Coastal System. Stand and Site hierarchical levels had been used to analyze mangrove forests. At Stand level, aerial photography processing along with Geographical Information System (GIS) showed distinct spatial variations during the same 16 years period (1981-1997) in the two case areas: Mar de Cananéia and Baia de Trapandé. At Site level, mangrove forests surrounding Mar de Cananéia and Baia de Trapandé had been monitored during 2 years (2002-2004) using fixed plots, providing information on its development. Gramineous Spartina alterniflora, pioneer species and determinative for propagule establishment, colonize at first emerged sandbanks. Studied mangrove forests surrounding Mar de Cananéia are, during initial and youth phases, dominated by Laguncularia racemosa, in deposition areas, as suggested in bibliography. At Baia de Trapandé surround, the dominant species was Rhizophora mangle. Mature forests are dominated by R. mangle or Avicennia schauerianna, depending on area’s characteristics. Studied mangrove forests follow model of succession seen in bibliography.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-02-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.