• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2007.tde-06062008-101517
Documento
Autor
Nome completo
Magaly Marques Pulhez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2007
Orientador
Banca examinadora
Lira, José Tavares Correia de (Presidente)
Rizek, Cibele Saliba
Silva, Ana Amélia da
Título em português
Espaços de favela, fronteiras do ofício: história e experiências contemporâneas de arquitetos em assessorias de urbanização
Palavras-chave em português
Arquitetos
Cultura profissional
Favelas
Habitação popular
Políticas habitacionais
Prática profissional
Projeto participativo
Saber popular
Urbanização de favelas
Resumo em português
Esta dissertação propõe uma reflexão crítica sobre a prática profissional do arquiteto voltada às questões da habitação popular, especialmente a habitação em favelas urbanizadas. Partimos de uma revisão histórica do lugar do arquiteto frente às condicionantes de precarização da moradia urbana, trilhando um percurso bibliográfico e analítico que se inicia nos anos 1930 e chega aos dias atuais: procuramos discutir, num contexto ampliado, as especificidades do envolvimento de arquitetos com o universo da cultura popular e das favelas, o que nos permite situar e entender historicamente a inserção desses profissionais nos hoje consagrados processos de urbanização de assentamentos precários, operados num contexto de reforma direcionada ao mercado e de explicitação e radicalização da insuficiência da aposta estatal em políticas compensatórias para lidar com o déficit habitacional. Como procedimento metodológico, optamos por focalizar algumas práticas recentes de urbanização de favelas: as experiências junto aos núcleos Dois de Maio, em São Paulo (SP), Jardim Olinda, também na capital paulista, e Tamarutaca, em Santo André (SP), incluídos, nos anos 2000, em dois diferentes programas públicos de urbanização - o Programa Bairro Legal , da prefeitura de São Paulo, e o Programa Integrado de Inclusão Social (atual Santo André Mais Igual), promovido pelo poder público andreense -, e de cujos projetos urbanísticos e habitacionais participaram, respectivamente, as organizações USINA Centro de Trabalhos para o Ambiente Habitado / TEIA Casa de Criação (em parceria), GTA Grupo Técnico de Apoio e PEABIRU Trabalhos Comunitários e Ambientais. A pesquisa de campo nos permite entender tanto os desdobramentos históricos do exercício profissional dos arquitetos no enfrentamento da questão das favelas, quanto as potencialidades de transformação da prática contemporânea, tendo em vista o contexto político que envolve Estado, movimentos sociais, técnicos e o conjunto mais amplo da sociedade. A partir da descrição dos casos, procuramos discutir o percurso profissional dos arquitetos nos espaços de diálogo, articulações e vinculações que se estruturaram a partir das especificidades das ações desenvolvidas, suscitando uma reflexão aprofundada sobre questões que dizem respeito à realidade atual das políticas públicas voltadas para a urbanização de favelas e sua relação com a questão dos direitos sociais, o lugar do 'projeto participativo' neste contexto e a verificação do espaço assumido pelos arquitetos no desenvolvimento dos projetos. Além disso, questionamos os diálogos possíveis e as mistificações em torno da relação entre conhecimento 'popular' e 'especializado' e tentamos qualificar as figurações que conformam a prática desses profissionais no cenário atual, de forma a problematizar a 'essência técnica' da experiência projetual como horizonte crítico para pensar os conteúdos políticos do ofício.
Título em inglês
Spaces of slums: history and experiencies
Palavras-chave em inglês
Architects
Housing policies
Participative project
Popular housing
Popular knowledge
Professional culture
Professional practice
Slums
Slums up-grading
Resumo em inglês
The purpose of this explanation is to bring us a critical reflection about the architectural professional practice pointed out to the questions concerning popular housing, especially the social housing in urbanized slums. We started from a historical revision on how the architect plays its part concerning the circumstances of the continuous precariousness of the urban housing, treading a bibliographic and analytical route that starts in the years 1930's and arrives to the present days: approaching the presence of slums in the Brazilian cities, we raise discussions about the practice of the professionals involved with the already consecrate process of urban upgrading of those settlement and also regarding the deficiencies of the performance of the State, that comes gradually betting in compensatory policies to deal with the housing deficit. As a methodological procedure we opted to focusing some recent practices of slum upgrading: the experiences from Dois de Maio and Jardim Olinda centers, both in São Paulo (SP), and Tamarutaca center in Santo André (SP), include in the years 2000's in two different public urbanization programs - the program Bairro Legal, of the São Paulo city hall, and the program named Programa de Inclusão Social (currently Santo André Mais Igual), promoted by the Santo André public power - and from whose urbanity and housing projects participated, respectively, the non-governmental organizations USINA Centro de Trabalhos para o Ambiente Habitado / TEIA Casa de Criação (as partner), GTA Grupo Técnico de Apoio e PEABIRU Trabalhos Comunitários e Ambientais. The field research make us possible to understand either the historical evolution of the professional exercise of the architects in the confront of the slums deal, as the potentialities of the contemporaneous practice transformation, taking into account the politic context that involves the State, social activities, technical activities and the amplest set of the society. From the description of the cases, we look for to argue the current reality of the slums upgrading public policies and their relation with the social rights and the importance of the 'participative project' in the process under studying. Furthermore, we question the possible dialogues and the mystifications around the relation between 'popular' and 'specialized' knowledge and we try to discuss the 'technical essence' of the projective experience of the architects as a critical horizon to think the politic contents of the craft.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-06-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.