• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2001.tde-23082003-194221
Documento
Autor
Nome completo
Evandro Mateus Moretto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2001
Orientador
Banca examinadora
Rocha, Odete (Presidente)
Espindola, Evaldo Luiz Gaeta
Nogueira, Marcos Gomes
Título em português
Diversidade zooplanctônica e variáveis limnológicas das regiões limnética e litorânea de cinco lagoas do Vale do Rio Doce - MG, e suas relações com o entorno
Palavras-chave em português
Cladocera
Copepoda
diversidade do zooplâncton
lagos brasileiros
limnologia
Rotifera
Vale do Rio Doce
Resumo em português
Nos sistemas lacustres, ocorrem diferenças naturais entre os compartimentos limnético e litorâneo num mesmo lago (hábitats, recurso trófico, ciclos biogeoquímicos e processos hidrológicos) e entre lagos que se encontram em regiões de diferentes coberturas vegetais. Tais diferenças podem determinar variações na diversidade zooplanctônica e nas características químicas e físicas da água. Pelo presente trabalho objetivou-se verificar a ocorrência destas diferenças entre as regiões limnética e litorânea de cinco lagoas (Carioca, Aguapé, Águas Claras, Ariranha e Amarela)pertencentes ao sistema de lagos do Vale do Rio Doce (MG), além de uma comparação destes resultados com os diferentes tipos de vegetação que ocorrem no entorno.Situado a sudoeste do estado de Minas Gerais, o sistema de lagos do Vale do Rio Doce é composto, principalmente, por dois tipos de vegetação terrestre: a floresta secundária de Mata Atlântica que está restrita ao Parque Estadual do Rio Doce; e o cultivo de eucalipto que ocupa grande área da região. As lagoas abordadas no presente estudo foram reunidas em três grupos distintos, segundo o tipo de vegetação que ocorre no seu entorno: lagoa Carioca (floresta de Mata Atlântica); lagoas Aguapé e Águas Claras (cultivo de eucalipto com manejo mais intensivo e com freqüente retirada de espécies nativas do sub-bosque); e lagoas Ariranha e Amarela (cultivo de eucalipto com presença de sub-bosque de espécies nativas da Mata Atlântica). Foram realizadas amostragens nos períodos climáticos de inverno de 1999 (estiagem) e verão de 2000 (chuvas), para as variáveis físicas e químicas da água e para a comunidade zooplanctônica. Pelos resultados obtidos, ficaram claras as diferenças entre os compartimentos limnético e litorâneo em função das variáveis físicas e químicas no período de inverno de 1999, e em função da riqueza de espécies zooplanctônicas em ambos os períodos climáticos estudados. A principal diferença da riqueza de espécies entre os compartimentos foi devida ao maior número de táxons na região litorânea, em função da ocorrência de espécies da família Chydoridae e Macrothricidae (Cladocera), e da família Lecanidae (Rotifera). Por outro lado, não ficaram evidentes as diferenças entre os grupos de lagoas segundo a vegetação do entorno, em função das variáveis limnológicas e dos indicadores de diversidade. Ainda assim, é importante destacar as diferenças entre a lagoa Carioca para as demais lagoas, principalmente, em relação ao seu maior grau de trofia e menor disponibilidade de habitats litorâneos, que determinam uma menor riqueza de espécies. Assim, na lagoa Carioca não ocorreram organismos filtradores e herbívoros pertencentes aos Cladocera, com exceção da espécie Diaphanosona birgei . Foi possível verificar também que as espécies de Copepoda Cyclopoida Thermocyclops minutus e Tropocyclops prasinus ocuparam preferencialmente as regiões limnéticas das lagoas, enquanto que Mesocyclops brasilianus ocorreu de forma mais marcante na litorânea. De forma geral, foi possível verificar que os tipos de vegetação não determinaram diferenças nas condições limnológicas e na diversidade zooplanctônica, uma vez que não se observaram padrões semelhantes nos valores das variáveis analisadas dentro de cada grupo de lagoas.
Título em inglês
Zooplankton diversity and limnological variables in the limnetica and littoral regions of five lakes in Rio Doce Valley - MG, and the relationship with the surrounding basin
Palavras-chave em inglês
Brazilian lakes
Cladocera
Copepoda
limnology
Rio Doce Valley
Rotifera
zooplankton diversity
Resumo em inglês
In lacustrine systems there are natural differences among the limnetic and littoral region in the same lake (habitat, food resources, biogeochemical cycles and hydrological processes) as well as between lakes that are located in regions with different vegetation cover. Such differences can determine defferences in the physical and chemical characteristics of the water as well as in the zooplankton diversity. The present work had the objective of verify the existence of these differences among limnetic and littoral region of five lakes (Carioca, Aguapé, Águas Claras, Ariranha e Amarela) belonging to the ake system of Rio Doce Valley (MG), and to analyse these results regarding the different vegetation cover existing in the lake surroundings. Located at the Southeast of Minas Gerais State, the Rio Doce Valley Lake System is covered by two main types of vegetation: secondary atlantic forest, restricted to the area of the State Park of Rio Doce, and Eucalyptus plantation covering the largest portion of the region. The lakes analysed in the present study were grouped in three distinct categories, according to the type of plant coverage in the surroundings: lake Carioca (atlantic forest); lakes Aguapé and Águas Claras ( Eucalyptus, without native forest layer) and lakes Ariranha and Amarela (mixed formation of Eucalyptus and native forest species). Samplig was carried out in the winter (dry period) of 1999 and summer (wet period) of 2000, for both physical and chemical water analysis and zooplankton community studies. There were clear differences among limnetic and littoral regions, regarding physical and chemical characteristics in the winter, and regarding zooplankton richness in both, dry and wet seasons. Major differences in species richness among these compartments were determined by the large number of taxa found in the littoral region, particularly due to the occurrence of species of Chydoridae and Macrothricidae (Cladocera) and Lecanidae (Rotifera). On the other hand, differences among the groups of lakes, according to the type of plant cover around the lake, were not evident, considering the limnological variables and diversity indices. There were, nevertheless, differences between Lake Carioca and the other lakes, mainly related to its higher trophic state, which combined with a small littoral development determines a low zooplankton species richness. Thus, in Lake Carioca filter-feeding Cladocera does not occur, except for Diaphanosoma birgei. It was also possible to verify that the species of Copepoda Cyclopoida Thermocyclops minutus, and Tropocyclops prasinus preferentiatly occupied the limnetic region of the lakes, whereas Mesocyclops brasilianus had a marked occurrence in the littoral region. In general, it was possible to conclude that the type of plant covering did not influence limnological conditions and zooplankton diversity since it was not possible to find a pattern regarding the variables here analysed, if considering those group of lakes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EvandroMMoretto.pdf (7.79 Mbytes)
Data de Publicação
2003-10-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.