• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2007.tde-10092007-133334
Documento
Autor
Nome completo
Danielle Couto Moreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2007
Orientador
Banca examinadora
Correia, Telma de Barros (Presidente)
Bortolucci, Maria Angela Pereira de Castro e Silva
Kühl, Beatriz Mugayar
Título em português
Arquitetura ferroviária e industrial: os casos das cidades de São João del-Rei e Juiz de Fora (1875 - 1930)
Palavras-chave em português
Arquitetura fabril
Arquitetura ferroviária
Habitação operária
Patrimônio industrial
Resumo em português
Trata da análise e reflexão acerca da arquitetura da era industrial empreendida nas cidades de Juiz de Fora e São João del-Rei, durante o período de 1875 a 1930. Constituíram objetos desta pesquisa estações ferroviárias, prédios fabris e vilas operárias erguidos nestas duas cidades que se sobressaíram em termos de representatividade em seus contextos. São eles: o complexo ferroviário da estrada de ferro Oeste de Minas (1881) e algumas casas construídas para seus funcionários em São João del-Rei; as estações ferroviárias da estrada de ferro D. Pedro II, de Mariano Procópio (1875) e Central (1877-1906), e algumas casas para seus funcionários em Juiz de Fora; a estação ferroviária da estrada de ferro Leopoldina (1927) em Juiz de Fora; a Companhia Industrial São Joannense (1891) e sua vila operária em São João del-Rei; a Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas (1888) e sua vila operária (1925) em Juiz de Fora; a Companhia Industrial e Construtora Pantaleone Arcuri & Spinelli (1895) e sua vila operária (década de 1910) em Juiz de Fora; a Companhia de Fiação e Tecelagem Industrial Mineira (1885) em Juiz de Fora; a Companhia Fiação e Tecelagem Santa Cruz (1914) em Juiz de Fora; a Fábrica de Tecidos São João Evangelista (1924) e seu núcleo fabril em Juiz de Fora. Estuda a arquitetura ferroviária e industrial em termos da forma arquitetônica, considerando a implantação das plantas fabris, de estações ferroviárias e vilas operárias, bem como a organização espacial e os aspectos formais destas edificações. Também foram estudadas em termos de inserção urbana e do impacto que provocaram no cenário sócio-cultural destas cidades na época de sua instalação, além da análise de seu papel nos contextos atuais. Verifica a presença de algumas tendências entre as tipologias estudadas, quanto aos aspectos formais e de organização espacial, e o predomínio da recorrência à linguagem do ecletismo como referência formal nestas contruções. Observa também a necessidade de aprofundamento nas questões correlatas às práticas e políticas de preservação do patrimônio industrial nas cidades de São João del-Rei e Juiz de Fora, ressaltando o aspecto incipiente das pesquisas sobre este tema no caso de Minas Gerais.
Título em inglês
Railroad and industrial architecture: the cases of São João del-Rei and Juiz de Fora (1875-1930)
Palavras-chave em inglês
Industrial architecture
Industrial heritage
Railway station architecture
Workers' house
Resumo em inglês
This dissertation analyzes the architecture of the industrial age undertaken in the cities of São João del-Rei and Juiz de Fora, during the period from 1875 to 1930. The objects of this research were rail stations, factories and labor villages built in these two cities that stood out in their contexts. They are: the rail buildings of the oeste de Minas railroad (1881) and some workers' houses, in the city of São João del-Rei; the rail stations of D. Pedro II railroad: Mariano Procópio Station (1875) and Central Station (1877-1906), and some workers' houses in the city of Juiz de Fora; the rail station of Leopoldina Railroad (1927) at Juiz de Fora; the Companhia Industrial São Joannense (1891) with its labor village at São João del-Rei; the Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas (1888) and its labor village (1925) at Juiz de Fora; the Companhia Industrial e Construtora Pantaleone Arcuri & Spinelli (1895) and its labor village (1910) at Juiz de Fora; the Companhia de Fiação e Tecelagem Industrial Mineira (1885) at Juiz de Fora; the Companhia Fiação e Tecelagem Santa Cruz (1914) at Juiz de Fora; the Fábrica de Tecidos São João Evangelista (1924) and its company town at Juiz de Fora. The rail station architecture and industrial architecture were studied in terms of architectonic language, considering the implantation of the industrial buildings, rail stations and labor villages, the spatial organization and their configuration aspects. They were also studied in terms of urban insert, considering impacts that these buildings provoked in these cities at the time of their installation, as well as the analysis of their role in the current context. The presence of some tendencies was verified among the studied typologies, in terms of architectonic language and space organization, and also the predominance of the eclecticism language as architectural reference in these enterprises. The results clearly demonstrated the need of a more profound look on the questions that involve practices and politics of industrial heritage preservation in the cities of São João del-Rei and Juiz de Fora, emphasizing the incipient aspect of the researches about this subject in Minas Gerais.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
01.pdf (36.09 Mbytes)
Data de Publicação
2007-12-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.