• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2008.tde-07042008-085004
Documento
Autor
Nome completo
Diogo Artur Tocacelli Colella
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2008
Orientador
Banca examinadora
Setti, José Reynaldo Anselmo (Presidente)
Kraus Junior, Werner
Silva, Antônio Nélson Rodrigues da
Título em português
Comportamento dos motoristas em interseções semaforizadas
Palavras-chave em português
Aceleração
Comportamento dos motoristas
Desaceleração
Interseções semaforizadas
Tempo de percepção e reação
Resumo em português
Esta pesquisa caracterizou o comportamento de motoristas em interseções semaforizadas sob três aspectos: (1) reação frente à mudança do verde para o amarelo; (2) comportamento durante a desaceleração para parar; e (3) comportamento durante a saída do cruzamento semaforizado. Os dados foram coletados em uma interseção localizada em pista de testes no Virginia Tech Transportation Institute, nos EUA. A amostra foi composta por 60 motoristas voluntários igualmente divididos em função do gênero; dos quais 32 tinham idade inferior a 65 anos ("jovens"). Foram investigados efeitos da idade, do gênero e da declividade da via sobre as seguintes situações: tomada de decisão entre parar ou prosseguir no amarelo; posição de parada em relação à faixa de retenção; tempo de percepção e reação (TPR) para frenagem e partida do cruzamento; efeito de zonas de opção e de dilema; taxa de desaceleração para parada na interseção; e taxa de aceleração para partida da interseção. As análises indicaram que: (1) os motoristas mais jovens invadiram mais a faixa de retenção que os idosos; (2) mulheres apresentam maiores TPR para decidir partir da interseção; e (3) o TPR é menor no declive tanto para a decisão de frear quanto para a partida do cruzamento. As taxas de desaceleração não apresentaram influência dos fatores avaliados. Por outro lado, constatou-se que a aceleração foi afetada pelo fator declividade. Como resultado final da pesquisa, foram propostos modelos, em função do tempo, que exprimem a desaceleração/aceleração usada pelos motoristas ao frear/acelerar. Foram propostos modelos para o motorista médio e para motoristas desagregados em três grupos em função da agressividade.
Título em inglês
Driver behavior at signalized intersections
Palavras-chave em inglês
Acceleration
Deceleration
Driver behavior
Driver perception/reaction time
Signalized intersection
Resumo em inglês
The objective of this research was to characterize driver behavior at signalized intersections according to three aspects: (1) reaction at the onset of the amber phase; (2) behavior during the deceleration to stop at the signal; and (3) behavior during the acceleration to leave the intersection at the onset of the green. The data were collected at a signalized intersection on a private highway, at the Virginia Tech Transportation Institute, in the USA. The sample consisted of 60 volunteer drivers, equally divided by gender. The sample was divided into two age groups: younger drivers (age was less than 65) and older drivers. Effects of gender, age group and roadway grade were investigated for the following aspects: decision making at the onset of amber; final stopping position with relation to the stop line; perception/reaction times (PRT) at the onset of the amber and the green lights; effects of dilemma and option zones; and deceleration and acceleration rates used by the drivers. The analyses suggest that: (1) younger drivers tend to stop farther past the stop line, compared to older drivers; (2) women have longer PRT at the onset of the green; and (3) PRT are shorter on downgrade at the onset of both amber and green lights. The observed deceleration rates were not affected by gender, age group or roadway grade. Acceleration rates were found to be influenced by the grade. A set of models that express the acceleration/deceleration rates as a function of time were proposed to represent the average behavior observed for drivers in the sample. Specific models were also proposed for aggressive, non-aggressive and intermediate drivers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
COLELLA_DAT_2008.pdf (2.61 Mbytes)
Data de Publicação
2008-04-08
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Colella, D. A. T., e Setti, J. R. Caracterização do comportamento de motoristas durante a fase amarela num semáforo. In XXI Congresso de Pesquisa e Ensino em Transportes, Rio de Janeiro, 2007. Panorama Nacional da Pesquisa em Transportes 2007.Rio de Janeiro : ANPET, 2007.
  • Colella, D. A. T., e Setti, J. R. Caracterização do comportamento de motoristas em uma interseção semaforizada. In XXII Congresso de Pesquisa e Ensino em Transportes, Fortaleza, CE, 2008. Panorama Nacional da Pesquisa em Transportes 2008.Rio de Janeiro : ANPET, 2008.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.