• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2018.tde-30072018-114727
Documento
Autor
Nome completo
Francine Marvulle Tan
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2018
Orientador
Banca examinadora
Silva, Antônio Nélson Rodrigues da (Presidente)
Seixas, Fernando
Sousa, Pablo Brilhante de
Título em português
Potencial de transferência de um índice de mobilidade sustentável para campus universitário
Palavras-chave em português
Campus universitário
Índice de mobilidade sustentável
Mobilidade sustentável
Planejamento baseado em indicadores
Potencial de transferência
Resumo em português
O objetivo do presente trabalho é desenvolver e aplicar um método para avaliação do potencial de transferência de um índice de mobilidade sustentável, com base em três questões. O índice de mobilidade sustentável para campus universitário (IMSCamp), proposto por Oliveira (2015), é transferível para outros contextos? Em caso afirmativo, qual o potencial de transferência do mesmo? A partir das respostas das questões anteriores, qual seria a estrutura mínima para a concepção de um índice de mobilidade para campus universitário possível de ser transferido para qualquer contexto? O método proposto para o estudo foi assim organizado: aplicação do IMSCamp a um novo contexto; análise do seu potencial de transferência por meio de critérios desenvolvidos especificamente para este fim; e organização de um painel de especialistas com o intuito de elencar possíveis indicadores para um índice global de mobilidade sustentável para campus universitário. A avaliação do potencial de transferência, objetivo principal deste estudo, resultou em um valor que indica um baixo potencial de transferência (cerca de 40% do máximo possível) para o índice. Este resultado indica que foram necessárias mudanças expressivas para adaptá-lo a um novo campus; sendo assim, não se trata de um índice global diretamente aplicável, sem mudanças, a diversos contextos. Apesar disso, foi possível reproduzir o método de aplicação do IMSCamp no campus da USP de Piracicaba, que resultou em um valor de 0,491 (cerca de 50% do máximo possível), mostrando a viabilidade de seu uso em diferentes contextos, desde que feitos alguns ajustes. Isto obviamente depende da existência de recursos para sua adaptação, o que neste caso não se configurou em uma barreira intransponível. Por fim, o painel de especialistas trouxe evidências de que, dentre os 20 indicadores originais do IMSCamp, 13 mereceram destaque, em termos de relevância e adequação, para compor um índice aplicável a contextos distintos. Seriam eles: Infraestrutura de transporte público urbano, Qualidade das calçadas dentro e de acesso ao campus, Vagas para usuários com restrição de mobilidade, Transporte público urbano, Segurança pública, Acessibilidade dos prédios, Infraestrutura de estacionamento, Bicicletários e paraciclos, Infraestrutura de acesso ao campus, Adequação do modo de transporte, Qualidade das vias no campus, Infraestrutura cicloviária e Ações de educação no trânsito.
Título em inglês
Transferability of a sustainable mobility index for university campus
Palavras-chave em inglês
Planning based on indicators
Sustainable mobility
Sustainable mobility index
Transferability
University campus
Resumo em inglês
This study aims to develop and to apply a method for assessing the transferability of a sustainable mobility index for university campus. Three main questions guide the research: Is IMSCamp (an index created by Oliveira, 2015) transferable to a new context? In this case, what is its transferability potential? According to the previous answers, what should be the framework of a sustainable mobility index for university campus that is transferable to any context? The proposed method was organized as follows: application of IMSCamp to a new context; assessment of the transferability potential of this index by means of rating criteria that have been specially developed for this purpose; and organization of a panel of experts to select indicators for a global sustainable mobility index for university campus. The evaluation of the transferability potential, which was the main purpose of this study, indicated a low level of transferability (around 40% of the maximum value) for the index. This result indicates that considerable adjustments had been required in order to adapt it to a new campus. It means that it is not the case of a global index that may be directly applied without adjustments to various contexts. Nevertheless, it was possible to reproduce the IMSCamp method at the University of São Paulo campus in Piracicaba, which resulted in a value of 0.491 (around 50% of the maximum possible value), bringing evidence that the index can be applied in different campuses after some adjustments. The application obviously depends on the availability of resources for the adaptations needed, what was not a unsurmountable obstacle in the case studied. Finally, the experts' panel brought evidences that 13 out of the 20 original indicators of IMSCamp have enough relevance and suitability to constitute an index transferable to different contexts. These indicators are: Public transport infrastructure, Quality of sidewalks (inside and around the campus), Parking spaces for people with disability, Public transport, Public safety, Buildings accessibility, Parking infrastructure, Bicycle racks, Infrastructure to access the campus, Suitability of transport modes, Pavement quality inside the campus, Cycling infrastructure and Traffic education initiatives.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.