• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2008.tde-19082008-135305
Documento
Autor
Nome completo
Vanessa Rosa Machado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2008
Orientador
Banca examinadora
Santos, Fabio Lopes de Souza (Presidente)
Goldberg, Sonia Salzstein
Lopes, Ruy Sardinha
Título em português
Lygia Pape: espaços de ruptura
Palavras-chave em português
Arte contemporânea
Artes visuais
Lygia Pape
Resumo em português
O presente trabalho lança luz sobre a trajetória de Lygia Pape (1927-2004), artista experimental que atuou em diversas linguagens e suportes. Pautando a análise de sua produção pela relação com o contexto urbano no qual se inseria, enfocamos três momentos e conjuntos de obras: o primeiro, parte do amplo "projeto cultural moderno", inclui as obras concretas e neoconcretas, como as xilogravuras "Tecelares" (1955-1959), o roteiro para um filme sobre Brasília (1959), o "Livro da criação" (1959) e "Balés neoconcretos" (1958-1959); o segundo, de crise do anterior conceito de projeto, contempla as obras participativas como "Ovo" (1968), "Divisor" (1968) e "Roda dos prazeres" (1968) e o terceiro, cronologicamente mais recente, no qual Lygia, menos propositora e mais crítica, evidencia características de uma cidade já permeada por outros discursos e práticas culturais, analisa obras como o projeto "Eat me: a gula ou a luxúria?" (1976) e os filmes "Wampirou" (1974) e "Carnival in Rio" (1974).
Título em inglês
Lygia Pape: spaces of rupture
Palavras-chave em inglês
Contemporary art
Lygia Pape
Visual art
Resumo em inglês
This work analyses the trajectory of Lygia Pape (1927-2004), experimental artist who worked in several languages and media. By the analysis of her production in relation with the urban context she was inserted, we focus three moments and piece sets: the first, part of the wide "modern cultural project" includes concrete and neoconcrete pieces, like the wood cut "Tecelares" (1955-1959), the script for a movie about Brasília (1959), the "Livro da criação" (1959) e "Balés neoconcretos" (1958-1959); the second, on the crisis of the previous project concept, embraces the participative pieces like "Ovo" (1968), "Divisor" (1968) and "Roda dos prazeres" (1968) and the third, chronologically most recent, in which Lygia, in a more critical way, brings to evidence characteristics of a city relating it to other discourses and cultural practices, analyses pieces like her project "Eat me: a gula ou a luxúria?" (1976) and the movies "Wampirou" (1974) and "Carnival in Rio" (1974).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.